Revista da Associação Médica Brasileira, Volume: 44, Issue: 3, Published: 1998
  • Ensino à beira do leito -- uma verdade inabalável Editorial

    Lopes, A.C.
  • Efficacy and safety of inhaled salmeterol compared to salbutamol in patients with mild-to-moderate asthma Artigos Originais

    Oliveira, M.A.de; Jardim, J.R. de Brito; Faresin, S.M.; Lucas, S.R.R.; Nery, L.E.

    Abstract in Portuguese:

    Os beta2-agonistas constituem um dos pilares do tratamento da asma brônquica, porém sua curta duração de ação exige uso freqüente e a associação com outras drogas broncodilatadoras. O surgimento dos beta2-agonistas de longa ação pode representar um avanço na terapêutica da asma brônquica. OBJETIVO: O presente estudo propõe-se a avaliar, em nosso meio, a eficácia e a tolerabilidade do salmeterol (SM), comparativamente ao salbutamol (SB), em pacientes com asma leve e moderada. MÉTODOS: Após uma etapa de estabilização de duas semanas, os pacientes utilizaram salmeterol 50mcg duas vezes ao dia, e salbutamol 200mcg quatro vezes ao dia, durante o período de quatro semanas, seguindo um esquema duplo cego, aleatório, de grupos paralelos. Foram estudados 60 pacientes que preencheram os seguintes critérios de inclusão: VEF1(Volume Expiratório Forçado no 1º segundo) >50%; variação diurna do PFE (Pico do Fluxo Expiratório) > 15% ou resposta do VEF1 ao BD >15%, gradação de sintomas >2 (escala de 0 a 5 ) em quatro dos últimos sete dias. RESULTADOS: Dos 60 pacientes estudados, sete foram excluídos no período de tratamento (ver Métodos), sendo concluído o estudo com 25 pacientes no grupo salmeterol e 28 no grupo salbutamol. No período de estabilização, não houve diferença significante entre os grupos, comparando-se os valores de VEF1 em % do prev., PFE matinal, gradação de sintomas e gravidade da asma. O percentual de melhora do VEF1 e do PFE matinal nos pacientes que receberam salmeterol foi significantemente mais elevado entre 2 e 4 semanas de tratamento, em relação aos pacientes que receberam salbutamol (p<0,05). Da mesma forma, o grupo salmeterol apresentou redução significante nos valores médios dos sintomas no período noturno na 1º quinzena de tratamento. Em relação ao número de inalações de socorro utilizadas, efeitos colaterais, freqüência cardíaca, pressão arterial sistêmica e dosagem de potássio, não houve diferença significante entre os grupos. CONCLUSÃO: Este estudo demonstrou que, em pacientes com asma leve e moderada, o salmeterol na dose de 100mcg/dia elevou o VEF1, o PFE matinal e apresentou diminuição significantemente maior dos sintomas noturnos em relação aos observados no grupo salbutamol, e que a tolerância aos medicamentos estudados foi semelhante nos dois grupos.

    Abstract in English:

