Accessibility / Report Error
Brazilian Journal of Botany, Volume: 26, Issue: 1, Published: 2003
  • Editorial

    Buckeridge, Marcos S.
  • Meristematic endodermis and secretory structures in adventitious roots of Richterago Kuntze (Mutisieae-Asteraceae)

    Melo-de-Pinna, Gladys F.A.; Menezes, Nanuza L.

    Abstract in Portuguese:

    Nas raízes adventícias de espécies de Richterago, a endoderme meristemática origina-se a partir de uma das células do meristema fundamental, que irá sofrer sucessivas divisões anticlinais e periclinais para formar o córtex interno, permanecendo como uma camada meristemática até sua diferenciação em endoderme com as estrias de Caspary. Quando os elementos crivados já se encontram diferenciados, canais secretores endodérmicos, de origem esquizógena, podem ser visualizados nas regiões adjacentes ao floema primário. Laticíferos articulados ocorrem na fase inicial do desenvolvimento secundário, cujas células apresentam pontoações nas paredes terminais e transversais. A presença de inulina no córtex interno e no cilindro vascular, como carboidrato de reserva, pode estar relacionada com fatores abióticos, sendo uma estratégia adaptativa das espécies.

    Abstract in English:

    The meristematic endodermis in adventitious roots of Richterago species originates in one of the fundamental meristem cells, which undergo sucessive anticlinal and periclinal divisions to build the inner cortex. The meristematic endodermis or proendodermis remains as a meristematic layer until its differentiation into endodermis, with Casparian strip. When sieve elements differentiate, endodermic secretory canals of esquizogenous origin are present at the region adjacent to primary phloem. Articulated laticifers, with cells perforated at both terminal and transversal walls, also occur during initial phases of secondary development. Presence of inulin as reserve carbohydrate in the inner cortex and vascular tissue may be related to abiotic factors, as an adaptive strategy of these species.
  • Fructan degradation and hydrolytic activity in tuberous roots of Viguiera discolor Baker (Asteraceae), a herbaceous species from the cerrado

    Degasperi, Maria I.; Itaya, Nair M.; Buckeridge, Marcos S.; Figueiredo-Ribeiro, Rita De Cássia L.

    Abstract in Portuguese:

    Frutano do tipo inulina é o principal carboidrato de reserva das raízes tuberosas de Viguiera discolor, uma espécie herbácea nativa do cerrado. Variações na massa molecular do polímero, acompanhadas de altas proporções de frutose livre sugeriram que a hidrólise do mesmo poderia estar associada à brotação das plantas, após o período de dormência, quando toda a parte aérea é naturalmente eliminada. Após indução experimental de brotação e estímulo da atividade hidrolítica, por eliminação da parte aérea, o extrato enzimático foi parcialmente purificado por adsorção em Sepharose ConA, sendo a maior atividade detectada em pH 5,4 e entre 20 e 40 °C. Não foi possível determinar os valores de Km para a inulina, uma vez que até a concentração de 10% não houve a saturação do substrato. O estudo da cinética da atividade de frutano 1- exohidrolase mostrou que a mesma não corresponde à cinética de Michaelis-Menten, apresentando um comportamento aparentemente alostérico, uma vez que os dados se enquadram na equação de Hill. A 1-FEH de V. discolor é uma glicoproteína, mais ativa sobre oligofrutanos do que sobre inulina de alta massa molecular, como a encontrada em outras Asteráceas, e principalmente na própria espécie.

    Abstract in English:

    Fructans of the inulin type are the major reserve carbohydrates in tuberous roots of Viguiera discolor, a perennial herb native to the cerrado. Changes in molecular mass of the polymer, followed by releasing free fructose suggested that hydrolysis could be related to the sprouting of the buds after the dormant period, when aerial parts of the plant are naturally absent. Excision of aerial parts resulted in the increase of fructan 1-exohydrolase (1-FEH) activity in tuberous roots after sprouting. 1-FEH was partially purified from this material by binding to ConA-Sepharose and the highest activity was detected at pH 5.4 and between 20 and 40 °C. Values of Km for V. discolor inulin could not be determined since no saturation was observed up to 10%. The study of the kinetics of the 1-FEH activity showed that it does not follow Michaelis-Menten and apparently presents allosteric behaviour, as data fits in the Hill equation. The 1-FEH from V. discolor is a glycoprotein, more active on low molecular mass fructans than on high molecular mass inulin from the same species.
  • Morphology and anatomy of the fruit and seed in development of Chorisia speciosa A. St.-Hil. - Bombacaceae

    Marzinek, Juliana; Mourão, Káthia S.M.

