A associação de contraceptivo hormonal oral e metformina não melhora a resistência insulínica em mulheres com síndrome dos ovários policísticos.

Margareth Chiharu Iwata Livia Porquere Isabel C. Espósito Sorpreso Edmund C. Baracat José Maria Soares JúniorSobre os autores

Resumo

Objetivo:

comparar parâmetros clínicos e laboratoriais de mulheres com síndrome dos ovários policísticos (SOP) em uso de metformina ou contraceptivo hormonal oral (CHO) após 6 meses.

Casuística e métodos:

estudo retrospectivo com análise do prontuário de pacientes com SOP (pelos critérios da Androgen Excess and Polycystic Ovary Syndrome Society [AE-PCOS Society]), divididos em 3 grupos: (I) CHO (21 comprimidos e pausa de 7 dias; n=16), (II) metformina (850 mg a cada 12 horas; n=16) e (III) CHO associado com metformina (n=9). Foram avaliados: índice de massa corpórea (IMC), acne (% de melhora), índice de Ferriman-Gallway modificado, índice de ciclos menstruais (ICM), LH, FSH, testosterona total (TT), androstenediona (A) e resistência a insulina (HOMA-IR, do inglês homeostatic model assessment: insulin resistance).

Resultados:

o uso isolado de CHO comparado ao de metformina foi melhor em relação a acne, índice de Ferriman, ICM, níveis de LH, TT e A. Por outro lado, a metformina foi melhor para HOMA-IR (4,44 e 1,67; p=0,0007). O uso do CHO e metformina, em comparação com o de metformina isolada, manteve a melhora da acne, do índice de Ferriman, do ICM e dos níveis da TT. O índice de HOMA-IR manteve-se menor no grupo metformina isolada (4,19 e 1,67; p=0,046). Por sua vez, a melhora na acne, Ferriman, ICM, LH, TT e A são semelhantes nos grupos CHO associado com metformina e CHO isolado, indicando que a adição de metformina não trouxe benefícios nesses parâmetros. Ainda, o HOMA-IR foi semelhante nos dois grupos (4,19 e 4,44; p=0,75), mostrando que o uso de metformina em associação com o contraceptivo pode não melhorar a resistência insulínica como ocorre no uso isolado.

Conclusão:

os dados sugerem que a associação de metformina e contraceptivo não melhora a resistência insulínica como ocorre no uso da metformina isolada.

Palavras-chave:
síndrome do ovário policístico; metformina; anticoncepcionais; resistência à insulina

Associação Médica Brasileira R. São Carlos do Pinhal, 324, 01333-903 São Paulo SP - Brazil, Tel: +55 11 3178-6800, Fax: +55 11 3178-6816 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: ramb@amb.org.br