Desnutrição e variáveis associadas em uma população de idosos em Criciúma-SC

OBJETIVO: Determinar a desnutrição e suas variáveis associadas em idosos. MÉTODOS: Estudo transversal foi conduzido entre idosos vacinados contra a gripe, a fim de medir o seu estado nutricional. A avaliação nutricional foi realizada por meio da Mini Avaliação Nutricional. Para verificar a associação das variáveis estudadas com o resultado foi estimada a odds ratios usando a regressão logística múltipla. RESULTADOS: No total 236 idosos foram recrutados. A mini avaliação nutricional identificou três pacientes (1,3%) com desnutrição e 59 (25%) em risco de desnutrição. Os fatores com uma associação positiva para o resultado foi o estresse psicológico ou doença aguda nos últimos três meses, perda de peso < 3 kg durante os últimos três meses e feridas ou úlceras na pele. Por outro lado, o consumo de duas ou mais porções de frutas ou vegetais ao dia, consumir carne, peixe ou frango todos os dias e beber mais de três xícaras por dia de fluidos foram negativamente associadas à desnutrição e risco de desnutrição. CONCLUSÃO: A baixa prevalência de desnutrição encontrada neste estudo é, provavelmente, devido à amostra estudada de idosos em boa saúde. Alguns fatores como problema de saúde recente (estresse psicológico ou doença aguda) parecem estar positivamente associados a desnutrição e risco de desnutrição, enquanto o consumo regular de fluidos e alguns tipos de alimentos parece estar associado negativamente com desnutrição

Assistência a idosos; desnutrição; prevalência


Associação Médica Brasileira R. São Carlos do Pinhal, 324, 01333-903 São Paulo SP - Brazil, Tel: +55 11 3178-6800, Fax: +55 11 3178-6816 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: ramb@amb.org.br