• Editorial

    Dietrich, Sonia M.C.
  • Atributos florais, ornitofilia e sucesso reprodutivo de Palicourea longepedunculata (Rubiaceae), um arbusto distílico no sudeste do Brasil Artigo de Revisão

    Silva, Celice Alexandre; Vieira, Milena Faria; Amaral, Cibele Hummel do

    Abstract in Portuguese:

    Os atributos florais, a ornitofilia e o sucesso reprodutivo de Palicourea longepedunculata Gardner foram estudados em fragmento de Floresta Atlântica do sudeste do Brasil. Essa espécie é um arbusto distílico que ocorre em sub-bosque úmido de florestas. Em uma área de sete hectares, os indivíduos dos morfos brevistilo e longistilo foram encontrados em uma taxa muito próxima da esperada, 1:1. O período de floração estendeu-se de março (final da estação chuvosa) a setembro, com um pico em maio/junho (estação seca). Os atributos florais dos morfos foram similares, isto é, a floração dos morfos florais foi sincronizada e os números de inflorescências por planta, de flores por inflorescência, de flores abertas por inflorescência e por planta dos morfos foram semelhantes. Os grãos de pólen dos morfos apresentaram tamanho e viabilidade similares. Palicourea longepedunculata é autoincompatível e polinizada principalmente por Phaethornis ruber (Aves, Trochilidae), que realizou 62,07% das ondas de forrageamento. Os morfos apresentaram sucessos reprodutivos similares: os números de frutos por inflorescência foram, em média, 85,7 (longistilo) e 107,1 (brevistilo) e não houve diferença significativa na produção de sementes (uma ou duas) por fruto entre os morfos. Os frutos foram similares em altura, largura e peso.

    Abstract in English:

    Floral attributes, ornithophily and reproductive success of Palicourea longepedunculata Gardner were studied in a fragment of the Atlantic Forest in southeastern Brazil. This species is a distylous shrub that occurs in wet forest understory. In an area of seven hectares, the frequency of the morphs was found at a ratio very close to the expected 1:1. The flowering period extended from March (end of the rainy season) to September, with a flowering peak in May/June (dry season). The floral attributes of the morphs were similar, i.e. , the flowering of the floral morphs was synchronous, and the numbers of inflorescences per plant, flowers per inflorescence, open flowers per inflorescence and per plant of the floral morphs were similar. The pollen grains of the morphs presented similar sizes, as well as their viability. Palicourea longepedunculata is self-incompatible and mainly pollinated by Phaethornis rubber (Aves, Trochilidae), which accounted for 62.07% of the foraging bouts. The reproductive success was similar between morphs: the numbers of fruits per inflorescence were, in average, 85.7 (L-morph) and 107.1 (S-morph) and there was no significant difference in the production of seeds (one or two) per fruit between the morphs. Fruits were similar in height, width and weight.
  • Corticolous green algae from tropical forest remnants in the northwest region of São Paulo State, Brazil Review Paper

    Lemes-Da-Silva, Nadia Martins; Branco, Luis Henrique Zanini; Necchi-Júnior, Orlando

    Abstract in Portuguese:

    As algas habitam uma grande variedade de ambientes e substratos terrestres; entretanto o conhecimento taxonômico para as regiões tropicais ainda é escasso. Esse levantamento foi conduzido em 10 fragmentos florestais no Estado de São Paulo, onde crescimentos visíveis de algas e briófitas foram coletados e os principais componentes da comunidade algal foram estudados. Os resultados revelaram a ocorrência de nove espécies de algas verdes, distribuídas nas classes Trebouxiophyceae (uma espécie), Charophyceae (uma espécie) e Ulvophyceae (sete espécies). Desmococcus olivaceus (Persoon ex Archerson) J. R. Laundon e Printzina effusa (Krempelhüber) Thompson & Wujek são novos registros para o Brasil. Os organismos mais frequentes nas áreas pertencem a Trentepohliales, que foi representado principalmente por espécies de Trentepohlia . Baseado nos resultados encontrados, é recomendado que tais comunidades recebam mais atenção em investigações futuras para aumentar o conhecimento sobre esse importante grupo de produtores primários.

    Abstract in English:

    The algae inhabit a wide variety of terrestrial environments and substrates; however the taxonomic knowledge for tropical regions is still scarce. This survey was conducted in ten forest remnants in São Paulo State where visible growths of algae and bryophytes were collected and studied for the main algal components of the communities. Results reveal the occurrence of nine species of green algae, distributed through the class Trebouxiophyceae (one species), Charophyceae (one species) and Ulvophyceae (seven species). Desmococcus olivaceus (Persoon ex Archerson) J. R. Laundon and Printzina effusa (Krempelhüber) Thompson & Wujek are new records for Brazil. The most frequent organisms found in the areas pertain to Trentepohliales that is mainly represented by Trentepohlia species. On the basis of results found, it is recommended that such communities receive more attention in future investigations to improve the knowledge about this important group of primary producers.
  • Molecular systematics of Thorea (Rhodophyta, Thoreales) species in Brazil Review Paper

