• Digital e sua importância atual no tratamento da insuficiência cardíaca Editoriais

  • Mortalidade perinatal e neonatal Editoriais

  • Gravidade da doença renal cística adquirida determina melhora da anemia da insuficiência renal crônica Artigos Originais

    Bezerra, H.M.; Maia, G.P.M.; Bezerra Neto, F.A.; Serra, M.; Almeida, J.B. de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO. Identificar correlação entre duração do tratamento dialítico, gravidade da doença renal cística adquirida (DRCA) medida pelo tamanho dos cistos e seu efeito sobre a correção espontânea da anemia. MATERIAL E MÉTODOS. Foram selecionados dez pacientes, seis do sexo masculino e quatro do feminino, com mais de cinco anos em tratamento dialítico. Nenhum paciente selecionado tinha doença renal policística bilateral como doença primária. A avaliação renal foi feita com ultra-sonografia. DRCA foi caracterizada pela presença de quatro ou mais cistos em cada rim. Os maiores cistos foram medidos para efeito de correlação. O diagnóstico da anemia foi estabelecido pelo valor do hematócrito e da hemoglobina séricos. Foram analisados, também, uréia, creatinina, albumina, ferro, capacidade total de combinação do ferro e o percentual de saturação da transferrina séricos. RESULTADOS. Os pacientes estavam adequadamente dialisados (uréia e creatinina séricas = 98,7 ± 35mg/dL e 9,7 ± 2,7mg/dL, respectivamente), com bom estado nutricional (albumina sérica = 4,5 ± 0,5g/dL), e tinham razoável reserva de ferro (ferro sérico = 80 ± 34mg/dL). A prevalência de DRCA foi de 80%. Não detectamos nenhum sinal ultra-sonográfico de malignidade nesses cistos. Houve correlação significante entre tempo de diálise e hematócrito (R = 0,70; p < 0,05). O tamanho dos cistos teve correlação direta e significante com os valores do hematócrito (R = 0,74; p < 0,05). CONCLUSÕES. Os resultados mostram que a melhora espontânea da anemia observada nos pacientes em diálise crônica se correlaciona de forma significante com a gravidade da doença renal cística adquirida. Isso sugere uma atividade funcional dos cistos renais na produção de eritropoetina.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE - To identify a correlation between dialysis treatment duration and severity of acquired cystic disease of the end-stage kidney measured by cyst sizes; and assess its effect on spontaneous improvement of anemia. MATERIALS AND METHODS - Ten patients, 6 males and 4 females were selected, who have been on hemodialytic treatment for more than 5 years. There was no patient selected with autosomal dominant polycystic kidney disease. The renal evaluation has been made through ultrasonographic studies. Acquired cystic disease of the end-stage kidney was characterized by finding four or more cysts in both kidneys. The largest cysts were measured for correlation effect. The diagnosis of anemia was established by hematocrit and hemoglobin serum values. It has also been analyzed serum urea, creatinine, albumin, iron, total iron-binding capacity and the per cent saturation of serum transferrin were tested. RESULTS - The patients were properly dialysed (serum urea and creatinine = 98.7 ± 35mg/dL e 9.7 ± 2.7mg/dL, respectively). They were in good nutritional shape (serum albumin = 4.5 ± 0.5g/dL) and had normal serum iron level (serum iron = 80 ± 34 mg/dL). The prevalence of acquired renal cystic disease was 80%. No finding of malignancy has been detected in these cysts. There was a significant correlation between time on dialysis treatment and hematocrit values (R=0.70; p<0.05). Cyst sizes had a direct and significant correlation with hematocrit levels (R = 0.74; p < 0.05). CONCLUSION - These results show that spontaneous improvement on anemia seen in patients on chronic dialysis has a significant correlation with the severety of acquired cystic disease of the end-stage kidney. Our data suggest a functional role of acquired kidney cysts on endogenous erithropoietin production
  • Significância clínica, epidemiologia e microbiologia das bacteremias por estafilococos coagulase-negativos em Hospital de Ensino Artigos Originais

    Góngora-Rubio, F.; Pignatari, A.C.C.; Costa, L.M.D.; Bortolloto, V.I.; Machado, A.M.; Góngora, D.V.N. de

    Abstract in Portuguese:

    Os estafilococos coagulase-negativos (ECN) são importantes agentes etiológicos das bacteremias hospitalares e freqüentemente considerados como contaminantes de hemoculturas. No período de outubro de 1990 a setembro de 1992, foram estudadas 300 hemoculturas positivas para ECN no Hospital São Paulo, sendo 141 bacteremias consideradas de origem hospitalar. Com o objetivo de diferenciar as bacteremias hospitalares verdadeiras das contaminantes por ECN, foram definidos critérios clínicos e microbiológicos. Apenas 20,6% das bacteremias hospitalares por ECN foram consideradas como verdadeiras. A maior freqüência de recém-nascidos internados na unidade de terapia intensiva neonatal, a presença de cateter intravascular e a utilização de nutrição parenteral foram achados significativos. Não houve diferença significante quanto a resistência a oxacilina e produção de SLIME entre os ECN isolados das bacteremias verdadeiras e contaminantes. O critério clínico e a positividade da hemocultura até 48 horas após a incubação, utilizados em nossa definição, foram úteis para caracterizar as bacteremias verdadeiras por ECN.

    Abstract in English:

    Coagulase-negative staphylococci (CNS) are an important cause of nosocomial bacteremia and they are frequently considered as contaminants of blood-cultures. From October 1990 to September 1992, 300 positive blood-cultures for CNS at the Hospital São Paulo were studied and 141 CNS bacteremias were characterized as nosocomial bacteremias. Clinical and microbiological criteria were defined to differentiate between true CNS bacteremia and contaminated cultures. Only 20.6% of the CNS nosocomial bacteremia were considered as true bacteremia. Most of the CNS true nosocomial bacteremia were detected among newborns admitted to the neonatal intensive care unit; the presence of intravascular catheter and parenteral nutrition were significant findings. We did not detect significant difference between true nosocomial bacteremia and contaminated cultures regarding to resistance to oxacillin and SLIME production. The clinical criteria and the positivity of the blood-cultures up to 48 hours after incubation, utilized in our definitions, were useful parameters to characterize the CNS true nosocomial bacteremia.
  • Aerossol bacteriano gerado por respiradores mecânicos: estudo comparativo Artigos Originais

    D'Agostino Dias, M.; Pellacine, E.N.; Zechineli, C.A.

    Abstract in Portuguese:

    Respiradores mecânicos emitem aerossóis que podem estar colonizados com bactérias. OBJETIVO. Estudar a contaminação ambiental gerada por respiradores, comparando-se dois siste-mas de umidificação. MÉTODOS. Realizaram-se 51 estudos, comparando-se a colonização dos aerossóis emitidos pela válvula expiratória dos aparelhos de ventilação mecânica, sendo em 31 com nebulizadores convencionais e em 20 com condensadores higroscópicos, em quinze minutos de observação. RESULTADOS. Houve emissão de bactérias para o ambiente, pela válvula expiratória, de 32,2% de respiradores equipados com sistema de nebulização convencional e de 5% com condensador (p = 0,0340). CONCLUSÃO. A umidificação da mistura gasosa com o uso de condensadores pode ser um meio eficiente de reduzir a contaminação bacteriana ambiental.

    Abstract in English:

    Mechanical ventilators generate aerosol which may be bacterially colonized. PURPOSE - To determine the environmental contamination generated by ventilators with two different humidification techniques. METHODS - The study was done comparing the generation of bacterial colonized aerosol by the expiratory valve of mechanical respirators with conventional water nebulization or with hygroscopic condensator as the humidifier source during 15 minutes of observation. RESULTS - The aerosol got positive cultures in 32.2% of the conventional system and in 5% of the condensator system (p = 0.0340). CONCLUSION - We concluded that the humidification by the hygroscopic condensator may be an efficient way to reduce environmental bacterial contamination.
  • Metaplasia tubária endocervical: conceituação morfológica e importância prática Artigos Originais