    Abstract in Portuguese:

    Descreveu-se a estrutura do fruto e da semente em desenvolvimento de Chorisia speciosa, visando elucidar a natureza dos pêlos que envolvem as sementes e subsidiar futuros estudos taxonômicos e ecológicos do grupo. O fruto é uma cápsula loculicida, elipsóide e apresenta o exocarpo constituído por 7-10 camadas de células com paredes celulares muito espessas com pontoações simples e evidentes. O mesocarpo parenquimático contém numerosas cavidades secretoras de mucilagem e feixes vasculares ramificados, acompanhados por fibras esclerenquimáticas. O endocarpo deriva da epiderme ventral da parede ovariana, cujas células alongam-se gradualmente, tornam-se lignificadas, cosntituindo os tricomas que envolvem as sementes. A deiscência do fruto ocorre por meio de uma sutura, na região mediana da folha carpelar, já evidente na parede ovariana. Os óvulos anátropos, bitegumentados e providos de hipóstase, originam sementes campilótropas e bitegumentadas. A testa é unisseriada. O exotégmen é constituído inteiramente por macroesclereídes; no mesotégmen ocorrem cavidades secretoras de mucilagem; e o endotégmen, que se diferencia no endotélio, torna-se colapsado na semente madura. O embrião plicado, que ocupa praticamente toda a cavidade seminal, encontra-se entre camadas de endosperma, sendo ambos ricos em material lipídico.

    Abstract in English:

    The structure of the fruit and seed in development of Chorisia speciosa are described with the main purpose of clarifying the origin and nature of the hairs that cover the seeds and aiding future taxonomical and ecological studies of the group. The fruit is an ellipsoid loculicide capsule and presents the exocarp formed by 7-10 cells layers, with very thick walls and evident simple pits. A great number of mucilage secretory cavities and ramified vascular bundles, accompanied by fibers, occur in the parenchymatic mesocarp. The endocarp derives from the ventral epidermis of the ovary wall, whose cells undergo a gradual elongation, become lignified, and constitute the trichomes which cover the mature seeds. The fruit aperture occurs by means of a suture evident in the ovarian wall in the middle region of the carpel leaf. Anatropous and bitegmic ovules, provided by a hypostase, give rise to campilotropous and bitegmic seeds. The testa is uniseriate, the exotegmen is completely formed by macrosclereids, and mucilage secretory cavities occur in the mesotegmen. The endotegmen, which is differentiated in the endothelium, is crushed in the mature seed. The plicate embryo, which occupies practically the entire seminal cavity, is found between endosperm layers, both being rich in lipids.
  • Seedling growth of fifteen Brazilian tropical tree species differing in successional status

    Souza, Rogéria P.; Válio, Ivany F.M.

    Abstract in Portuguese:

    O crescimento de plântulas de quinze espécies arbóreas tropicais pertencentes a diferentes estádios sucessionais foi estudado sob condições de campo. As plântulas foram cultivadas sob tratamentos de radiação plena, sombreamento artificial proporcionado por telas sombrite e sombreamento natural imposto por dossel vegetal na Reserva Municipal de Santa Genebra em Campinas, SP, Brasil. A maioria das espécies estudadas sobreviveu aos tratamentos de sombreamento, com marcantes alterações no crescimento. Reduções de altura, número de entrenós, massa seca, área foliar e razão raiz/parte aérea (R/PA) foram respostas freqüentes ao sombreamento, assim como também aumentos da razão de massa foliar (RMF), razão de área foliar (RAF) e área foliar específica (AFE). As taxas de crescimento relativo (TCRs) e as taxas de assimilação líquida (TALs) apresentaram-se consistentemente mais baixas nos tratamentos de sombreamento. TCR se mostrou significativamente correlacionada com TAL nos tratamentos de radiação plena e sombreamento natural e com RAF no tratamento de sombreamento artificial. O sombreamento natural teve efeitos mais severos na redução da área foliar e da TCR. As diferenças inter-específicas nos parâmetros R/PA, RMF, AFE e RAF não se mostraram correlacionadas com o estádio sucessional. Foi observada uma tendência das espécies de estádios iniciais de sucessão apresentarem maiores TCRs do que as espécies tardias, independentemente do ambiente de luz. As espécies tardias apresentaram, em relação às iniciais, respostas menos pronunciadas ao sombreamento. As características apresentadas pelas espécies tardias podem estar associadas com tolerância à sombra, permitindo sua manutenção sob dosséis fechados por maiores períodos de tempo.

