Accessibility / Report Error

Angiografia pulmonar em tomógrafo de 64 detectores com 50 mL de contraste iodado: protocolo de aquisição factível em uma população não selecionada de pacientes

Henrique Simão Trad Gustavo Santos Boasquevisque Tiago Rangon Giacometti Catherine Yang Trad Orlando Salomão Zoghbi Neto Clovis Simão Trad Sobre os autores

Resumo

Objetivo:

Propusemos um protocolo com 50 mL de contraste, sem seleção de população e testamos o contraste vascular e a qualidade de imagem.

Materiais e Métodos:

Vinte e nove pacientes com idades entre 22 e 86 anos, com índice de massa corporal de 19,0 a 41,8 kg/m2, realizaram angiografia pulmonar em equipamento de 64 detectores. Foram injetados 50 mL de contraste iodado em acesso venoso periférico, na taxa de 4,5 mL/s2, com técnica de bolus tracking na veia cava superior. Dois radiologistas experientes avaliaram o realce vascular e a qualidade de imagem.

Resultados:

A densidade média no tronco pulmonar, ramos direito e esquerdo, artérias pulmonares inferiores direita e esquerda foram, respectivamente, 382, 379, 377, 346 e 364 unidades Hounsfield. Artérias subsegmentares foram avaliadas em todos os casos. Artefatos por restos de contraste na veia cava superior estavam presentes em todos os casos, sem prejudicar a avaliação das imagens.

Conclusão:

Angiotomografia pulmonar pode ser realizada com 50 mL de contraste iodado, sem necessidade de seleção dos pacientes e apesar de suas características físicas, com boa qualidade de imagem.

Unitermos:
Tomografia computadorizada; Meio de contraste; Angiotomografia pulmonar; Embolia pulmonar

Publicação do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Av. Paulista, 37 - 7º andar - conjunto 71, 01311-902 - São Paulo - SP, Tel.: +55 11 3372-4541, Fax: 3285-1690, Fax: +55 11 3285-1690 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: radiologiabrasileira@cbr.org.br