    Marques, T.; De Angelo Andrade, L.A.L.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO. A metaplasia tubária (MT) endocervical é uma lesão benigna, classificada como pseudoneoplásica, que tem sido confundida com o adenocarcinoma in situ. Caracteriza-se pela substituição do epitélio mucoso endocervical por três tipos celulares: ciliado, secretor e intercalar. O objetivo deste trabalho é localizar e caracterizar morfologicamente a MT no colo uterino, relacionando-a a outras lesões . MÉTODOS. Os autores selecionaram 18 espécimes de colo uterino com o diagnóstico de MT, obtidos por conização (8 casos) ou histerectomia (10 casos). Dividiram a endocérvice em regiões superior, inferior, epitélio de revestimento superficial e glandular, para observar a freqüência da MT nesses locais. Todos os casos estavam associados a outras lesões neoplásicas e não-neoplásicas. RESULTADOS. A MT ocorreu em pacientes de 24 a 72 anos (média= 44 anos). Na maioria (83%), foi encontrada na região endocervical superior. Entretanto, em 61% dos casos, também ocorreu nas porções mais inferiores do canal, tanto no epitélio de revestimento superficial como em glândulas. Em 60%, houve associação da MT com neoplasia intra-epitelial ou invasiva, escamosa ou glandular. CONCLUSÃO. Apesar de ser mais freqüente na porção endocervical superior, a MT também foi identificada nas regiões mais inferiores em mais da metade dos casos estudados, em que pode ser confundida com o adenocarcinoma in situ. Embora comumente associada à neoplasia nesse material, os autores não podem afirmar qual a freqüência geral da MT no colo uterino e enfatizam a importância do reconhecimento morfológico da lesão.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE - Among uterine cervix tumorlike lesions, tubal metaplasia (TM) has been confused with endocervical in situ adenocarcinoma. TM is a benign lesion composed of three cellular types: ciliary, secretory and intercalary ( or peg cell ). Thus, the main purpose of this work is to localize and characterize tubal metaplasia and its relation to other morphological lesions in the cervix. METHODS - Eighteen cervical specimens from 8 cones and 10 hysterectomies with TM were reviewed in order to observe its relative frequency in different segments such as: superior, inferior, surface epithelium and glands. All cases were associated to other neoplasic and non-neoplasic diagnosis. RESULTS: TM was observed in cases with an age span from 24 to 72 years old, with a mean age of 44 years. In most of the cases (83%), TM was found in the superior region of the cervix, but in 61% TM was also found in the inferior region, either on the surface epithelium or in the glands. In 60% of the cases TM was associated with invasive or intraepithelial neoplasia. CONCLUSIONS - In spite of being observed in the higher parts of the endocervix, TM was also detected in the lower segment, where the differential diagnosis with in situ adenocarcinoma is important. Thus, although more frequently associated with neoplasia in this study, it is not possible to determine the real incidence of TM in the cervix. However, morphological characterization of the lesion is very important for diagnostic purposes.
  • Aumento da procura de tratamento por usuários de crack em dois ambulatórios na cidade de São Paulo: nos anos de 1990 a 1993 Artigos Originais

    Ferri, C.P.; Laranjeira, R.R.; Silveira, D.X. da; Dunn, J.; Formigoni, M.L.O.S.

    Abstract in Portuguese:

    Nos últimos anos tem sido observado aumento do uso de crack (uma forma de cocaína fumada) em pesquisas epidemiológicas e em apreensões policiais. Até o presente, não havia dados brasileiros relacionando a procura de tratamento para a dependência de cocaína com as vias habituais de administração OBJETIVO. Analisar as modificações das vias de administração da cocaína em uma população de 245 pacientes atendidos em dois serviços ambulatoriais especializados (PROAD e UDED), na cidade de São Paulo, entre os anos de 1990 e 1993. MÉTODOS. Dados de entrevistas padronizadas realizadas na admissão dos pacientes aos serviços foram estudados e determinada a prevalência de uso das diferentes vias de administração de cocaína. RESULTADOS. A percentagem de pacientes que relataram uso de cocaína fumada (crack) aumentou de 17%, em 1990, para 64%, em 1993 (p<0,01). O uso de cocaína aspirada não variou durante esse período, permanecendo a via mais freqüentemente relatada (80%), enquanto a via endovenosa variou de 40%, em 1990, para 18%, em 1992, e para 28%, em 1993. CONCLUSÕES. As implicações do aumento de usuários de crack que procuram tratamento são discutidas em função do planejamento de tratamento e de programas de prevenção, com ênfase no risco de transmissão do vírus HIV.

    Abstract in English:

    An increase in crack use has been detected in epidemiological research and police data. Currently, in Brazil, no data are available linking the route of administration and attendance to treatment for cocaine dependence OBJECTIVE - The purpose of this paper was to analyze the changes in cocaine routes of administration in a cocaine dependent population treated in two outpatient public services (PROAD and UDED). METHOD - Standardized interview data, collected at admission to treatment were compared from 1990 to 1993. The prevalence rates of smoked ("crack"), injected and snorted cocaine were compared. RESULTS - The percentage of patients who reported "crack" cocaine use increased from 17% in 1990 to 64% in 1993 (p<0.01) The prevalence of snorted cocaine remained stable in the period of time analyzed, being the most frequent route reported. The intravenous route tended to decrease from 40% in 1990 to 28% in 1993. CONCLUSION - The implications of the increase of "crack" cocaine users who sought treatment are discussed. These data are important in planning prevention and treatment strategies, mainly in AIDS prevention.
  • Imaturidade imunológica fetal e neonatal: implicações na evolução clínica da infecção pelo HIV-1 em crianças Artigos Especiais

    Ortigão-de-Sampaio, M.B.; Castello-Branco, L.R.R.

