Atividade física e função sexual em mulheres de meia idade

Patrícia Uchôa Leitão Cabral Ana Carla Gomes MD Canário Maria Helena Constantino Spyrides Severina Alice da Costa Uchôa José Júnior Eleutério Paulo Cesar Giraldo Ana Katherine Gonçalves Sobre os autores

Objetivo

Avaliar uma possível relação existente entre a prática de atividade física e a função sexual em mulheres de meia idade.

Métodos

Estudo de corte transversal com 370 mulheres entre 40 e 65 anos, atendidas em unidades públicas de saúde em uma cidade brasileira de médio porte. Foi utilizado questionário para avaliar características sociodemográficas, clinicas e comportamentais, o IPAQ (International Physical Activity Questionnaire) para avaliar nível de atividade física e o FSFI (Female Sexual Function Index) para avaliar sexualidade.

Resultados

A média de idade das mulheres estudadas foi de 49.8 anos (± 8.1), 67% delas apresentaram algum grau de disfunção sexual (FSFI ≤ 26.55). Mulheres sedentárias apresentaram maior prevalência de disfunção sexual (78.9%) quando comparadas as mulheres ativas (57.6%) e moderadamente ativas (66.7%) (p = 0.002). Mulheres fisicamente ativas obtiveram maiores escores do FSFI total (20.9) e em todos os domínios (desejo, excitação, lubrificação, orgasmo, satisfação e dor) quando comparadas as moderadamente ativas com escore total de 18,8 e sedentárias de 15,6 (p <0.05), indicando melhor função sexual das fisicamente ativas quando comparadas as sedentárias.

Conclusão

A atividade física parece influenciar favoravelmente a função sexual de mulheres de meia idade.

atividade física; sexualidade; mulheres de meia-idade; menopausa


Associação Médica Brasileira R. São Carlos do Pinhal, 324, 01333-903 São Paulo SP - Brazil, Tel: +55 11 3178-6800, Fax: +55 11 3178-6816 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: ramb@amb.org.br