    B2-agonists are considered one of the cornerstones of the asthma therapy, but their short action requires frequent administration and an association with other broncodilators. The development of long-acting beta2-agonists may represent an important improvement in asthma treatment. PURPOSE: The present study was designed to assess the efficacy and safety of inhaled salmeterol compared to salbutamol in patients with mild-to-moderate asthma. METHODS: After the two run-in weeks, the patients received either salmeterol 50mg twice a day or salbutamol 200 mg four times a day, over a four week period, following a double blind, parallel group study. Sixty patients had the following inclusion criteria: FEV1 > 50% or PEFR over the past seven days >50% of predicted normal; reversibility of FEV1 >15%; symptoms scores >2 (score 0 and 5) in 4 of the last seven days or PEFR variation >15% . RESULTS: Seven patients discontinued the protocol (see methods). Of the 53 analyzable patients, 25 were of the salmeterol group and 28 of the salbutamol group. Our results showed that in the run-in period there were not differences among the groups comparing the values of FEV1 in % predicted, morning PEFR and asthma symptoms scores. The improvement rate of morning FEV1 and PEFR in patients who received salmeterol was significantly higher (p<0.05) compared to the patients who received salbutamol, for two and four weeks of treatment. Also, the salmeterol group have shown reduction of the symptoms in the nocturnal period(significantly in the first fortnight of treatment) demonstrated by the significative increase in the symptoms improvement rate when compared salmeterol and to salbutamol groups. The number of rescue medication inhaled, side effects, heart rate, blood pressure, serum potassium dosage and electrocardiograms, did no show significative differences between the groups. CONCLUSION:This study showed that in mild to moderate asthmatic patients, salmeterol in the dosage of 100mg/day raised the FEV1 and the morning PEF and led to pronounced decrease in the nocturnal symptoms as compared to salbutamol. The side effects were similar.
  • Measuring cyclosporine in whole blood in kidney transplantation Artigos Originais

    Bottini, P.V.; Alves-Cunha, F.A.; Moda, M.A.; Souza, M.I.; Garlipp, C.R.

    Abstract in Portuguese:

    INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: Ciclosporina A é uma droga imunossupressora potente e efetiva no combate à rejeição de órgãos transplantados. No presente estudo, os autores avaliaram o emprego de um imunoensaio monoclonal com fluorescência polarizada (FPIAm), como um método alternativo ao radioimunoensaio (RIA) para determinação dos níveis de ciclosporina em sangue total. MATERIAL E MÉTODOS: Amostras de sangue de 65 pacientes submetidos a transplante renal foram colhidas em frascos com EDTA 12 horas após a última dose de ciclosporina, via oral. Os níveis de ciclosporina foram avaliados por meio de radioimunoensaio com anticorpo monoclonal e imunoensaio monoclonal com fluorescência polarizada. RESULTADOS E CONCLUSÃO: A análise estatística revelou um coeficiente de correlação entre os métodos de r = 0,9817 e o teste t de Student pareado mostrou haver diferença estatisticamente significaante entre eles (p<0,05). A análise da regressão revelou que os métodos poderiam ser comparáveis por meio da equação Cya(FPIAm) = 1,06xCya(RIA) + 5,8, mostrando que FPIAm é um excelente método alternativo ao RIA, com as vantagens de ser rápido, de fácil execução, reprodutível e com resultados comparavéis aos obtidos por RIA.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Cyclosporin A is a potent immunosuppressive drug effective in combatting rejection following organ transplantation. In na effort to replace a radioimmunoassay (RIA) for whole blood determination of cyclosporine (Cya) we compared RIA with fluorescence polarization immunoassay (FPIAm). METHOD: 65 blood samples were analysed from kidney transplanted patients. The samples were collected into tubes containing EDTA as anticoagulant and analysed by RIA and FPIAm. RESULTS: The statistical analysis revealed a difference between both methods (p<0.05). The linear-regression comparassion of Cya concentration measured by RIA and FPIAm showed the following relationship: Cya(FPIAm) = 1.06 x Cya(RIA) + 5.8 (r=0.9817). CONCLUSION: We conclude that FPIAm provides na alternative method for measuring cyclosporine in whole blood with the added advantages of being reasonably rapid, precise and easy to perform.
  • Technical aspects of esophagomyotomy with divulsion for early chagasic megaesophagus surgical treatment Artigos Originais