    Abstract in English:

    Growth of seedlings of fifteen tropical tree species representative, at the adult stage, of different successional positions, was studied under field conditions. Seedlings were grown in three treatments: full sun (FS), artificial shade imposed by neutral screens (AS) and natural shade imposed by a closed canopy in a Forest Reserve in Southeast Brazil (NS). Most of the studied species survived in both shade treatments, although their growth was severely affected. Decreases in height, internode numbers, dry weight, leaf area, root:shoot ratio (R:S) and increases in leaf mass ratio (LMR), leaf area ratio (LAR) and specific leaf area (SLA) were common responses to shade. Relative growth rates (RGRs) and net assimilation rates (NARs) were consistently lower in the shaded treatments than in full sun. RGR was significantly correlated with NAR in the FS and NS treatments, whereas it was correlated with LAR in the AS treatment. Natural shade had more severe effects than artificial shade on leaf area reduction and RGR. Between-species differences in R:S, LMR, SLA and LAR were not related to the successional status of species. However, there was a tendency for early-successional species to have higher RGRs than late successional ones, regardless of the light environment. Late-successional species also showed less pronounced responses to shade than early ones. The characteristics presented by the late-successional species may be associated with shade tolerance, enabling their persistence under dense canopies.
  • Diversity and infectivity potential of arbuscular mycorrhizal fungi in an area of "caatinga" in the Xingó Region, State of Alagoas, Brazil

    Souza, Renata G.; Maia, Leonor C.; Sales, Margareth F.; Trufem, Sandra F.B.

    Abstract in Portuguese:

    A região de Xingó ocupa 2.800 km², em Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia, constituindo parte ainda conservada do semi-árido nordestino. Para avaliação da diversidade e da densidade de propágulos de FMA no solo e da colonização micorrízica em plantas da área, foram realizadas coletas de solo e raízes nas estações seca (agosto/2000) e chuvosa (março/2001), em duas subáreas de Piranhas e Olho d'Água do Casado, em Alagoas. Mais de 95% das plantas, dentre as 71 examinadas, apresentaram micorriza arbuscular (5% a 80%). Das 30 espécies de fanerógamas, correspondentes a 14 famílias, apenas Pilosocereus sp. não estava associado com FMA. Os percentuais médios de colonização (@16 a 20%) foram semelhantes nos dois períodos. Houve relação inversa entre o número de esporos e o número mais provável (NMP) de propágulos infectivos em Olho d'Água do Casado, com menor densidade de esporos (< 2 esporos.g-1 de solo) e maior NMP de propágulos (4,7 e 11,6 esporos.g-1 de solo), nos períodos chuvoso e seco, respectivamente. Em Piranhas o número de esporos e o NMP de propágulos foram similares no período chuvoso, enquanto no período seco houve 1,5 vezes mais esporos do que propágulos infectivos. Foram identificados 24 táxons de FMA, com maior representatividade de Acaulosporaceaee Glomaceae. Os FMA estão bem representados, formando associação com a maioria das espécies de caatinga, apesar das limitações climáticas da região.