    Necchi Júnior, Orlando; Oliveira, Mariana Cabral de; Salles, Patrícia

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo objetivou avaliar a taxonomia no nível específico e as relações filogenéticas entre as espécies de Thorea do Brasil e de outras regiões do mundo usando dois marcadores moleculares - genes plastidial da subunidade grande da RUBISCO (rbcL) e nuclear da subunidade pequena do DNA ribossômico (SSU rDNA). Três amostras de Thorea do Brasil (Estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo) e uma amostra da República Dominicana (RD) foram sequenciadas. Análises baseadas nas sequências parciais de rbcL (1.282 pb) e completas de SSU (1.752 pb) foram essencialmente congruentes e revelaram que Thoreales formou um clado monofilético distinto, que teve dois ramos principais com alto suporte, representando os gêneros Thorea e Nemalionopsis. O clado de Thorea teve quarto ramos principais com alto suporte em todas análises, cada um representando as espécies: 1) T. gaudichaudii C. Agardh da Ásia (Japão e Filipinas); este clado ocorreu apenas nas análises de rbcL; 2) T. violacea Bory da Ásia (Japão) e América do Norte (E.U.A. e RD); 3) T. hispida (Thore) Desvaux da Europa (Inglaterra) e Ásia (Japão); 4) um grupo distinto com as três amostras do Brasil (identidade das sequências: rbcL 97,2%, 1.246 pb; SSU 96,0-98,1%, 1.699-1.720 pb). As amostras brasileiras formaram claramente um clado monofilético baseado nos dois marcadores moleculares e foi interpretado como uma espécie distinta, para a qual restabelecemos o nome T. bachmannii Pujals. Evidências morfológicas e moleculares indicam que Thoreales é bem resolvida nos níveis ordem e gênero. Em contrapartida, as espécies de Thorea reconhecidas por dados moleculares requerem caracteres adicionais (p.ex. reprodutivos e números de cromossomos) para permitir circunscrição taxonômica consistente e confiável visando revisão mundial baseada em evidências moleculares e morfológicas.

    Abstract in English:

    This study aimed to evaluate species level taxonomy and phylogenetic relationship among Thorea species in Brazil and other regions of the world using two molecular markers - RUBISCO large subunit plastid gene (rbcL) and nuclear small-subunit ribosomal DNA (SSU rDNA). Three samples of Thorea from Brazil (states of Mato Grosso do Sul and São Paulo) and one sample from Dominican Republic (DR) were sequenced. Analyses based on partial sequences of rbcL (1,282 bp) and complete sequences of SSU (1,752 bp) were essentially congruent and revealed that Thoreales formed a distinct monophyletic clade, which had two major branches with high support, representing the genera Thorea and Nemalionopsis. Thorea clade had four main branches with high support for all analyses, each one representing the species: 1) T. gaudichaudii C. Agardh from Asia (Japan and Philippines) - this clade occurred only in the rbcL analyses; 2) T. violacea Bory from Asia (Japan) and North America (U.S.A. and DR); 3) T. hispida (Thore) Desvaux from Europe (England) and Asia (Japan); 4) a distinct group with the three Brazilian samples (sequence identity: rbcL 97.2%, 1,246 bp; SSU 96.0-98.1%, 1,699-1,720 bp). The Brazilian samples clearly formed a monophyletic clade based on both molecular markers and was interpreted as a separate species, for which we resurrected the name T. bachmannii Pujals. Morphological and molecular evidences indicate that the Thoreales is well-resolved at ordinal and generic levels. In contrast, Thorea species recognized by molecular data require additional characters (e.g. reproductive and chromosome numbers) to allow consistent and reliable taxonomic circumscription aiming at a world revision based on molecular and morphological evidences.
  • Microscopic variability in mechanical defence and herbivory response in microphyllous leaves of tropical herb species from Serra do Cipó, Brazil Review Paper

    Ribeiro, Sérvio Pontes; Corrêa, Tatiana Lopez; Sousa, Hildeberto Caldas de

    Abstract in Portuguese:

    Campos de altitude tropicais apresentam várias espécies com folhas micrófilas e altamente esclerófilas que co-ocorrem em manchas de solo específicas e, portanto, expostas a ambientes idênticos. Neste artigo, foi descrita a herbivoria entre espécies micrófilas co-ocorrendo em um ecossistema tropical de campos de altitude na Serra do Cipó, Minas Gerais, e testado o efeito de caracteres anatômicos variáveis no padrão de herbivoria foliar. Os caracteres anatômicos das folhas foram investigados em Baccharis imbricata Heering, Lavoisiera imbricata DC. e L. subulata Triana (espécies em foco). A herbivoria foi medida nos ramos e nas folhas de cada planta coletada e comparada entre as espécies estudadas em uma mancha multiespecífica e entre os indivíduos de L. subulata da mesma mancha e de uma mancha monoespecífica adjacente. Para todas as espécies e indivíduos foi estimada a proporção de folhas com diferentes níveis de área perdida. Para as espécies em foco, seis folhas foram sorteadas e submetidas a cortes histológicos com o objetivo de realizar medidas precisas das possíveis estruturas anatômicas de defesa. A média relativa de área foliar perdida diferiu significativamente entre as seis espécies encontradas na mancha multiespecífica. Indivíduos de L. subulata foram mais atacados na mancha multiespecífica que na mancha monoespecífica. Os caracteres anatômicos de proteção marginal tanto em B. imbricata quanto em L. imbricata apresentaram um efeito significativo contra a herbivoria. Os resultados sugerem o fato de alguns caracteres anatômicos terem efeito direto contra a herbivoria, mas seu efeito não é claramente perceptível entre os ramos de uma mesma planta ou entre plantas de uma mesma espécie.