    Pilon, B.; Teixeira, F.V.; Terrazas, J.P.I.; Moreira, E.P.; Pillon, E.Y.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Os autores descrevem uma variante da técnica proposta por Heller para o tratamento cirúrgico do megaesofago: esofagocardiomiotomia com divulsão associada a esofagofundogastropexia. CASUÍSTICA E MÉTODO: No período de junho de 1988 a março de 1996, foram operados, na Disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina de Marília, SP, 50 pacientes portadores de megaêsofago chagásico graus I, II e III. RESULTADOS: Num seguimento de seis meses a 7,6 anos, os resultados são classificados como ótimo, 86%, e bom, 14%. O estudo radiológico contrastado mostra melhora do clareamento esofágico e a endoscopia, ausência de restos alimentares e esofagite. CONCLUSÃO: Os autores concluem que esofagocardiomiotomia com divulsão associada a esofagofundogastropexia é eficaz no tratamento cirúrgico do megaesôfago chagásico graus I, II e III, e enfatizam a facilidade técnica e a segurança do procedimento.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The authors describe a Heller's technique alteration used for treatment of early Chagasic megaesphagus (ECM): esophagocardiomyotomy with divulsion plus esophagocardiopexy. PATIENTS AND METHODS: Between June 1988 and March 1996, fifty patients were operated on at Surgery Department of FAMEMA. All had chagasic megaesophagus degrees I, II and III. RESULTS: The results were excellent in 86% (43/50) and good in 14% (7/50), for 6 months to 7.6 years of follow up. The radiological and endoscopic studies showed neither esophagic stasis nor food residues and esophagitis. CONCLUSION: The authors concluded that esophagocardiomyotomy with divulsion plus esophagocardiogastropexy is efficient in ECM degrees I, II e III and emphasize both technical facility and security.
  • Immunological indicators (IgM and C-reactive protein) in neonatal infections Artigos Originais

    Vaz, F.A.C.; Ceccon, M.E.J.; Diníz, E.M.A.; Valdetaro, F.

    Abstract in Portuguese:

    A sepse, no período neonatal, está associada com a presença de fatores de risco para infecção e com o estado imunológico do recém-nascido. OBJETIVO: Verificar, em recém-nascidos com fatores de risco para infecção, o papel da proteína C reativa (PCR) e da imunoglobulina M (IgM) como indicadores de infecção. CAUSÍSTICA E METODOLOGIA: Foram estudados 57 recém-nascidos que apresentavam, como fatores de risco para infecção: ruptura prematura de membranas, associada ou não a amnionite clínica ou a infecção de trato urinário. Estes foram classificados em três grupos, de acordo com a idade gestacional <34 semanas, entre 34-36 6/7 semanas e (>37 semanas). O diagnóstico de infecção foi baseado em critérios clínicos e laboratoriais, e foram incluídos entre os métodos de diágnóstico a dosagem de PCR e de IgM. Os exames laboratoriais foram colhidos ao nascimento e no quinto dia de vida. RESULTADOS: Dos 57 recém-nascidos estudados, 18 (31,5%) apresentaram sepse, sendo 13 (22,8%) a forma precoce e cinco (8,7%) a forma tardia. Houve associação estatisticamente significante entre idade gestacional, peso e presença de infecção, constituindo o grupo com idade gestacional inferior a 34 semanas o mais acometido e o que apresentou também maior número de óbitos relacionados com o processo infeccioso. Não se observou associação estatisticamente significante entre sexo e infecção nos três grupos estudados. Em relação à IgM, houve diferença estatisticamente significante entre níveis séricos médios de IgM dos RNs infectados que se mostraram superiores aos dos não-infectados nos três grupos de idade gestacional, tanto ao nascimento como no quinto dia, sendo esta diferença mais evidente no quinto dia. Constatou-se forte associação estatística entre níveis de PCR >10mg/litro e presença de infecção nos três grupos estudados. CONCLUSÕES: Nesta casuística, a PCR foi o melhor indicador de infecção, revelado-se esta prova confiável para seguimento clínico no quinto dia de vida, e naqueles casos que apresentaram infecção tardia foi a primeira prova a se mostrar alterada.

