CONCENTRAÇÃO E DIMENSÕES DE PARTICULADOS SUSPENSOS NO AR DE AMBIENTES FABRIS

Renilson Luiz Teixeira Raphael Nogueira Rezende José Reinaldo Moreira da Silva Luana Elís de Ramos e Paula Sobre os autores

RESUMO

Em fábricas de móveis, o corte de painéis de fibras de média densidade (MDF) gera altas concentrações de particulados suspensos no ar, que dependendo de suas dimensões podem atingir áreas sensíveis do aparelho respiratório dos trabalhadores. O objetivo desse trabalho foi testar um método para medir dimensões de partículas oriundas do corte de painéis de madeira. O experimento foi desenvolvido em duas fábricas de móveis, de pequeno porte, em Lavras/MG. Durante o corte de painéis MDF foram coletadas e medidas partículas suspensas no ar, por meio de microscopia óptica. Os dados obtidos mostraram uma condição crítica no ambiente de trabalho, com elevadas concentrações de partículas pequenas (< 10 µm), que podem se alojar nos pulmões dos trabalhadores. O processo de medição das partículas demonstrou-se preciso e de fácil execução. Também, observou a importância de investimentos em exaustores (EPC) e, ou respirador tipo PFF2 (EPI), para a proteção dos trabalhadores.

Palavras-Chave:
Segurança do Trabalho; Higiene Ocupacional; Fábricas de Móveis

Sociedade de Investigações Florestais Universidade Federal de Viçosa, CEP: 36570-900 - Viçosa - Minas Gerais - Brazil, Tel: (55 31) 3612-3959 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: rarvore@sif.org.br