    Abstract in English:

    Tropical high altitude grasslands present several species with both microphyllous and highly sclerophyllous leaves, and co-occur in specific soil patches, thus exposed to identical environments. In this article we describe herbivory among co-occurring microphyllous species in a tropical high altitude grassland ecosystem of Serra do Cipó, Minas Gerais state, and we tested the effect of variable anatomic traits on leaf herbivory patterns. Leaf anatomical traits were investigated for Baccharis imbricata Heering , Lavoisiera imbricata DC. and L. subulata Triana (focal species). Herbivory was measured from branches and leaves of individual plants and compared among co-occurring species within one multispecific shrub patch and among L. subulata individuals from this patch and an adjacent monospecific patch. For all present plant species and individuals we estimated the proportion of leaves with different levels of area lost. For the focal species, six leaves were sorted and taken for histological sectioning, in order to allow precise measures of defensive structures. Relative mean leaf area lost differed significantly among the six species found in the multispecific patch. Lavoisiera subulata individuals were more attacked in the multispecific than in the monospecific patch. Leaf margin protection traits in both B. imbricata and L. imbricata showed significant effect against herbivory. Data suggest that some anatomic traits have direct effect against herbivory but their effect are not clearly perceptible among branches within individual plants or among plants within the same species.
  • Chlorophyceae das represas Billings (Braço Taquacetuba) e Guarapiranga, SP, Brasil Artigo de Revisão

    Rodrigues, Luciano Luna; Sant'Anna, Célia Leite; Tucci, Andrea

    Abstract in Portuguese:

    A biodiversidade de Chlorophyceae foi estudada em duas das maiores represas da Região Metropolitana da cidade de São Paulo, Billings e Guarapiranga, que fornecem água para o abastecimento de milhões de pessoas. As coletas bimensais foram realizadas durante o período de janeiro a dezembro de 2004, em uma estação localizada próximas à captação de água da Sabesp, em cada represa. As amostras foram filtradas com rede de plâncton de 20 µm de abertura de malha, preservadas em formol. Foram identificados, descritos e ilustrados 36 táxons de Chlorophyceae, distribuídos em duas ordens, dez famílias e 24 gêneros. O gênero Desmodesmus apresentou maior riqueza de espécies (quatro), seguido de Ankistrodesmus e Scenedesmus (três espécies cada). Dez táxons constituíram primeiras citações para as represas estudadas. Oito táxons ocorreram exclusivamente na represa Guarapiranga e três foram registrados exclusivamente na represa Billings, sendo que 70% das espécies foi comum aos dois reservatórios. A elevada riqueza de espécies de clorofíceas confirma o predomínio florístico desta classe em corpos de água tropicais e, geralmente, eutrofizados.

    Abstract in English:

    Biodiversity of Chlorophyceae in two of the greatest reservoirs from the metropolitan region of São Paulo municipality, Billings and Guarapiranga, which supply water for millions of people, was studied. The samples were collected every two months, in specific sites in both reservoirs, from January to December 2004. The samples were filtered using a plankton net (20 µm) and preserved with formaldehyde. Thirty six taxa belonging to two orders, ten families and 24 genera, were identified, described and illustrated. The genus Desmodesmus presented the highest species richness (four), followed by Ankistrodesmus e Scenedesmus (three species each). Ten taxa are firstly reported to the studied reservoirs. Eight taxa were found exclusively in Guarapiranga reservoir and three only in Billings reservoir, whereas 70% of the identified taxa were common to both reservoirs. The high species richness of Chlorophyceae confirms the floristic dominance of this class in tropical and commonly eutrophyzed water bodies.
  • Uma nova espécie de Tibouchina Aubl. (Melastomataceae), endêmica do Paraná, Brasil Artigo de Revisão

    Meyer, Fabrício Schimitz; Guimarães, Paulo José Fernandes; Kozera, Carina

    Abstract in Portuguese:

    Tibouchina goldenbergii F. S. Mey., P. J. F. Guim. & Kozera pertence a Tibouchina sect. Pleroma, e assemelha-se muito a Tibouchina martialis (Cham.) Cogn., Tibouchina frigidula (Schrank & Mart. ex DC.) Cogn. e Tibouchina serrana P. J. F. Guim. & A. B. Martins. Destas difere especialmente pelo indumento seríceo que reveste o hipanto, pelas folhas com 7 nervuras e lacínias do cálice de maior comprimento. Até o momento, T. goldenbergii foi encontrada apenas na localidade Ponte dos Arcos, município de Balsa Nova, Paraná, Brasil, em vegetação de Estepe Gramíneo-Lenhosa (campo natural), encontrando-se ameaçada de extinção e enquadrada na categoria em Perigo Crítico (CR), segundo critérios da IUCN.

    Abstract in English:

    Tibouchina goldenbergii F. S. Mey., P. J. F. Guim. & Kozera belongs to Tibouchina sect. Pleroma, and resembles Tibouchina martialis (Cham.) Cogn., Tibouchina frigidula (Schrank & Mart. ex DC.) Cogn. and Tibouchina serrana P. J. F. Guim. & A. B. Martins. It differs from these species by the sericeous hypanthium, 7 nerved leaves and longer calyx lobes. Tibouchina goldenbergii has been collected only in one locality, Ponte dos Arcos, at Balsa Nova, state of Paraná, Brazil, in natural grasslands, and can be regarded as a critically endangered species, following the IUCN criteria.
  • Biologia floral de Manilkara subsericea e de Sideroxylon obtusifolium (Sapotaceae) em restinga Artigo de Revisão

    Gomes, Rejane; Pinheiro, Maria Célia Bezerra; Lima, Heloísa Alves de; Santiago-Fernandes, Lygia Dolores Ribeiro