    Abstract in English:

    Sepsis in the neonatal age is associated with risk factors for infections and with the inmunological state of the newborn infant. BACKGROUND: Verify if IgM and C-reactive protein were indicators of infection in newborn infants with risk factors. MATERIAL AND METHODS: We studied 57 newborn infants that had: premature rupture of amniotic membranes associated ou no with clinical amnionits or with urinary tract infection. They were classified in three gestational age groups (<34 weeks, between 34-36 6/7 and (37 weeks) Sepsis diagnosis was made through clinical and laboratorial criterious and we also included: IgM and C-reactive protein obtained of the newborn at birth and at fith day of life. RESULTS: Sepsis diagnosis was made in 18 (31.5%) of 57 newborn infants, 13 (22.8%) with early sepsis and 5 (8.7%) with late sepsis. The infection had statistical association with gestational age and with weight at birth. The gestational group <34 weeks was more infected and in this group the number of newborn that died had association with infection. We did not observed association in the three groups studied between infection and sex. There were significant differences of levels of IgM between infected and not infected newborn infants in the same group of gestional age, this difference was more evident in the fith day. There were association between levels of C-reactive protein >10mg/L and infection in the three groups studied. CONCLUSION: C-reactive protein was the better indicator of infection at birth and in the fith day of life and this was very important for the clinical evolution of the infection and in the late sepsis was the first prove that was altered.
  • Increase in the frequency of norfloxacin and ciprofloxacin resistance of bacteria isolated from urine culture Artigos Originais

    Lopes, A.A.; Salgado, K.; Martinelli, R.; Rocha, H.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar mudanças, ao longo dos anos, na freqüência de resistência à norfloxacina e ciprofloxacina em bactérias isoladas de uroculturas. MÉTODOS: Resultados de todas as uroculturas com crescimento bacteriano de pelo menos 10(5) unidades formadoras de colônias por mL de urina (UFC/mL), realizadas no Serviço de Nefrologia da Universidade Federal da Bahia durante o período 1983-1994, foram analisadas. As bactérias incluídas na análise foram aquelas mais freqüentemente isolados: Escherichia coli (n=668), Klebsiella spp. (n=286), Staphylococcus spp. (n=186), Proteus spp. (n=135) e Enterobacter spp. (n=129). RESULTADOS: A freqüência de bactérias resistentes à norfloxacina foi de 3,2%, no período 1983-1986; 5,9%, no período 1987-1990; e 9,1%, no período 1991-1994 (p<0,05). Klebsiella spp. e Enterobacter spp. foram as bactérias que apresentaram maiores aumentos na freqüência de resistência à norfloxacina. Para a ciprofloxacina, constatou-se resistência em 7,4% das bactérias isoladas, no período 1985-1989, e 16,5%, no período 1990-1994 (p<0,05). Esse aumento na freqüência de bactérias resistentes à ciprofloxacina foi mais marcante para Enterobacter spp. e Staphylococcus spp. CONCLUSÕES: Os resultados do presente estudo mostram um aumento gradual na freqüência de resistência à norfloxacina e ciprofloxacina entre as bactérias mais comumente isoladas em uroculturas. A influência do uso prévio de quinolonas e de peculiaridades da bactéria infectante, nesses achados, representa importante questão a ser investigada.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To assess time trends in the frequency of norfloxacin and ciprofloxacin resistance of bacteria isolated from urine culture. METHODS: Results of all urine cultures with a bacterial growth of at least 10(5) colony-forming units per milliter, performed at the Renal Service of the Federal University of Bahia, Brazil, from 1983 to 1994 were analyzed. The bacteria considered for this analysis were those most often isolated: Escherichia coli (n=668), Klebsiella spp. (n=286), Staphylococcus spp. (n=186), Proteus spp. (n=135) and Enterobacter spp. (n=129). RESULTS: The frequencies of norfloxacin resistance for the periods 1983-1986, 1987-1990 and 1991-1994 were 3.2%, 5.9% and 9.1%, respectively (p-value<0.05). The most pronounced increases in the frequencies of norfloxacin-resistance were observed for Klebsiella spp. and Enterobacter spp. The frequency of ciprofloxacin resistance was 7.4% in the period 1985-1989 and 16.5% in the period 1990-1994 (p-value<0.05). This time trend in ciprofloxacin resistance was more striking for Enterobacter spp. and Staphylococcus spp. CONCLUSION: The results show a gradual increase in the frequency of norfloxacin and ciprofloxacin resistance of the bacteria most commonly isolated from urine cultures. The influence of previous treatment with quinolones and characteristics of the infecting bacteria on these findings are important questions to to be addressed in future investigations.
  • Blood transfusion in term and preterm infants Artigos Originais

