Germinação de sementes de espécies pioneiras tropicais sob condições controladas e naturais

Foi estudada a germinação de sementes de oito espécies de pioneiras tropicais (Cecropia hololeuca, C. pachystachya, C.glazioui, Solanum gracillimum, S. granuloso-leprosum, S.tabacifolium, Croton floribundus e Miconia chamissois). Em condições controladas, foram testadas temperaturas alternadas usando amplitudes que variaram de 5 a 25 °C. Também foram testadas baixas razões de vermelho:vermelho extremo. Em condições naturais, a germinação foi testada em clareira e sob o dossel. Com exceção de Croton floribundus, todas as outras espécies se mostraram fotoblásticas, sendo que altas porcentagens de germinação foram encontradas sob condições de luz (S. tabacifolium comportou-se como espécie fotoblástica negativa em algumas temperaturas). Não foi encontrada relação entre porcentagens de germinação e amplitude de temperaturas. A germinação foi drasticamente reduzida sob baixas razões de vermelho:vermelho extremo. Alternância de temperatura não foi o principal fator a influenciar a germinação em condições naturais. A baixa razão vermelho:vermelho extremo prevalecente sob o dossel parece ser o fator crucial que afeta a germinação.


Sociedade Botânica de São Paulo Caixa Postal 57088, 04089-972 São Paulo SP - Brasil, Tel.: (55 11) 5584-6300 - ext. 225, Fax: (55 11) 577.3678 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: brazbot@gmail.com