    Abstract in Portuguese:

    Crianças infectadas pelo HIV-1, por via vertical, apresentam uma evolução clínica mais grave do que crianças infectadas por outras vias e adultos. A imaturidade fisiológica dos sistemas imunitários fetal e neonatal, no momento da infecção, parece ter papel crucial na progressão da infecção pelo HIV-1 em crianças. Neste artigo, fazemos revisão da ontogenia do sistema imunológico humano, correlacionando-a com a imunopatogenia da síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS), em crianças infectadas por transmissão vertical, em suas diferentes fases.

    Abstract in English:

    Children born to HIV-1 infected mothers present a more severe clinical evolution than adults or children infected by other routes. The physiologic immaturity of the fetal and neonatal immune systems at the time of the infection probably plays an essential role in the progression of HIV-1 infection in these children. This paper describes the development of the normal human immune system and its correlation with the immunopathogenicity of vertical acquired immunodeficiency syndrome (AIDS).
  • Mortalidade perinatal e neonatal no Hospital de Clínicas de Porto Alegre Artigos Especiais

    Miura, E.; Failace, L.H.; Fiori, H.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO. Análise epidemiológica da mortalidade neonatal e perinatal de 20.280 crianças nascidas vivas com 500g ou mais e 374 natimortos ocorridas no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no período de 1984 a 1990. PROPOSTA. Comparar dois períodos: A (1984-1987) com B (1988-1990), estabelecendo as mudanças ocorridas. MÉTODOS. É um estudo retrospectivo de revisão dos registros de nascimentos do centro obstétrico, internações e óbitos da unidade neonatal e mortes fetais e dos laudos de necrópsia. RESULTADOS. Faleceram 258 RN, com um coeficiente de mortalidade neonatal de 12,7 por mil. A taxa de natimortalidade foi de 18,4 por mil. O coeficiente de mortalidade perinatal foi de 28,4 por mil. A incidência de baixo peso ao nascer (<2.500g), de 11,2%, e a de muito baixo peso ao nascer (<1.500g) foi de 1,8%. Este último grupo aumentou sua incidência de 1,5% (A) para 2,2% (B). As causas mais freqüentes de morte neonatal foram: a) infecção intra-uterina (22,4%); b) doença de membrana hialina (20,1%); c) malformações múltiplas (18,2%); d) asfixia perinatal (15,5%); e) infecções pós-natais específicas (9,7%). As causas de morte fetal foram: a) asfixia (38,7%); b) infecções intra-uterinas (9%); c) toxemia (8,2%); d) malformações múltiplas (7,4%). No período B, foi significativo o aumento de óbitos por infecções pós-natais, OR 7 (1,9-30,6) e por malformações congênitas, OR 1,6 (0,8-3,2). Não houve redução significativa na taxa de mortalidade em menores de 1.500g OR 90 (61-118) em A para 54 (37-68) em B. CONCLUSÃO. Não houve redução nas taxas de mortalidade neonatal, apesar dos avanços tecnológicos e na capacitação técnica.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE - Epidemiological analysis of neonatal and perinatal mortality of 20,280 newborns alive with 500g or more and 374 stillbirths occurred at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre from 1984 to 1990. PURPOSE- To compare two periods: A (1984-1987) with B (1988-1990), estabilishing a relationship between the changes occurred in the causes and the rate of mortality. METHODS - The retrospective study was done with the records of promptuaries of obstetrical and neonatal centers, and review of flow-sheets of the deaths and autopsies. RESULTS - Between 1984 to 1990, 20,280 newborns alive with 500g or more, 374 stillbirths at perinatal unit of Hospital de Clínicas de Porto Alegre were born. 258 deaths occurred, the neonatal mortality rate was 12.7 per thousand. The stillbirth rate was 18.4 per thousand. The perinatal mortality rate was 28.4 per thousand. The incidence of low birth weight (<2,500g) was 11,2% and very low birth weight (<1,500 g) was 1.8%, the former group had an increase incidence between 1984-1988 (A) from 1.5% to 2.2% (B). The causes of deaths were distributed as follow: a) intrauterine infections (22.4%); b) hyaline membrane disease (20.1%); c) congenital malformation (18.2%); d) asphyxia (15.5%); e) postnatal infections (9.7%). The causes of stillbirth were: a) perinatal asphyxia (38.7%); b) intrauterine infections (9%); toxemia (8.2%); d) malformation (7.4%). The period B showed changes with an increase of postnatal infections odds ratio (OR) 7 (1.9-30.6) and congenital malformations OR 1.6 (0.8-3.2). It did not occurred a decrease in mortality rate for prematures below 1,500g OR 90 (61-118) in A to 54 (37-68) in B. CONCLUSIONS - The advances in technology and human capacity were not sufficient to reduce significantly the rate of neonatal mortality.
  • Estudo da densidade óssea na esclerodermia sistêmica Comunicações