    Abstract in Portuguese:

    Manilkara subsericea (Mart.) Dubard e Sideroxylon obtusifolium (Roem. & Schult.) T.D. Penn. apresentam inflorescências fasciculadas, com flores perfeitas, nectaríferas, odoríferas e hercogâmicas. Apresentam dicogamia protogínica e antese diurna. A corola é gamopétala, com a região basal dos lacínios formando um pequeno tubo. Os lacínios medianos, em ambas as espécies, curvam-se em direção ao eixo da flor, formando uma espécie de canaleta, na qual fica alojado o estame. As anteras são versáteis, extrorsas e rimosas. A liberação dos grãos de pólen ocorre na forma de nuvem por um mecanismo explosivo proveniente do acionamento do dispositivo lacínio-estame. As flores foram visitadas por abelhas, borboletas, besouros, moscas e Thysanoptera, sendo polinizadas pelas abelhas Xylocopa ordinaria e Apis mellifera, pela vespa Brachygastra lecheguana e pela borboleta Isanthrene incendiaria.

    Abstract in English:

    Manilkara subsericea (Mart.) Dubard and Sideroxylon obtusifolium (Roem. & Schult.) T.D. Penn. display inflorescences of a fasciculate type, with perfect, nectariferous, odoriferous and hercogamous flowers. They present protogynic dichogamy and daylight anthesis. The corolla is gamopetalous, with the basal region of the lacinia forming a small tube. The medial lacinia, in both species, curves toward the flower axis, forming a type of groove, in which the stamen is lodged. The anthers are versatile, extrorse, and rimose. Pollen grain release is cloud-like, on account of an explosive mechanism upon activation of the lacinia-stamen device. The flowers were visited by bees, butterflies, beetles, flies and Thysanoptera, being pollinated by Xylocopa ordinaria and Apis mellifera bees, by the Brachygastra lecheguana wasp and by the Isanthrene incendiaria butterfly.
  • Three new species of Eugenia sect. Racemosae (Myrtaceae) from the cerrados of the state of Mato Grosso, Brazil Review Paper

    Mazine, Fiorella Fernanda; Souza, Vinicius Castro

    Abstract in Portuguese:

    Três espécies novas de Eugenia sect. Racemosae (Myrtaceae) dos cerrados da região central do Brasil são descritas e ilustradas. São elas: Eugenia hatschbachii Mazine, Eugenia mattogrossensis Mazine e Eugenia glabrescens Mazine. São fornecidos dados de distribuição geográfica e hábitat de cada um dos táxons.

    Abstract in English:

    Three new species of Eugenia sect. Racemosae (Myrtaceae) from cerrado vegetation of central region in Brazil are described and illustrated. They are: Eugenia hatschbachii Mazine, Eugenia mattogrossensis Mazine and Eugenia glabrescens Mazine. Data on the geographic distribution and habitat are given for the new taxa.
  • Estrutura genética em populações naturais de Tibouchina papyrus (pau-papel) em áreas de campo rupestre no cerrado Artigo de Revisão

    Telles, Mariana Pires de Campos; Silva, Sandra Pereira da; Ramos, Juliana Rosa; Soares, Thannya Nascimento; Melo, Dayane Borges; Resende, Lucileide Vilela; Batista, Eliane cotrim; Vasconcellos, Breno de Faria

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho teve como objetivo utilizar marcadores RAPD para conhecer a variabilidade genética de populações de Tibouchina papyrus (Pohl) Toledo, provenientes da região de Serra Dourada e Serra dos Pirineus, no Estado de Goiás. Os seis iniciadores RAPD produziram um total de 147 locos, variando entre 23 e 26 por iniciador. A avaliação hierárquica da estruturação da variabilidade genética, realizada pela a AMOVA, considerando a existência de duas regiões (Serra dos Pirineus e Serra Dourada) apresentou uma estimativa de F ST = 0,3439. O valor do componente entre regiões (F CT) foi igual a 18,96% e a variação entre populações dentro de regiões igual a 15,43%. As estimativas de fluxo gênico sugerem a existência de uma baixa proporção de migrantes entre populações. As análises multivariadas (UPGMA e NMDS) indicam que existe uma relação entre distância genética e espaço geográfico, hipótese esta que foi confirmada por uma análise de padrão espacial utilizando o teste de Mantel (r = 0,71; P = 0,015 com 1000 permutações aleatórias). Os resultados indicam assim que esta estrutura tenha se originado seguindo um modelo de diferenciação estocástica (neutro), ou seja, por um balanço entre fluxo gênico a curtas distâncias e deriva genética nas populações. Os valores de diversidade genética obtidos apóiam a hipótese de que a espécie T. papyrus é uma espécie xenógama facultativa e o fato de não serem encontrados altos níveis de homozigose, indica que devem existir mecanismos relacionados à biologia reprodutiva da espécie, que previnem, de alguma maneira, a ocorrência de elevadas taxas de endogamia, que poderia ter um efeito deletério em médio e longo prazo.