    Albiero, A.L.; Diniz, E.M.A.; Novaretti, M.C.Z.; Vaz, F.A.C.; Chamone, D.A.F.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Comparar o consumo de hemocomponentes entre recém-nascidos (RN) de termo (RNT) e pré-termo (RNPT) e correlacionar esse consumo ao tipo de tratamento dispensado à sua patologia: clínico ou cirúrgico; acidentes hemorrágicos e sobrevida. CASUÍSTICA E METODOLOGIA: 48 RNs classificados em dois grupos: 26 RNT e 22 RNPT receberam 251 unidades de hemocomponentes: 177 unidades de concentrado de hemácias (CH), 36 de concentrado de plaquetas (CP), 30 de plasma fresco congelado (PFC) e oito de sangue total (ST), no período de 186 dias. Foi analisado o consumo de hemocomponentes em cada grupo, e na razão do número de RNs vivos por dia, até o 120º dia. RESULTADOS: O consumo médio de hemocomponentes foi de 7,31 unidades para RNPT e 3,46 para RNT. A análise de consumo diário revelou que a maior parte ocorreu em RNs sob tratamento clínico antes do 60º dia de vida (d.v.) e que um aumento após o 86º d.v. pode ser atribuído a um aumento de cirurgias nessa fase. Os acidentes hemorrágicos predominaram em RNPT com plaquetometria inferior a 60.000/mm³. Foi constatada uma tendência inversamente proporcional entre o número de transfusões e a sobrevida. CONCLUSÕES: Os RNPT consumiram mais hemocomponentes que os RNT. Esse consumo estava ligado à patologia de base. Foi sugerido que a transfusão profilática de CP em RNPT poderia reduzir o número de hemorragias, além do consumo de CH nesse grupo. Mais de dez transfusões de hemocomponentes nos primeiros 120 d.v., em ambos os grupos, parece constituir marcador de mau prognóstico.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Blood transfusion requirements for preterm infants are greater than for newborn ones. We compare blood transfusion requirements for newborn and premature infants and their pathology: clinical or surgical; hemorragic accidents and survival. METHODS: 48 newborns classified in 2 groups: 26 newborn and 22 preterm infants received 251 units of blood components: 177 units of red cell concentrates, 36 of platelet concentrates, 30 of fresh frozen plasma and 8 of total blood in a 186 days period. We analyzed total requirements of components in each group and daily, under a live-infant/day rate until 120 days. RESULTS: The all-components median requirements were 7.31 units for premature and 3.46 for newborn infants. Daily requirements analyzes reveal that requirements were greater before 60th day of life (d.l.) on clinical patients and after 86th d.l. may be caused by surgical acts. Hemorragic accidents happen on premature with less than 60.000 platelets/mm³. The survival wave by number of transfusions, until 186 d.l., shows an inversely proportional trend between the number of transfusions done and the hope of life. CONCLUSIONS: Blood requirements for preterm infants are greater than for term ones. Those requirements are related to their pathology. Prophylatic platelet transfusions may reduce hemorrhagic accidents then red blood cell transfusions in preterm infants group. The number of transfusions over 10 is a surrogate marker of bad prognosis for both groups up to 120 d.l.
  • Frequency of stenosis of renal the artery in 676 renal transplants Artigos Originais

    Lopes, J.A.M.; Almeida, C.J.R. de; Hachul, M.; Srougi, M.