    da Silva, H.C.; Szejnfeld, V.L.; Assis, L.S.S.; Sato, E.I.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO. A osteopenia em pacientes com esclerodermia sistêmica foi descrita, radiologicamente, em mãos e, por densidade óssea, no terço proximal e distal do rádio. A redução da massa óssea, nesses pacientes, tem sido atribuída à isquemia, imobilização e à menopausa precoce. O objetivo deste estudo é analisar a densidade óssea na coluna, região proximal do fêmur e corpo todo de pacientes com esclerodermia sistêmica. PACIENTES E MÉTODO. Foram examinadas 25 pacientes caucasóides, sem outras condições que pudessem afetar o metabolismo ósseo. A média de idade das pacientes foi de 48 ± 12 anos, e o tempo de doença, de 7 ± 7 anos; 13 estavam na pós-menopausa há 8 ± 8 anos. A medida de massa óssea foi realizada na coluna, região proximal do fêmur e corpo todo, utilizando-se densitômetro de dupla emissão com fonte de raios X (Lunar - modelo DPX). RESULTADOS. Não houve diferença estatisticamente significante na densidade óssea das regiões avaliadas nas pacientes com esclerodermia sistêmica e as mulheres-controle pareadas para a idade, peso, altura e anos de menopausa. A densidade óssea das pacientes com forma limitada não foi diferente daquelas com a forma difusa. Pacientes com calcinose apresentaram menor densidade óssea na região proximal do fêmur que aquelas sem calcinose. CONCLUSÕES. Os autores concluíram que pacientes com esclerodermia sistêmica não apresentam perda de massa óssea. Portanto, a esclerodermia não é um fator de risco para o desenvolvimento de osteoporose generalizada.

    Abstract in English:

    BACKGROUND - Osteopenia in systemic sclerosis (scleroderma) patients was reported in X-ray studies of hands and by proximal and distal forearm bone mass measurement. It has been suggested that bone loss in these patients might be due to chronic ischemia, immobilization and early menopause. Nevertheless it is not established if these patients present generalized osteopenia. To shed light into this point we studied bone mineral density in the spine, proximal femur and total body in patients with systemic sclerosis. PATIENTS AND METHOD - Twenty-five Caucasian women were evaluated. Mean age of patients was 48 ± 12 years and mean time of disease was 7 ± 7 years; 13 were postmenopausal (8 ± 8 years). Bone mass was measured in the spine, proximal femur and total body by using a dual-photon absorptiometry with X rays source (Lunar - Model DPX). RESULTS - Bone mass in different sites was not statistically different from the age-matched control healthy women. Mean bone mass of patients with limited form was not different from patients with diffuse form of systemic sclerosis. Patients with calcinosis had lower bone mass at proximal femur than those without this alteration. CONCLUSIONS - Patients with systemic sclerosis do not present bone loss and this disease is not a risk factor for generalized osteoporosis.
  • Avaliação da atividade in vitro do cefetamet e outros agentes antimicrobianos diante de bactérias isoladas de infecções do trato respiratório Comunicações

    Mendes, C.M.F.

    Abstract in Portuguese:

    O cefetamet pivoxil é uma nova cefalosporina de administração oral, estável à ação de beta-lactamases. A resistência aos antimicrobianos entre os patógenos isolados do trato respiratório tem-se tornado um importante problema tanto para o clínico como para o microbiologista, com os padrões de sensibilidade variando consideravelmente, de acordo com a localização geográfica, daí, também, a importância de sempre se realizar o teste de sensibilidade in vitro dos microrganismos isolados. OBJETIVO. Avaliar a atividade in vitro do cefetamet, o metabólito microbiologicamente ativo da pré-droga cefetamet pivoxil, comparativamente com outros 11 antibióticos, perante 376 bactérias recentemente isoladas de pacientes com infecções do trato respiratório. MÉTODOS. O estudo comparativo da atividade in vitro do cefetamet e outros 11 agentes antimicrobianos foi verificado perante 376 microrganismos isolados de pacientes com infecções do trato respiratório, durante período de estudo de seis meses. Por meio da determinação da concentração inibitória mínima (MIC) dos antibióticos testados, verificou-se a sensibilidade das bactérias isoladas. RESULTADOS. O cefetamet mostrou alta atividade in vitro diante das bactérias testadas, possuindo um espectro de atividade semelhante ao de outras cefalosporinas orais recentemente desenvolvidas. A excelente atividade do cefetamet perante bactérias produtoras de beta-lactamase, como a Moraxella catarrhalis, pode ser atribuída à sua estabilidade ante essas enzimas. O cefetamet na concentração de 1,0µg/mL foi capaz de inibir 97% de todas as bactérias testadas. CONCLUSÃO. O estudo realizado nas 376 cepas, em que obtivemos o resultado do MIC90 dos 12 antimicrobianos testados, confirma a excelente atividade do cefetamet diante dos patógenos isolados do trato respiratório.

    Abstract in English:

    Cefetamet pivoxil is a new ß lactamase orally stable administered cephalosporin. Antimicrobial resistance among respiratory pathogens has become an important problem for both the physician and the microbiologist and the patterns of resistance vary greatly depending on geographic location, often requiring in vitro susceptibility testing of isolates. PURPOSE - The in vitro activity of cefetamet, the microbiologically active metabolite of the prodrug cefetamet pivoxil, was compared with other 11 drugs against 376 bacterial strains recently isolated from patients with respiratory tract infections. METHODS - The comparative activity in vitro of cefetamet and other 11 antimicrobial agents was measured against 376 bacterial strains isolated from patients with respiratory tract infections, during a six month period. Through the determination of minimum inhibitory concentration by the microdilution technique, patterns of antimicrobial resistance were reported. RESULTS - Cefetamet showed hihg in vitro activity against all the bacteria tested, possessing a spectrum of activity similar to that other recently developed oral cephalosporins. The good activity of cefetamet against ß-lactamase producing isolates, like Moraxella catarrhalis, can be due to its ß-lactamase stability. At a concentration of 1.0µg/mL, cefetamet inhibited 97% of all the tested bacteria. CONCLUSION - The MIC90 of the cumulative susceptibility results of the 12 antimicrobics tested in the 376 strains studied, confirm the excellent activity of cefetamet against the common respiratory tract pathogens.
  • Custo do transplante hepático no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná Comunicações

    Coelho, J.C.U.; Wiederkehr, J.C.; Lacerda, M.A.; Campos, A.C.L.; Zeni Neto, C.; Matias, J.E.F.; Campos, G.M.R.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO. Determinar o custo do transplante hepático no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. MÉTODO. Os dados do prontuário de 24 pacientes submetidos a 25 transplantes hepáticos foram avaliados do dia da internação para o transplante hepático até a data da alta hospitalar ou óbito para determinar o número de dias de internação, o local de internação, a quantidade de material e medicamentos usados, os exames complementares e procedimentos realizados. Honorários médicos não foram incluídos no estudo. RESULTADOS. A idade dos pacientes variou de 6 a 56 anos, tendo seis deles menos que 14 anos de idade. Cinco pacientes foram a óbito durante a internação hospitalar. Retransplante foi realizado em somente um paciente. O custo médio da retirada do fígado do doador foi de US$ 2,783.19. O custo total do transplante hepático variou amplamente entre os pacientes, na dependência de ocorrência de complicações pós-operatórias, do número de dias de internação hospitalar e da quantidade de transfusão de hemoderivados. O custo total variou de US$ 6,359.84 a US$ 75,434.18, com média de US$ 21,505.53. O item mais caro do transplante hepático foi o custo com a hemoterapia, seguido do custo com medicamentos e diária hospitalar. CONCLUSÃO. O custo do transplante hepático varia muito entre os pacientes e pode ser realizado no Brasil a um custo inferior ao relatado nos Estados Unidos e na Europa.