    Abstract in English:

    The region occupies 2800 km², in the States of Pernambuco, Alagoas, Sergipe and Bahia, and constitutes a preserved part of the Northeastern semi-arid ecosystem. Evaluation of the diversity and density of propagules of arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) in the soil, as well as of the mycorrhizal colonization in plants of the area was carried out by sampling of soil and roots during the dry (August/2000) and rainy (March/2001) seasons, in two subareas (Piranhas and Olho d'Água do Casado) in Alagoas. More than 95% of the plants, among the 71 examined, formed arbuscular mycorrhiza (580% colonization). Among these 30 phanerogamic species, belonging to 14 families, only Pilosocereus sp. was not colonized. The average percentages of colonization (@ 16-20%) were similar in both sampling periods. There was an inverse relationship between number of spores and the most probable number (MPN) of infective propagules in the area of Olho d'Água, with lower density of spores (< 2 spores.g-1 of soil) and higher MPN of propagules (4.7 and 11.6 spores.g-1 of soil), in the rainy and dry periods. Number of spores and MPN of propagules were similar in the Piranhas area during the rainy season; in the dry season the number of spores was 1.5 times higher than the MPN. Twenty-four taxa of AMF, mostly of Acaulosporaceaeand Glomaceae, were identified. The AMF are well represented, forming mycorrhizal association with most "caatinga" plants, despite the severe climatic limitations of the region.
  • Comparison of leaf morphology of tree species from three distinct successional stages of tropical rain forest (Atlantic Forest) in Southern Brazil

    Boeger, Maria Regina T.; Wisniewski, Celina

    Abstract in Portuguese:

    A morfologia foliar de espécies arbóreas foi investigada em três estádios sucessionais distintos (inicial, intermediário e avançado) de uma floresta ombrófila densa das terras baixas, no litoral do Estado do Paraná, crescendo sobre solo arenoso e oligotrófico. As espécies do estádio inicial apresentaram maior grau de escleromorfismo, com folhas mais espessas, menores em área, maior densidade estomática, maior espessura do parênquima paliçádico e maior incidência de espécies com tecido esclerenquimático em comparação com as espécies dos demais estádios sucessionais (intermediário e avançado). As variações na morfologia foliar ao longo do gradiente sucessional são relacionadas às mudanças microclimáticas e aos processos de interação planta-horizontes orgânicos do solo que se intensificam nos estádios mais avançados.

    Abstract in English:

    We investigated the leaf morphology of trees from three distinct successional stages (early, intermediate, late) of a lowland rain forest located near the coast of Paraná State, Brazil. This forest grows on sandy soil with low nutrient content. Leaves from trees from the early successional stage present a higher degree of sclerophylly, having thicker leaves, smaller leaf area, higher stomata density, thicker palisade parenchyma, and higher prevalence of sclerenchyma than those of species from the intermediate and late successional stages. Variation of leaf morphology along the successional gradient is likely related to microclimatic changes and the interaction of plant-soil processes, which intensify in older successional stages.
  • Floral biology of Cleistes macrantha (Barb. Rodr.) Schltr. (Orchidaceae: Vanilloideae: Pogoniinae)

    Pansarin, Emerson R.

    Abstract in Portuguese:

    Cleistes macrantha (Barb. Rodr.) Schltr. distribui-se amplamente em regiões de Mata Atlântica do sul e sudeste brasileiros, onde ocorre em áreas perturbadas e em restinga. Aspectos da biologia floral de C. macrantha foram investigados na região de Intervales, no interior do Estado de São Paulo. Esta espécie oferece néctar como recompensa e é polinizada principalmente por espécies de abelhas do gênero Bombus. O néctar é secretado antes da antese, não havendo secreção após a abertura das flores. Beija-flores do gênero Phaethornis também podem atuar como polinizadores. No entanto, é necessária uma prévia visita de Bombus spp. para que possa ocorrer a deposição de pólen no bico dos beija-flores. Abelhas Bombus são responsáveis pela realização da maioria das polinizações cruzadas. Os beija-flores realizam principalmente autopolinização. Tratamentos preliminares revelam que C. macrantha é auto-compatível, mas dependente de um agente polinizador. Apesar da autocompatibilidade, fatores ecológicos favorecem a polinização cruzada para a espécie. Este estudo faz, ainda, uma comparação da biologia floral de C. macrantha com o que é conhecido sobre os gêneros pertencentes ao clado norte-americano-asiático em Pogoniinae.