    Abstract in Portuguese:

    O transplante renal é um tratamento seguro e efetivo para os pacientes portadores de falência renal e em regime de diálise. Apesar de bem padronizada, a cirurgia pode apresentar complicações urológicas, clínicas e vasculares, sendo a estenose de artéria renal a complicação vascular mais comum. OBJETIVO: Verificar a freqüência de estenose de artéria renal nos pacientes submetidos a transplante renal, no período de fevereiro de 1985 a dezembro de 1994, na Unidade de Transplante Renal do Hospital São Paulo, da Universidade Federal de São Paulo -- UNIFESP -- Escola Paulista de Medicina, compararando-se as anastomoses arteriais término-terminal e término-lateral. CASUÍSTICA E MÉTODO: Foram analisados, retrospectivamente, 676 prontuários de pacientes submetidos a transplante renal, com idade mediana de 34 anos. O teste exato de Fischer foi aplicado para comparar os grupos etários, étnicos e sexo em relação a presença de estenose, sendo calculado os limites inferior e superior para a porcentagem de casos com estenose. RESULTADOS: A estenose de artéria renal foi encontrada em 11 pacientes (1,63%). Destes, 0,74% foram submetidos a anastomose arterial término-terminal e 0,89% término-lateral. Todos os casos ocorreram em transplantes realizados com rim de doador cadáver. CONCLUSÃO: A freqüência de estenose de artéria renal foi baixa, verificada apenas em receptores de rins de doador cadáver, não diferindo de modo significante em relação ao tipo de anastomose realizada, e não sofrendo interferência quanto à idade, ao sexo e ao grupo étnico dos pacientes transplantados.

    Abstract in English:

    Kidney transplantation is the permanent and safe treatment for patients with chronic renal failure, although surgical treatment is susceptible both to urological and many vascular complications, and post-transplantation, renal artery stenosis being the most important. OBJECTIVE: To verify the incidence of renal artery stenosis of 676 patients submitted to renal transplants, from living and cadaver donors, in the period of February of 1985 to December of 1994, when compared the end-to-end and end-to-side anastomosis with the external iliac artery of the recipient. METHODS: The data shown were obtained from charts of 676 patients submitted to renal transplants performed by the same surgery staff at the Hospital São Paulo -- Universidade Federal de São Paulo -- Escola Paulista de Medicina, between 1985 and 1994. RESULTS: Eleven cases (1.63%) of post-transplantation renal artery stenosis were found. CONCLUSION: 1) Frequency of post-transplantation renal artery stenosis was low and observed only in recipients of cadavers donors. 2) Frequency of post-transplantation renal artery stenosis with end-to-end artery anastomosis did not significantly differ from end-to-side anastomosis. 3) Age, sex and ethnic groups of patients did not interfere in the frequency of renal artery stenosis.
  • Development of puberty in girls treated by acute lymphocytic leukaemia Comunicações

    Monteiro, I.M.M.; Bedone, A.J.; Pinto, C.L.B.; Brandalise, S.R.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Com o objetivo de avaliar o desenvolvimento puberal após o tratamento de leucemia linfóide aguda (LLA) na infância, foi realizado um estudo retrospectivo, em meninas tratadas de janeiro de 1980 a janeiro de 1991, no Centro de Investigações Hematológicas "Dr. Domingos A. Boldrini", em Campinas-SP. CASUÍSTICA E MÉTODO: Foram selecionadas 42 meninas, tratadas antes da puberdade com quimioterapia sistêmica e intratecal e radioterapia cranial, utilizando doses de 18 ou 24 Grays (Gy). RESULTADOS: As idades médias da telarca, pubarca e menarca foram inferiores às do grupo-controle, embora com significância estatística apenas para a idade da telarca. Não houve diferenças entre os grupos tratados com 18 ou 24Gy. As meninas tratadas antes dos cinco anos de idade apresentaram idade média da menarca estatisticamente inferior àquelas tratadas após cinco anos e em relação ao grupo-controle. CONCLUSÃO: Os resultados mostraram que o desenvolvimento puberal em meninas tratadas de LLA na infância foi mais precoce que o de meninas saudáveis.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: In order to evaluate the puberal development of girls treated by Acute Lymphocytic Leukaemia (ALL) a retrospective study was done at Campinas-SP, Brazil. MATERIAL AND METHODS: Forty two girls were treated by ALL with either 18 or 24 Grays of cranial irradiation. All patients were treated with chemotherapy including intrathecal methotrexate in similar dose regimens in either groups. Results. The results showed lower mean ages at telarche, pubarche and menarche in the treated group, mainly in the group treated before five years old. No differences were observed in the 18 Grays or 24 Grays group. CONCLUSIONS: Our data suggest that girls treated by ALL have a precocious puberal development.
  • Surgical removal of pulmonary metastases: prospective study in 182 patients Comunicações