    Abstract in English:

    PURPOSE - To determine the cost of liver transplantation at the Clinical Hospital of the Federal University of Parana. METHODS - The data of 24 patients subjected to 25 liver transplantations were evaluated from the day of hospital admission until the day of discharge to determine the length of hospitalization, quantity of material and medications used, and exams and procedures performed. Professional fees were not included in the study. RESULTS - The age of the patients varied from 6 to 56 years. Six patients were younger than 14 years of age. Five patients died during hospitalization. Re-transplantation was performed in only one patient. The average cost for liver procurement was US$ 2,783.19. The total cost of the liver transplantation varied, depending on the occurrence of complications, length of hospitalization and the amount of blood products transfused. The total cost varied from US$ 6,359.84 to US$ 75,434.18, with an average of US$ 21,505.53. The most expensive item of the liver transplantation was blood products transfused, followed by medications, and intensive care and room charges. CONCLUSION - The cost of liver transplantation varies among the patients and may be performed in Brazil at a cost less than that reported in the United States and Europe.
  • Características gerais dos espermatozóides em homens varicocele clínica Comunicações

    Andrade-Rocha, F.T.; Carvalho, P.P.N.G. de

    Abstract in Portuguese:

    Pacientes com oligozoospermia apresentam uma redução na qualidade do sêmen, independente da etiologia do distúrbio. OBJETIVO. Investigar o papel da varicocele na redução da qualidade do sêmen, em homens oligozoospérmicos. MÉTODOS. Foram estudados dez pacientes portadores de varicocele clínica esquerda (PCV) e 21 pacientes não-portadores desta entidade (PSV), atendidos em um laboratório privado, em Petrópolis, RJ. Foram analisados os seguintes parâmetros seminais: contagem de espermatozóides, vitalidade, motilidade e morfologia espermática. PCV e PSV foram comparados entre si e com um grupo-controle (n=15) de pacientes sem varicocele clínica e com espermograma normal. RESULTADOS. PCV e PSV apresentaram uma redução significativa na vitalidade (43,9% e 34,9% versus 73,0% no grupo-controle), nos graus (a) (5,3% e 2,4% versus 32,4 %) e (d) (76,7% e 83,8% versus 44,9%) de progressão espermática e nos percentuais de espermatozóides ovais (25,5% e 22,9% versus 61,2%), amorfos (25,4% e 23,8% versus 12,5%) e outras anomalias (23,8% e 30,5% versus 13,0%). PCV ainda apresentou diferença significativa no percentual de espermatozóides fusiformes (10,9% versus 1,3%) e PSV no grau (b) de progressão espermática (11,0% versus 22,0%), em relação ao grupo-controle. Entre PCV e PSV, não foram encontradas diferenças significativas. CONCLUSÃO. A varicocele reduz a qualidade de semens oligozoospérmicos, mas esta redução também ocorre em oligozoospermias de outras etiologias.

    Abstract in English:

    Patients with oligozoospermia show a reduction in the semen quality, independent of the etiology of the disturbance. PURPOSE - To investigate the role of the varicocele in the decrease of the semen quality in oligozoospermic men. METHODS - Ten patients with left clinical varicocele (termed PCV) and 21 patients without this entity (termed PSV) attended in a private laboratory from Petrópolis, RJ, were investigated. Sperm count, vitality, motility, and morphology of spermatozoa were examined and the results were compared between them and a control group consisting of 15 patients without clinical varicocele and with normal spermiogram. RESULTS - PCV and PSV had showed significant decrease in the vitality (43.9% and 34.9% versus 73.0% in the control group), grade (a) (5.3% and 2.4% versus 32.4%) and grade (d) (76.7% and 83.8% versus 44.9%) of sperm progression and in the percentage of oval sperms (25.5% and 22.9% versus 61.2%), amorphous head (25.4% and 23.8% versus 12.5%) and other anomalies (23.8% and 30.5% versus 13.0%). PCV had also showed significant difference in the percentage of tapered sperm (10.9% versus 1.3%), whereas PSV had showed significant difference in the grade (b) of sperm motility (11.0% versus 22.0%), both in regard to the control group. Between PCV and PSV had not been found significant differences. CONCLUSION - Varicocele reduces the semen quality in oligozoospermic men, but this reduction also occurs in oligozoospermia of any etiology.
  • Radicais livres: conceitos, doenças relacionadas, sistema de defesa e estresse oxidativo Artigos de Revisão

    Ferreira, A.L.A.; Matsubara, L.S.
  • Capilaroscopia panorâmica periungueal e sua aplicação em doenças reumáticas Artigos de Revisão

    Silva, L.S.M. da; Lima, A.R.A.G.; Pucinelli, M.L.C.; Atra, E.; Andrade, L.E.C.
  • Dose de soro (antiveneno) no tratamento do envenenamento por serpentes peçonhentas do gênero Bothrops Artigos de Revisão

    Jorge, M.T.; Ribeiro, L.A.
  • Biologia molecular da doença de Alzheimer: uma luz no fim do túnel? Artigos de Revisão

    Almeida, O.P.
  • Polineuropatia nutricional entre índios Xavantes Relato de Caso

    Vieira Filho, J.P.B.; Oliveira, A.S.B.; Silva, M.R.D. da; Amaral, A.L.; Schultz, R.R.