    Abstract in English:

    This paper has the aim of using RAPD markers to describe the genetic of variability of Tibouchina papyrus (Pohl) Toledo local populations, from the regions of Serra Dourada and Serra de Pirineus, in Goiás State, Central Brazil. The six RAPD primers generated a total of 147 loci, varying from 23 to 26 per primer. The hierarchical evaluation of genetic variability, performed using an Analysis of Molecular Variance (AMOVA) considering the local populations within the two regions (i.e., Serra Dourada and Serra de Pirineus), showed an estimate of overall diversity among populations equal to F ST = 0.3439. The value of divergence between regions (F CT) was equal to 18.96% so that the variation among local populations within regions was equal to 15.43%. Estimates of gene flow suggest a small number of migrants among local populations per generation. Multivariate analyses (UPGMA and NMDS) indicated that a relationship between genetic and geographical distances exists, which was confirmed by a spatial pattern analysis using Mantel test (r = 0.71; P < 0.015 with 1000 random permutations). Thus, this structure was originated from a stochastic neutral model of population differentiation, in which drift within populations is counteracted by short distance gene flow. Despite strong levels of population structure (i.e., high divergence among populations within regions), the diversity observed support the hypothesis that T. papyrus is a facultative xenogamous species. The lack of high levels of homozigosity indicates that ecological mechanisms related to species' reproductive biology prevent, someway, a high level of endogamy within local structured populations, which could cause deleterious effects in a long run.
  • Morfoanatomia da flor de cinco espécies de Galipea Aubl. e seu significado na evolução de flores tubulosas entre as Rutaceae neotropicais Artigo de Revisão

    Pirani, José Rubens; El Ottra, Juliana Hanna Leite; Menezes, Nanuza Luiza de

    Abstract in Portuguese:

    A maioria dos gêneros da subtribo neotropical Galipeinae (tribo Galipeeae, Rutoideae) tem flores tubulosas, com várias formas e graus de conação e adnação. Galipea e outros gêneros na subtribo apresentam apenas duas anteras férteis mais cinco ou mais estaminódios, o que é intrigante porque na tribo predominam flores pentâmeras isostêmones. Visando elucidar a condição anatômica dessas características e estabelecer estados acurados para caracteres em análises filogenéticas, um estudo morfoanatômico de flores de cinco espécies de Galipea foi realizado, buscando os padrões de vascularização, posição, e união dos segmentos da flor. Destacam-se os resultados: 1) um tubo floral genuíno se forma no terço basal da flor por conação dos filetes e adnação desse tubo estaminal às pétalas; 2) as pétalas são distalmente coerentes umas às outras e aderentes aos filetes por meio de entrelaçamento de tricomas densos - um caso de pseudossimpetalia; 3) dentre as cinco (às vezes seis) estruturas tratadas como estaminódios, apenas as três externas são de fato homólogas a estames esterilizados, as demais surgem como ramificações adaxiais das pétalas; 4) os carpelos são peltados, congenitalmente conatos axial e lateralmente da base do ovário até o nível das placentas, e no estilete e estigma; na zona mediana e superior do ovário eles são unidos apenas posgenitalmente, com a epiderme diferenciada de carpelos contíguos e suturas evidentes na região ventral de cada carpelo; 5) a vascularização do disco sugere origem receptacular. As implicações desses dados para o entendimento da evolução das flores tubulosas em Galipea e grupos relacionados são discutidas.

    Abstract in English:

    Most genera of the neotropical subtribe Galipeinae (tribe Galipeeae, Rutoideae) have tubular flowers with several forms and degrees of fusion between parts. The fact that Galipea and other genera in the subtribe bear only two fertile anthers plus five or more staminodes is also intriguing, since generally the Galipeeae exhibit isostemony. To elucidate the anatomic condition of these traits, and to establish an accurate coding scheme for characters state in phylogenetic studies, a morphoanatomical study of the flower of five species of Galipea was carried out. Using cross-sections of pickled material, the patterns of vascularization, position, and union of the flower segments were investigated. Noteworthy results are: 1) a true floral tube is formed in the basal third part of the flower through the connation of filaments and the adnation of this staminal tube to the petals; 2) the petals are distally coherent to each other and adherent to the filaments by means of capillinection (close intertwining of trichomes) - a case of pseudosympetaly; 3) from the usually five linear structures referred to as staminodes, only the three external ones are homologous to fully sterilized stamens, while the other ones arise as branches from the petals; 4) carpels are congenitally connate axially and laterally, except for a small area close to the top of the ovary where they are postgenitally united; 5) the vascularization of the disc suggests a receptacular origin. The implications of these data for the evolution of tubular flowers in Galipea and related groups are discussed.
  • Atividade inseticida do extrato das folhas de Piper hispidum (Piperaceae) sobre a broca-do-café (Hypothenemus hampei) Artigo de Revisão

    Santos, Maurício Reginado Alves dos; Silva, Andrina Guimarães; Lima, Renato Abreu; Lima, Daniella Karine Souza; Sallet, Lunalva Aurélio Pedroso; Teixeira, César Augusto Domingues; Polli, Aline Roberta; Facundo, Valdir Alves

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial inseticida do extrato acetônico das folhas de Piper hispidum Kunth sobre Hypothenemus hampei (Ferrari, 1867) em aplicação tópica, superfície contaminada e efeito de repelência. Adotou-se as diluições de 25,0; 5,0; 0,1; 0,02; 0,004 e 0,0008 mg mL-1 para exposição em superfície contaminada e aplicação tópica. No teste de repelência, utilizou-se a diluição 0,5 mg mL-1 do extrato. As avaliações foram realizadas nas 48 horas após a exposição ao extrato. Na exposição em superfície contaminada, obteve-se 100% de mortalidade, na diluição 25,0 mg mL-1, e de 50 a 80% nas diluições 0,004 a 5,0 mg mL-1, enquanto 0,0008 mg mL-1 e o controle resultaram em apenas 5% de mortalidade. Na aplicação tópica, atingiu-se 60 a 65% de mortalidade, com as diluições de 0,1 a 25,0 mg mL-1. As diluições de 0,2 a 0,0008 mg mL-1 não diferiram do controle. Os índices de repelência foram inferiores ao valor mínimo preconizado na literatura para se considerar uma substância como repelente. Este estudo evidencia a atividade inseticida do extrato de folhas de P. hispidum sobre H. hampei, o que sugere seu potencial no controle deste inseto.