    Abstract in English:

    Cleistes macrantha (Barb. Rodr.) Schltr. is widely distributed in Atlantic rain forests in south and southeastern Brazil, occurring in anthropogenic disturbed areas and in "restinga" vegetation. Aspects of the floral biology of C. macrantha were investigated in the Intervales nature reserve, in the interior of São Paulo state. This species offers nectar as reward and is pollinated principally by bumblebees. The nectar is secreted before the anthesis of the flowers, with no posterior secretion. Hermit hummingbirds can also act as pollinators. A previous visit of a bumblebee, however, is necessary for pollen deposition on their bills. Bumblebees are responsible for most cross-pollinations. The hummingbirds perform mainly self-pollination. Preliminary treatments reveal that C. macrantha is self-compatible, but a pollinator is necessary for successful pollination. In spite of the self-compatibility observed, ecological factors favor cross-pollination in this species. This study makes too, a comparison of the floral biology of C. macrantha with what is known about the genera of the North American-Asiatic clade in Pogoniinae.
  • Growth and fructan contents in plants of Vernonia herbacea (Vell.) Rusby cultivated under nitrogen supply

    Cuzzuol, Geraldo R.F.; Carvalho, Maria Angela M.; Barbedo, Claudio J.; Zaidan, Lilian B.P.

    Abstract in Portuguese:

    Vernonia herbacea acumula altas concentrações de frutanos do tipo inulina em seus órgãos subterrâneos de reserva, denominados rizóforos. Foi estudada a influência da adubação nitrogenada no crescimento dessa espécie e na produção de frutanos. Plantas obtidas a partir de fragmentos de rizóforos foram cultivadas em área de cerrado onde receberam três doses de nitrogênio: 6, 12 e 24 kg N.ha-1 na forma de (NH4)2SO4. Plantas jovens, com seis meses de idade, mostraram aumento em altura, área foliar e massa seca da parte aérea e dos rizóforos em resposta ao aumento da dose de nitrogênio. Por outro lado, o teor de frutanos decresceu com o aumento da concentração do nitrogênio. Após doze meses de cultivo, o crescimento das plantas foi estimulado apenas nas doses entre 6 e 12 kg.ha-1 de nitrogênio. Os resultados mostraram, também, que o teor de frutanos em plantas jovens está correlacionado negativamente tanto ao crescimento quanto às concentrações crescentes de nitrogênio. Já as plantas tratadas com 24 kg N.ha-1 chegaram a acumular 6,0 g de frutanos por planta, enquanto nas plantas controle, que não receberam N suplementar, esse valor foi de 3,5 g. Assim, aplicação de 24 kg N.ha-1 é recomendada para uma colheita antecipada (12 meses) visando à produção de frutanos.

    Abstract in English:

    Plants of V. herbacea accumulate high amounts of fructans of the inulin type in the underground organs, named rhizophores. The effect of different concentrations of nitrogen, 6, 12 and 24 kg N.ha-1 supplied as (NH4)2SO4 on plant growth and fructan accumulation was investigated in plants obtained from rhizophore fragments and cultivated in a cerrado area. Young, sixmonthold plants, showed lower amounts of fructans and increases in height, leaf area, dry mass of the aerial organs and rhizophores with increasing concentrations of nitrogen. After 12 months, growth was estimulated only in plants receiving 6 to 12 kg N.ha-1. The data showed that in young plants fructan content is negatively correlated to growth and to increasing nitrogen concentrations. On the contrary, plants with 12 months treated with 24 kg N.ha-1 accumulated 6.0 g fructan per plant while in control plants, not treated with supplementary N, this value was only 3.5 g. These results indicate that the 24 kg N.ha¹ concentration is recomended for fructan production in plants with 12 months.
  • Mimosa splendida Barneby (Mimosoideae, Leguminosae) rediscovered in Central Brazil: preliminary studies for conservation of a rare species

    Simon, Marcelo F.; Amaral, Marina F.

    Abstract in Portuguese:

    Mimosa splendida Barneby, uma espécie pouco conhecida é redescoberta na Chapada dos Veadeiros, Brasil, 105 anos após seu único registro em 1895. São apresentados a descrição do habitat, demografia, parâmetros reprodutivos e distribuição geográfica dessa espécie. Resultados preliminares sugerem que a escassez de M. splendida em herbários está associada a uma distribuição geográfica restrita e à ocorrência em encostas pedregosas.