    Younes, R.N.; Haddad, F.; Ferreira, F.; Gross, J.L.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O presente estudo visa avaliar os resultados do tratamento cirúrgico de metástases pulmonares, além de tentar identificar mais precisamente os subgrupos de pacientes que se beneficiariam mais da operação. CASUÍSTICA E MÉTODO: O estudo é uma análise prospectiva de pacientes com história de tumores primários, submetidos à ressecção de nódulos pulmonares com suspeita ou diagnóstico de metástases, para determinar os resultados desta abordagem, e investigar a influência de fatores prognósticos potenciais sobre a probabilidade de sobrevida global ou livre de doença. Foram incluídos neste estudo todos os pacientes (n=182) com neoplasias malignas prévias, e submetidos a toracotomia. RESULTADOS: Os pacientes submetidos à ressecção pulmonar de nódulos suspeitos de metástases revelaram a ausência de qualquer neoplasia em 34 deles (18,6%), seis deles (3,2%) apresentaram um segundo tumor primário de pulmão. A sobrevida global dos pacientes foi de 28% em 56 meses. A sobrevida livre de doença de 56 meses foi de 9%. A análise multivariada mostrou que a sobrevida global dos pacientes foi influenciada pelo intervalo livre de doença (menor que 1,5 ano, p=0,002), pela ressecção completa (p=0,039), e pelo número de nódulos malignos ressecados (menor que três nódulos, p=0,016). A sobrevida livre de doença foi significativamente afetada pela ressecção completa das metástases (p=0,0001) e pelo número de nódulos malignos ressecados (menor que três nódulos, p=0,004). CONCLUSÃO: A ressecção cirúrgica de metástases pulmonares beneficia um grupo selecionado de pacientes; estudos complementares são necessários para se definir o valor da associação de outras modalidades terapêuticas na sobrevida destes pacientes.

    Abstract in English:

    PURPOSE: The present study evaluates the results of surgical treatment of lung metastases, as well as attempts to identify subgroups of patients who would benefit the most from the operation. CASE AND METHODS: This is a prospective analysis of patients with history of neoplasia, submitted to resection of pulmonary nodules, with the diagnosis or suspicion of metastases. The 182 patients were operated upon through a lateral thoracotomy. RESULTS: The patients submitted to pulmonary resection for suspected metastases showed no malignant tissue in 34 patients (18.6%), and in six patients (3.2%) were diagnosed a second lung primary tumor. Overall survival of the patients was 28% at 56 months, and disease-free survival was 9%. Multivariate analysis showed that disease free interval (p=0.002), complete resection (p=0.039), and number of malignant nodules resected (p=0.016) significantly affected overall survival. Disease-free survival was affected only by complete resection (p=0.0001) and number of malignant nodules resected (p=0.004). CONCLUSION: Resection of pulmonary metastasis improve survival in a selected group of patients. More studies are necessary to define the value of other therapies in the results of survival in resected pulmonary metastasis.
  • Colangiopancreatografia por ressonância magnética: uma nova forma de avaliar as vias biliares e pancreáticas Artigos De Revisão