    Abstract in English:

    The objective of this work was to evaluate the insecticidal and repellent potential of the acetonic leaf extract of Piper hispidum Kunth on Hypothenemus hampei (Ferrari, 1867) insects by topical application, contaminated surface and repellent effect. Dilutions of 25.0; 5.0; 0.1; 0.02; 0.004 and 0.0008 mg mL-1 were used for exposition in contaminated surface and topical application. In the repellence test 0.5 mg mL-1 of this extract were used. Evaluations occurred during 48 hours after exposure to the extract. In the exposition in contaminated surface 100% of mortality were observed in the dilution of 25.0 mg mL-1 and 50 to 80% in dilutions of 5.0 to 0.004 mg mL-1, while 0.0008 mg mL-1 and the control resulted in only 5% of mortality. In the topic application 60 to 65% of mortality were observed with dilutions of 25.0 to 0.1 mg mL-1. Dilutions of 0.0008 to 0.2 mg mL-1 did not differ from the control. The repellence index was lower than the minimum value praised in literature to consider a substance as repellent. These results pointed out to the high potential of P. hispidum extract for the control of H. hampei.
  • Estrutura genética espacial em populações naturais de Dimorphandra mollis (Fabaceae) na região norte de Minas Gerais, Brasil Artigo de Revisão

    Gonçalves, Ana Cecília; Reis, Cristiane Aparecida Fioravante; Vieira, Fábio de Almeida; Carvalho, Dulcinéia de

    Abstract in Portuguese:

    O conhecimento e o entendimento da estruturação genética intrapopulacional são importantes para o manejo e conservação dos recursos genéticos florestais, bem como para avaliar os impactos da exploração e fragmentação e estabelecer estratégias de amostragem em populações naturais. O objetivo deste estudo foi determinar a estrutura genética espacial (EGE) dentro das populações de Dimorphandra mollis Benth., visando gerar informações para a conservação genética in situ das populações naturais da espécie. Dez locos aloenzimáticos foram utilizados para estimar as frequências de 20 alelos referentes a 180 indivíduos, distribuídos em três populações naturais (Campina Verde, Pau de Fruta e Vargem da Cruz) no norte de Minas Gerais, Brasil. A diversidade genética média (Ĥe) para a espécie foi de 0,463, considerada alta e todos os locos foram polimórficos, com média de 2,0 alelos por loco. Os genótipos de D. mollis nas populações Vargem da Cruz e Pau de Fruta encontram-se distribuídos espacialmente de maneira aleatória (b log = -0,007, P = 0,171; b log = -0,004, P = 0,772, respectivamente). Por outro lado, os indivíduos da população Campina Verde apresentaram EGE positiva na menor classe de distância (F(300,m) = 0,05, P < 0,001), indicando agrupamentos de indivíduos aparentados. A EGE significativa nessa população foi confirmada pela estatística Sp, com valor de 0,047 (P < 0,001). Fatores como a dispersão de pólen e sementes restritas e o histórico de perturbação antrópica dessa população podem ter contribuído para esse padrão de estrutura familiar dos genótipos. Os níveis de estruturação genética detectados nas populações estudadas devem ser considerados para estratégias mais eficientes de amostragem visando à conservação genética in situ.

    Abstract in English:

    The knowledge and understanding about the spatial genetic structure are important for management and conservation of forest resources, as well as to evaluate the impacts of exploitation and fragmentation and establish the strategies of sampling in natural populations. We analyzed the spatial genetic structure (SGS) in natural populations of Dimorphandra mollis Benth. to gather information about in situ genetic conservation. A total of ten allozyme polymorphic loci were used to estimate the frequency of 20 alleles in 180 individuals in three natural populations (Vargem da Cruz, Campina Verde and Pau de Fruta) in the north of Minas Gerais State, Brazil. The results revealed high genetic diversity in these populations, showing an average number of alleles per locus (Â) of 2.0. All loci were polymorphic and the average genetic diversity (Ĥe) was 0.463. The genotypes of D. mollis in Vargem Grande and Pau de Fruta populations exhibit weak SGS with a close-to-random spatial distribution of genotypes (b log = -0.007, P = 0.171; b log = -0.004, P = 0.772, respectively). On the other hand, the genotypes of the Campina Verde population exhibit positive spatial autocorrelation indicating that groups of individuals are highly related (F(300,m) = 0.05, P < 0.001). The SGS was confirmed by Sp statistics (Sp = 0.047, P < 0.001). This could be due to restricted pollen and seed dispersal and the anthropic pertubation history of this area; these factors are likely to contribute to the familiar structure observed among these genotypes. The genetic structure in these populations needs to be taken into account when sampling from these sites to ensure that in situ conservation strategies will be more effective.
  • Biologia reprodutiva de Miconia angelana (Melastomataceae), endêmica da Serra da Canastra, Minas Gerais Artigo de Revisão

    Santos, Ana Paula Milla dos; Romero, Rosana; Oliveira, Paulo Eugênio A. M. de

    Abstract in Portuguese:

    A biologia reprodutiva de M. angelana R. Romero & R. Goldenberg foi estudada por meio de polinizações controladas, viabilidade polínica, crescimento do tubo polínico e germinação de sementes. Miconia angelana floresce entre o final de outubro e o início de novembro, é autocompatível e independente de polinização vibrátil. A autogamia, facilitada pela presença de anteras com dois poros que facilitam a saída do pólen sem que haja vibração e estames dispostos simetricamente ao redor do estilete, foi responsável pelas maiores porcentagens de frutificação (91,5%) e germinação das sementes (92%). Miconia angelana é uma das cinco espécies de Melastomataceae conhecidas até o momento que apresenta frutificação a partir de autopolinização espontânea e uma das cinco espécies do gênero Miconia com produção de néctar, que juntamente com o odor desagradável das flores, possibilita uma maior variedade de visitantes florais como mariposas, vespas, moscas, formigas, besouros e abelhas com comportamento vibratório ou não.

    Abstract in English:

    The reproductive biology of M. angelana R. Romero & R. Goldenberg was studied by controlled hand pollinations, pollen viability, pollen tube growth and seed germination. Miconia angelana flowered in late October and early November, presented self-compatibity and was independent of buzz pollination. The autogamy, facilitated by the two large pores of the anthers and stamens symmetrically disposed around the style, was responsible for the high fruit-set (91.5%) and high seed germination (92%). Miconia angelana is one of the five species of Melastomataceae reported for autogamy and one of the five of the Miconia genus with nectar production that, together with the awkward odor exhaled by the flowers, makes possible a higher variety of floral visitors as moths, wasps, flies, ants, beetles and bees with vibratory behavior or not.
  • Própolis marrom da vertente atlântica do Estado do Rio de Janeiro, Brasil: uma avaliação palinológica Artigo de Revisão

    Freitas, Alex da Silva de; Barth, Ortrud Monika; Luz, Cynthia Fernandes Pinto da

    Abstract in Portuguese:

    Diversos ecossistemas são encontrados ao longo da área litorânea do Estado do Rio de Janeiro onde se desenvolvem atividades apícolas visando à produção de própolis, entretanto, poucos são os trabalhos que tratam da análise palinológica da própolis dessa região. Foram analisadas vinte e quatro amostras de própolis coletadas ao longo do ano de 1997 e procedentes de três apiários localizados em áreas distintas da vertente atlântica na zona oeste do município do Rio de Janeiro. As análises palinológicas foram realizadas a partir da remoção da cera e resina com etanol e, pelo uso da acetólise, contando-se 500 grãos de pólen por amostra. Em todas as amostras houve a predominância do tipo polínico Eucalyptus em conjunto com Mimosa caesalpiniaefolia, além de Mimosa scabrella que, no entanto, foi observado com valores mais baixos. Cecropia esteve presente na maioria das amostras, mas seus percentuais variaram muito. Anacardiaceae (quatro tipos polínicos), Asteraceae, Citrus, Cocos e Poaceae também ocorreram na maioria das amostras, mas sempre com baixos valores. As formações vegetais originais da região (mata atlântica e restinga) foram representadas por alguns tipos polínicos com percentuais abaixo de 3% (Astronium, Casearia, Celtis, Mansoa/Sparattosperma, Myrcia, Schinus e Tabebuia). As análises estatísticas refletiram a correlação entre as espécies de plantas reconhecidas através de seus grãos de pólen e as áreas de estudo. A análise palinológica da própolis marrom demonstrou principalmente a semelhança dos espectros polínicos nessas três áreas, evidenciando a vegetação alterada (de áreas degradadas e cultivo).

    Abstract in English:

    Several ecosystems appear along the coastline in Rio de Janeiro State where apicultural activities are developed for propolis production, although only a few papers have been published on palynological analysis of the propolis produced in this region. Twenty four samples of propolis were collected and analysed throughout 1997, originated from three apiaries located in distinct areas on the west Atlantic coast in the municipality of Rio de Janeiro. The palynological analysis was carried out after removal of wax and resin using ethanol, acetolysis, and counting 500 pollen grains per sample. All samples showed a predominance of Eucalyptus pollen type together with Mimosa caesalpiniaefolia apart from minor quantities of Mimosa scabrella. Cecropia was present in most samples but the percentages varied considerably. Anacardiaceae (four pollen types), Asteraceae, Citrus, Cocos and Poaceae also occurred in most samples, but in lower quantities. The original vegetation in this region (Atlantic forest and "restinga") was represented by a few pollen types with percentages below 3% (Astronium, Casearia, Celtis, Mansoa/Sparattosperma, Myrcia, Schinus and Tabebuia). Statistical analysis reflected the correlation between the plant species identified by their pollen grains and the studied areas. The palynological analysis of the brownish propolis showed mainly the similarity of the pollen spectra in these three areas, making evident the altered vegetation (from degraded areas and cultivation).
  • Musgos acrocárpicos (Bryophyta) do Parque Estadual das Sete Passagens, Miguel Calmon, Bahia, Brasil Artigo de Revisão

    Ballejos, Jana; Bastos, Cid José Passos

    Abstract in Portuguese:

    Os musgos acrocárpicos são representados no Parque Estadual das Sete Passagens por 29 espécies distribuídas em 14 gêneros e oito famílias. Dessas espécies, seis espécies representam novas citações para o Estado da Bahia, sendo três novas para a região Nordeste e uma redescoberta para o Brasil. Caracterização morfológica, comentários, grupos briocenológicos, ambiente, distribuição geográfica e distribuição no Brasil são apresentados para todas as espécies estudadas. Ilustrações são apresentadas para as primeiras referências.

