CRESCIMENTO E ANÁLISE NUTRICIONAL DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM SUBSTRATO CONTAMINADO POR HERBICIDAS LIXIVIÁVEIS

Rebecca de Araújo Fiore José Barbosa Dos Santos Evander Alves Ferreira Cássia Michelle Cabral Israel Marinho Pereira Sobre os autores

RESUMO

A contaminação de ecossistemas por resíduos de defensivos agrícolas, especial atenção deve ser dada para os herbicidas passíveis de lixiviação. O objetivo foi selecionar espécies arbóreas para a rizodegradação de ambientes contaminados por resíduos de 2,4-D e atrazine, e para recomposição de mata ciliar aos campos agrícolas e, consequentemente, diminuir riscos de contaminação de cursos hídricos. Foram avaliados 36 tratamentos compostos pela combinação de 12 espécies florestais: [inga- Inga marginata Willd, guapuruvu - Schizolobium parahyba (Vell), ipê amarelo- Handroanthus serratifolius (A.H.Gentry) S.Grose, carobinha - Jacaranda puberula Chan, cedro- Cedrela fissilis Vell, landin -Calophyllum brasiliense Camb, goiabinha- Psidium myrsinoides Berg, quaresmeira-Tibouchina granulosa Cogn, pau-ferro - Caesalpinia ferrea Mart, sibipiruna - Caesalpinia pluviosa DC, capitão -Terminalia argentea Mart & Zucc e braúna- Schinopsis brasiliensis Enge S.F.Blacke] e três soluções simulando o composto lixiviado (atrazine, 2,4-D e água - controle), com quatro repetições cada. Foram mensuradas a altura da planta, o diâmetro do caule, o número de folhas, a área foliar e o acúmulo de biomassa seca e a nutrição foliar. A maioria das espécies apresentou increaseo em macronutrientes mesmo submetidas à aplicação dos herbicidas, sendo que o inga apresentou maior tolerância em relação as análise de crescimento. Assim, recomenda-se a utilização das espécies mais tolerantes aos herbicidas Atrazine e 2,4-D em experimentos de campo para confirmar os resultados preliminares desta simulação.

Palavras-chave:
Inga marginata; Tolerância; Fitorremediação

Sociedade de Investigações Florestais Universidade Federal de Viçosa, CEP: 36570-900 - Viçosa - Minas Gerais - Brazil, Tel: (55 31) 3612-3959 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rarvore@sif.org.br