    Rocha, M.S.; Ueda, S.K.; Machado, M.C.; Pinotti, H.W.
  • Dor torácica em pacientes com cinecoronariografia normal (síndrome X): novos conceitos Artigos De Revisão

    Ramires, J.A.F.; Vianna, C.B.
  • Os plantões médicos, o sono e a ritmicidade biológica Artigos De Revisão

    Gaspar, S.; Moreno, C.; Menna-Barreto, L.
  • Redução de volume pulmonar - uma alternativa cirúrgica para o tratamento do enfisema pulmonar difuso grave? Artigos De Revisão

    Losso, L.C.; Haddad, R.
  • Molecular analysis and clinical evolution of one case of Ph1-positive acute myeloid leukemia (AML) Relatos De Caso

    Colleoni, G.W.B.; Satake, M.; Borovik, C.L.; Kerbauy, J.; Yamamoto, M.

    Abstract in Portuguese:

    Os autores relatam um caso de leucemia mielóide aguda (LMA) que apresentava, ao diagnóstico, basofilia no sangue periférico e cariótipo com presença do cromossomo Filadélfia (Ph1). Após um ano de tratamento com quimioterapia intensiva e em fase de remissão clínica e hematológica, a análise molecular pela técnica da reação em cadeia da polimerase-transcriptase reversa (RT-PCR) revelou presença de doença residual (rearranjo b2-a2). A seguir, o paciente apresentou primeira recidiva como LMA e, após a remissão, evoluiu com quadro hematológico sugestivo de leucemia mielóide crônica (LMC) em fase crônica. Após dez meses, apresentou nova recidiva da LMA. Os autores discutem a dificuldade do diagnóstico diferencial entre LMA Ph1-positivo de novo e crise blástica mielóide como primeira manifestação clínica da LMC, baseados nos aspectos clínicos e moleculares.

    Abstract in English:

    A case of AML presented with basophilia in peripheral blood and Ph1 chromosome in karyotype analysis is reported. After one year of treatment with intensive chemoterapy and clinical and hematological remission, molecular analysis (RT-PCR) detected minimal residual disease (b2-a2 rearrangement). Thus, the patient relapsed as AML and, after second remission, he developed a hematological picture of chronic CML. Ten months later, he relapsed again as AML. The difficulties of diagnosis between AML Ph1-positive de novo and myeloid blast crisis of CML, as the first manifestation of disease, based on clinical and molecular aspects are discussed.
  • Reconstructive surgery of the lower lip with esthetic-functional recovery. Report of two cases Relatos De Caso

    Nassif Filho, A.C.N.; Shibuio, J.R.; Tarlé, R.G.; Arnoud, J.; Maestri, J.E.G.

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo relata dois casos de pacientes com carcinoma espinocelular extenso em lábio inferior, submetidos a cirurgia reconstrutiva, utilizando o retalho de avançamento lateral com reconstrução do vermelhão labial. Objetivo do trabalho: descrição da técnica de reconstrução com retalho de avançamento lateral, levando-se em consideração a recuperação não somente funcional, mas também estética do paciente. É também sugerida pelos autores uma classificação propondo as principais localizações do carcinoma espinocelular de lábio, a qual permite uma melhor definição quanto à técnica cirúrgica a ser utilizada em cada caso, dependendo da localização e acometimento ou não da comissura labial.

    Abstract in English:

    Two cases of patients with large squamous cell carcinoma in the lower lip, that were submitted to the reconstructive surgery, using technique of lateral progress with reconstruction of the red lip, always tends the concern of the recovery not only functional as well as aesthetic of these pacients ones, are reported. A classification is given suggesting the main locations of the squamous cell carcinoma of the lip, allowing better definition with relationship to the surgical technique to be used in each case, depending on the location and involvement or not of the lip comissure.
Associação Médica Brasileira R. São Carlos do Pinhal, 324, 01333-903 São Paulo SP - Brazil, Tel: +55 11 3178-6800, Fax: +55 11 3178-6816 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: ramb@amb.org.br