    Abstract in Portuguese:

    Os autores apresentam dois casos de polineuropatia carencial (PC) entre os índios Xavantes, em que o arroz era o alimento exclusivo no caso 1 e quase exclusivo no caso 2. O arroz consumido por esses índios era o beneficiado ou despolpado. A intoxicação pelo cianeto da mandioca ou de outros vegetais foi afastada. RELATO DOS CASOS. Foram observados em suas aldeias dois índios com 18 e 25 anos, com história progressiva de fraqueza, diminuição da força muscular e emagrecimento. Removidos ao Hospital São Paulo, notou-se, no exame neurológico do caso 1, atrofia da musculatura distal dos membros superiores e inferiores, déficit motor distalmente com grau zero na musculatura flexora, reflexos profundos abolidos, reflexo cutâneo plantar sem resposta bilateralmente, sensibilidade táctil, dolorosa e palestésica diminuída distalmente nos membros inferiores. No exame neurológico do caso 2, notou-se hiporreflexia proximal nos membros superiores, arreflexia nas porções distais dos membros superiores e inferiores, hipoestesia táctil e dolorosa nos pés, hipoacusia à direita. As eletroneuromiografias mostraram anormalidades compatíveis com polineuropatia sensitivo-motora simétrica, de padrão axonal desmielinizante no caso 1 e de predomínio desmielimizante no caso 2. Os exames de líquor foram normais. DISCUSSÃO. A polineuropatia foi caracterizada pela história clínica, pelos exames neurológicos, eletroneuromiográficos e líquor. O diagnóstico de PC ficou estabelecido pela história clínica e pelos exames eletroneuromiográficos sugestivos de polineuropatia periférica de causa nutricional. Esta PC não se enquadra nas mieloneuropatias como a neuropatia atáxica tropical, a paraparesia espástica e a neuropatia de Cuba. CONCLUSÃO. A PC dos Xavantes deve-se à deficiência da tiamina (vitamina B1), sendo o beribéri seco, tendo como causa o consumo do arroz beneficiado industrialmente como alimento exclusivo ou quase exclusivo. A polineuropatia dos Xavantes é diferente da neuropatia verificada entre os índios Kreen-Akrore e a observada entre os adolescentes índios do Parque do Xingu.

    Abstract in English:

    The authors present two cases of polyneuropathy deficiency among Xavante indians where the sole food was rice in case 1 and almost so in case 2. The rice consumed by these indians was processed or hulled. Intoxication by cyanide from maniot or other vegetables was excluded. CASE REPORT - Two indians aged 18 and 25 years with a progressive history of weaness, decrease in muscular force and thinning were observed in their villages. On removal to the Hospital São Paulo, atrophy of the distal musculature of the upper and lower limbs, motor deficit distally with zero degree in the flexor musculature, abolished deep reflexes, plantar cutaneous reflex without response bilaterally, decreased tactile, painful and pallesthetic sensitivity distally in the lower limbs were noted on neurological examination of case 1. On neurological examination of case 2 proximal hyporeflexia in the upper limbs, areflexia in the distal portions of the upper and lower limbs, tactile and painful hypoesthesia in the feet, right hypoacousis were noted. Electromyography showed abnormalities compatible with symmetric sensorimotor polyneuropathy with an axonal demyelination pattern in case 1 and predominantly demyelinizing in case 2. Cerebrospinal fluid tests were normal. DISCUSSION - Polyneuropathy was characterized by the clinical history and by neurological, electromyographic and cerebrospinal fluid tests. The diagnosis of polyneuropathy deficiency was established by the clinical history and by electromyography suggesting peripheral polyneuropathy of nutritional origin. This neuropathy deficiency does not fit myeloneuropathies such as ataxic tropical neuropathy, spastic paraparesis and Cuba neuropathy. CONCLUSION - The Xavante polyneuropathy deficiency is caused by thiamine (vitamin B1) deficiency, that is dry beriberi, owing to consumption of industrially processed rice as sole or almost sole food. The Xavante polyneuropathy is different from the neuropathy observed among Kreen-Akrore indians and from that of adolescent indians in the Xingu Park.
Associação Médica Brasileira R. São Carlos do Pinhal, 324, 01333-903 São Paulo SP - Brazil, Tel: +55 11 3178-6800, Fax: +55 11 3178-6816 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: ramb@amb.org.br