    Abstract in English:

    The poorly known Mimosa splendida Barneby has been rediscovered in the Chapada dos Veadeiros, Brazil, 105 years after its single record in 1895. Data on its habitat description, demography, reproductive parameters, and geographic range are presented. Preliminary results suggest that the rarity of M. splendida in herbarium collections is associated with a narrow geographic range, and a specialized habitat preference on rocky slopes.
  • Cylindrospermopsis raciborskii (Woloszynska) Seenayya & Subba Raju(Cyanobacteria): weekly variation and relation with environmental factors in an eutrophic lake, São Paulo, SP, Brazil

    Tucci, Andréa; Sant'Anna, Célia L.

    Abstract in Portuguese:

    Florações de Cylindrospermopsis raciborskii têm sido cada vez mais freqüentes em reservatórios brasileiros em virtude da sua alta competitividade em ambientes tropicais eutrofizados. Esta espécie é produtora de toxinas extremamente agressivas, as quais podem causar problemas de saúde pública e danos ao meio ambiente. Nosso objetivo foi acompanhar a variação temporal da densidade desta população relacionando-a com variáveis ambientais e detectando os possíveis fatores que interferem no seu desenvolvimento. O lago estudado localiza-se na zona sul do Município de São Paulo (23º39' S e 46º37' W). É um corpo d'água eutrofizado e vem apresentando florações freqüentes de C. raciborskii. Amostras de água foram coletadas semanalmente, na parte mais profunda do lago, durante o período de setembro/97 a setembro/98. Foram analisados o perfil térmico, zona de mistura, transparência, zona eufótica, turbidez, pH, alcalinidade, condutividade, oxigênio dissolvido, nutrientes, clorofila a, densidade da população e densidade total da comunidade fitoplanctônica. A ordenação dos dados abióticos e bióticos foi feita através da análise de componentes principais (PCA) e análise de correspondência canônica (CCA). Durante os meses de novembro e dezembro/97 foram registrados os mais altos valores de densidade de C. raciborskii. Entre 10/12 e 17/12, a espécie contribuiu com 50% para a densidade total da comunidade. Nesse período foram registradas estratificações térmicas, elevados valores de temperatura da água e de turbidez e baixos valores de transparência da água. Os meses de outono e inverno de 1998 foram caracterizados pela ausência da espécie estudada, desestratificação térmica da coluna d'água, baixas temperaturas da água, altos valores de transparência (os maiores já registrados para o ambiente) e pelo aumento considerável dos bancos da macrófita aquática flutuante Eichhornia crassipes (Mart.) Solms. Tais interrelações são discutidas no presente trabalho.

    Abstract in English:

    Blooms of Cylindrospermopsis raciborskii have become more and more frequent in Brazilian reservoirs because of its high competitiveness in tropical eutrophic systems. This species is able to produce very aggressive toxins which cause problems to public health and environmental hazards. Our objective was to follow up variations of C. raciborskii density and its relation with the environmental parameters. The studied lake is located in the south of São Paulo city (23º39' S and 46º37' W). It is an eutrophic system with frequent blooms of C. raciborskii. Samples were collected weekly in the deepest part of the lake, from September/97 to September/98. Temperature profile, mixing zone, euphotic zone, pH, conductivity, turbidity, dissolved oxygen, alkalinity, nutrients, chlorophyll a, C. raciborskii density and total phytoplanktonic density were analysed. The ordination of abiotic and biotic data was carried out using Principal Component Analysis (PCA) and Canonical Correspondence Analysis (CCA). During November and December/97 the highest values of C. raciborskii densities were observed. From 12/10 to 12/17, the species contributed with more than 50% to total density. In that period the water column was thermally stratified, temperature and turbidity were high and water transparency decreased. The autumn/winter of 1998 was characterized by the absence of the studied species, by unstratified water column, low water level and temperature, high values of transparency (the highest values observed in the lake) and a great increase in biomass of the macrophyte Eichhornia crassipes (Mart.) Solms. All these relations are presently discussed.
  • Mating system in Chorisia speciosa A. St.-Hil. (Bombacaceae) natural population