    Abstract in English:

    The acrocarpic mosses are represented at Parque Estadual das Sete Passagens by 29 species classified in 14 genera and eight families. Among these, six are newly reported for Bahia, of what three are new for Northeast region, and one is a rediscovery for Brasil. Morphological characterization, comments, bryocenological groups, geographic distribution and distribution in Brasil are given for all the studies species. Illustrations are given only for those species which are being reported for the first time.
  • Photosynthetic properties of three Brazilian seaweeds Scientific Note

    Chaloub, Ricardo M.; Reinert, Fernanda; Nassar, Cristina A. G.; Fleury, Beatriz G.; Mantuano, Dulce G.; Larkum, Anthony W. D.

    Abstract in Portuguese:

    O desempenho fotossintético de três grupos distintos de macroalgas marinhas, Ulva fasciata Delile (alga verde), Lobophora variegata (J. V. Lamouroux) Womersley ex E. C. Oliveira (alga parda) e Plocamium brasiliensis (Greville) M. A. Howe & W. R. Taylor (alga vermelha), foi comparado com auxílio de um fluorímetro de pulso e amplitude modulada. O potencial fotoquímico máximo do PS II (Fv/Fm) variou de 0,80 a 0,51, sendo que os menores valores foram observados em P. brasiliensis. Sob a irradiância de 400 µmol fótons m-2 s-1, o maior valor de dissipação fotoquímica (qP = 0,92 ± 0,13) foi observado para U. fasciata. A alga vermelha P. brasiliensis dissipou elevada quantidade de energia de excitação (qN = 0,56 ± 0,09), resultando em valores baixos de potencial fotoquímico efetivo do PS II (0,23 ± 0,04), e também de taxa relativa de transporte de elétrons (3,3 ± 0,7). O elevado potencial fotossintético encontrado para U. fasciata explica, parcialmente, a capacidade da espécie de crescimento rápido e de alta produtividade.

    Abstract in English:

    Photosynthetic performance of distinct marine macroalgae, Ulva fasciata Delile (green alga), Lobophora variegata (J. V. Lamouroux) Womersley ex E. C. Oliveira (brown alga), and Plocamium brasiliensis (Greville) M. A. Howe & W. R. Taylor (red alga), were compared using a pulse amplitude-modulated fluorometer. The maximum quantum yield (Fv/Fm) ranged from 0.80 to 0.51, and the lowest value was found in P. brasiliensis. Under 400 µmol photons m-2 s-1 irradiance, the highest value of photochemical quenching (qP = 0.92 ± 0.13) was observed for U. fasciata. The red alga P. brasiliensis dissipated high amounts of excitation energy (qN = 0.56 ± 0.09), resulting in relatively low values for the effective quantum yield of PS-II (0.23 ± 0.04), as well as for the relative electron transport rate (3.3 ± 0.7). The high photosynthetic potential found for U. fasciata partially explains the species ability for rapid growth and high productivity.
  • Tetrameristaceae (Angiospermae: Ericales): primeiro registro da família para o Brasil Nota Científica

    Viana, Pedro Lage; Carvalho, Fernanda Antunes; Silva, Isabel Reis

    Abstract in Portuguese:

    Tetrameristaceae é uma pequena família da ordem Ericales com três gêneros conhecidos, Tetramerista, Pentamerista e Pelliciera, e nenhuma espécie até então registrada para o Brasil. Expedições de inventário biológico na região do interflúvio Madeira-Purus, realizadas nos períodos de abril a maio de 2007 e julho de 2007, registraram a ocorrência de Pentamerista neotropica Maguire no Brasil, sendo primeira citação da família Tetrameristaceae para o País. Este registro dista aproximadamente 1000 km das localidades para qual era anteriormente conhecida. Descobertas como estas demonstram a necessidade de muito esforço de campo para um conhecimento satisfatório da diversidade florística na Amazônia brasileira.

    Abstract in English:

    Tetrameristaceae is a small Angiosperm family included in Ericales clade with three known genera, Tetramerista, Pentamerista and Pelliciera, never recorded before in Brazil. Biological inventories carried out at the Madeira - Purus rivers interfluvial region from April to June 2007, recorded the occurrence of Pentamerista neotropica Maguire in Brazil, which is the first citation of Tetrameristaceae family in this country. This record is approximately 1.000 km distant from the localities where this species has been previously recorded. This kind of discovery demonstrates the necessity of more fieldwork towards a better knowledge of plant diversity in the Brazilian Amazon forest.
  • The position of the hyaline papilla and the genus concept of Cheilolejeunea (Spruce) Schiffn. (Lejeuneaceae) Point of View

    Bastos, Cid José Passos

    Abstract in Portuguese:

    Neste trabalho, o conceito do gênero Cheilolejeunea é discutido e reavaliado à luz do real conceito da posição da papila hialina, bem como da definição de dente apical do lóbulo no gênero.

    Abstract in English:

    In this paper, the genus concept of Cheilolejeunea is discussed and revalued based upon the concept of the real position of the hyaline papilla, as well as upon the definition of apical tooth of the lobule in the genus.
Sociedade Botânica de São Paulo Caixa Postal 57088, 04089-972 São Paulo SP - Brasil, Tel.: (55 11) 5584-6300 - ext. 225, Fax: (55 11) 577.3678 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: brazbot@gmail.com