    Souza, Lina M.F.I.; Kageyama, Paulo Y.; Sebbenn, Alexandre M.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do presente trabalho foi avaliar a taxa de cruzamento de uma população de Chorisia speciosa por marcadores isoenzimáticos. Foram amostradas sementes de polinização aberta em 28 árvores e tecidos foliares em 53 árvores adultas de uma população de C. speciosa localizada na Estação Ecológica de Bauru, São Paulo, Brasil. Observou-se 18 alelos distribuídos em sete locos polimórficos. O índice de fixação (<img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1026" src="../../../img/revistas/rbb/v26n1/a11let_f.gif" align=absmiddle>) foi menor nos adultos em relação às progênies, sugerindo seleção contra homozigotos. A estimativa da taxa de cruzamento multilocos (<img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1027" src="../../../img/revistas/rbb/v26n1/a11let_tm.gif" align=absmiddle>) foi de 0,816, revelando que a espécie é de reprodução mista, predominantemente alógama. Foi detectada heterogeneidade no conjunto de pólen dos cruzamentos, indicando que os mesmos não foram aleatórios. Em concordância, a correlação de paternidade (<img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1028" src="../../../img/revistas/rbb/v26n1/a11let_rp.gif" align=absmiddle>) revelou que as progênies são constituídas por uma alta proporção de irmãos completos (71,4%). Foram também detectados cruzamentos entre aparentados na população (5,6%), sugerindo uma possível estruturação espacial em famílias.

    Abstract in English:

    This study aims to analyse by isozymes the outcrossing rate in a Chorisia speciosa population. Thus, open-pollinated seeds from 28 trees and leaves from 53 adult trees were sampled in a C. speciosa population at the Bauru Ecological Station, São Paulo State, Brazil. Eighteen alleles were observed distributed in seven polymorphic loci. The fixation index (<img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1030" src="../../../img/revistas/rbb/v26n1/a11let_f.gif" align=absmiddle>) was smaller in adult trees than in families, suggesting selection against homozygous. The multilocus outcrossing estimate (<img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1031" src="../../../img/revistas/rbb/v26n1/a11let_tm.gif" align=absmiddle>) was 0.816, revealed that this species is a mixed mating system, predominantly alogamous. Heterogeneity of pollen pool was observed in outcrossing individual tree indicating that mating were not random. The paternity correlation (<img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1032" src="../../../img/revistas/rbb/v26n1/a11let_rp.gif" align=absmiddle>) revealed that families are constituted of a high proportion of full sibs (71.4%). There was also detection of crossing among relatives in population (5.6%), indicating the possibility of family structure within population.
  • Genetic characterization of natural populations of "araticunzeiro" (Annona crassiflora Mart. - Annonaceae) collected in the State of Goiás, Brazil

    Telles, Mariana P.C.; Valva, Fabrizio D.; Bandeira, Ludmila F.; Coelho, Alexandre S.G.

    Abstract in Portuguese:

    No intuito de avaliar a magnitude e a distribuição da variabilidade genética existente em populações naturais de araticunzeiro, seis populações oriundas de duas regiões do Estado de Goiás foram amostradas (30 indivíduos cada) e analisadas para quatro sistemas enzimáticos: 6-Fosfogluconato Desidrogenase (6PGD), Fosfoglucomutase (PGM), Malato Desidrogenase (MDH) e Leucina Aminopeptidase (LAP). Dois locos diméricos foram encontrados para a enzima 6PGD, e um loco monomérico para os demais sistemas. Somente a enzima MDH apresentou monomorfismo em todas as populações, sendo que o número médio de alelos por loco polimórfico foi igual a dois. A heterozigosidade total média foi de 0,357, denotando a existência de elevada variabilidade genética na região para esta espécie. Cerca de 19% da variação genética total foram devidos a diferenças interpopulacionais, indicando uma elevada divergência genética entre as populações. A análise de variância das freqüências alélicas para os locos polimórficos no conjunto de populações evidenciou um elevado grau de estruturação genética em nível populacional, tendo-se observado coeficientes significativos para o parentesco entre indivíduos dentro de populações e para a endogamia total em nível individual. A avaliação da divergência genética entre as populações sugeriu a existência de um efeito da distribuição espacial sobre a magnitude da similaridade entre as mesmas. Os resultados sugerem que a espécie se reproduz preferencialmente por alogamia, em conformidade com achados de outros autores.

    Abstract in English:

    The level and distribution of the genetic variability in natural populations of "araticunzeiro" were estimated using a sample of six natural populations, collected in two different regions of the State of Goiás, Brazil. Samples comprising 30 individuals from each population were genetically evaluated for four allozyme loci: 6-Phosphogluconate Dehydrogenase (6PGD), Phosphoglucomutase (PGM), Malate Dehydrogenase (MDH) and Leucine Aminopeptidase (LAP). Two dimeric loci were detected for the 6PGD isozyme system while all the other systems evaluated showed typical monomeric loci pattern. No polymorphism was detected for the MDH enzymatic system. The estimated average number of alleles per polymorphic loci was two. The estimated total heterozygosity (averaged across loci) was 0.357, suggesting that a high level of genetic variability is present in the species along the sampled geographic region. About 19% of the total genetic variation was found to be due to differences at the population level, suggesting the existence of a high genetic divergence among populations. Accordingly, the analysis of variance of allelic frequencies for each polymorphic loci showed a strong genetic structure at the population level. Significant values for the average coefficients of coancestry among individuals within populations and for total inbreeding were found. The genetic divergences between pairs of populations showed to be partially correlated to the geographic distances between pair members. Results obtained here suggested that A. crassiflora is preferentially alogamous, in conformity with other authors findings.
  • Phenotypic variation and plastic potential of Eugenia calycina Cambess. (Myrtaceae) in a savanna/palm swamp transitional area

    Cardoso, Grace L.; Lomônaco, Cecília

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo teve como objetivo verificar a ocorrência de variações fenotípicas e o potencial plástico de Eugenia calycina em uma área com gradiente de transição entre vereda e cerrado propriamente dito (ppd). As subpopulações foram caracterizadas quanto ao peso de sementes, número de sementes por fruto e número de flores por planta. Além disto, foram detectadas diferenças nas densidades de ocorrência e taxas de parasitismo por larvas de moscas (Diptera: Tephritidae) em cada área. Houve também assincronia temporal na floração, iniciada tardiamente nas áreas de cerrado ppd. Utilizando-se um modelo de genética quantitativa, a partir de um experimento de replicação recíproca de "sementes irmãs" em solos provenientes de cada área, avaliou-se o potencial para plasticidade em três caracteres: altura da parte aérea, número e comprimento de folhas das plântulas. Diferenças nestes caracteres foram geradas não somente por divergências genéticas entre plantas, mas também por plasticidade fenotípica. Os genótipos apresentaram diferentes respostas plásticas, diferindo em sua habilidade de responder às influências ambientais. Os dados obtidos confirmam o papel da plasticidade fenotípica como mecanismo gerador de variabilidade fenotípica e apontam sua importância nos processos adaptativos e evolutivos envolvidos na formação de ecótipos nas áreas de cerrado recortadas por veredas.

    Abstract in English:

    The aims of this work were to verify the incidence of phenotypic variation and the plastic potential of Eugenia calycina in a transitional savanna/palm swamp area. Subpopulations were characterized by seed weight, number of seeds per fruit and number of flowers per plant. Moreover, density of occurrence and the rate of parasitism on fruits by larvae of flies (Diptera: Tephritidae) in each area were significantly different. Asynchronism of the flowering period, being late for the savanna area, was also observed. A genetic quantitative model was used to measure phenotypic plasticity based on a reciprocal transplantation experiment of sibling-seeds into soils collected from each area. Three aspects of plastic potential were evaluated: height of steam and number and length of the seedlings leaves. Observed differences in these characters were attributed not only to genetic divergences but also to phenotypic plasticity. The individuals showed different plastic responses, diverging in their ability to respond to environmental influences. The data confirm the role of phenotypic plasticity in the adaptive and evolutionary process involved with ecotype formation in savanna/palm swamp transitional vegetation.
Sociedade Botânica de São Paulo Caixa Postal 57088, 04089-972 São Paulo SP - Brasil, Tel.: (55 11) 5584-6300 - ext. 225, Fax: (55 11) 577.3678 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: brazbot@gmail.com