• Editorial

    Dietrich, Sonia M.C.
  • Pólen de Magnoliopsida (Asteridae) e Liliopsida do perfil sedimentar de uma turfeira em São Francisco de Paula, planalto leste do Rio Grande do Sul, Sul do Brasil Artigo de Revisão

    Leonhardt, Adriana; Lorscheitter, Maria Luisa

    Abstract in Portuguese:

    (Pólen de Magnoliopsida (Asteridae) e Liliopsida do perfil sedimentar de uma turfeira em São Francisco de Paula, Planalto Leste do Rio Grande do Sul, Sul do Brasil). O trabalho tem por finalidade fornecer material de referência para pesquisas paleopalinológicas no sul do Brasil através da análise do perfil sedimentar de uma turfeira do Planalto Leste do Rio Grande do Sul. São apresentados os grãos de pólen de Asteridae, Alismatidae, Commelinidae e Liliidae. O perfil possui 286 cm de comprimento correspondendo, aproximadamente, aos últimos 25.000 anos. O processamento químico das 22 amostras obtidas seguiu o método padrão e a análise foi feita em microscopia óptica. As descrições morfológicas, incluindo medidas dos eixos polar e equatorial, são acompanhadas de fotomicrografias e dados ecológicos do esporófito de origem. Foram identificados grãos correspondentes a 21 Asteridae, uma Alismatidae, quatro Commelinidae, três Liliidae e mais três grãos de pólen indeterminados de Angiospermas.

    Abstract in English:

    (Magnoliopsida (Asteridae) and Liliopsida pollen of the sedimentary profile of a bog, São Francisco de Paula, Eastern Plateau of Rio Grande do Sul, Southern Brazil). This paper aims to provide data for paleopalynological research progress in southern Brazil by increasing the knowledge about the Quaternary in the region. Therefore, the palynological analysis of a sedimentary profile of a bog of Rio Grande do Sul Eastern Plateau was made and the Angiospermae pollen (Asteridae, Alismatidae, Commelinidae and Liliidae) are presented. The profile is 286 cm long, corresponding approximately to the last 25,000 years. The chemical processing of the 22 samples obtained followed the standard methodology and the analysis was made by light microscopy. The photomicrographs are accompanied by concise morphological descriptions, including measurements of polar and equatorial axis and ecological data of the original sporophyte. Pollen corresponding to 21 Asteridae, one Alismatidae, four Commelinidae and three Liliidae were identified, beside three indeterminate pollens of Angiospermae.
  • Fissidentaceae (Bryophyta) da Chapada da Ibiapaba, Ceará, Brasil Artigo de Revisão

    Oliveira, Hermeson Cassiano de; Bastos, Cid José Passos

    Abstract in Portuguese:

    (Fissidentaceae (Bryophyta) da Chapada da Ibiapaba, Ceará, Brasil). Foram encontradas na Chapada da Ibiapaba, Ceará, 20 espécies de Fissidentaceae sendo oito novas ocorrências para o Estado e Fissidens cryptoneuron P. de la Varde, F. angustifolius Sull., F. lindbergii Mitt. e F. santa-clarensis Thér. para a Região Nordeste. São fornecidas chaves de identificação para as espécies encontradas, bem como distribuição geográfica e comentários referentes a ambiente, substrato e caracteres taxonômicos importantes. Ilustrações foram feitas para as espécies pouco ilustradas na literatura.

    Abstract in English:

    (Fissidentaceae (Bryophyta) of the Ibiapaba Plateau, Ceará, Brazil). In the floristic survey carried out in the Ibiapaba Plateau, state of Ceará, Northeast Brazil, 20 species of Fissidentaceae were found, being eight new records for the Ceará State and Fissidens cryptoneuron P. de la Varde, F. angustifolius Sull., F. lindbergii Mitt. and F. santa-clarensis Thér. for the Northeast region. Identification keys are provided for the species found, as well geographic distribution and comments on the environment, substrate and important taxonomic characters. Illustrations have been drawn for the species rarely illustrated in the literature.
  • In vitro culture at low temperature and ex vitro acclimatization of Vriesea inflata an ornamental bromeliad Review Paper

    Pedroso, Andrea Nunes Vaz; Lazarini, Rosmari Aparecida de Morais; Tamaki, Vívian; Nievola, Catarina Carvalho

    Abstract in Portuguese:

    (Cultivo in vitro em temperatura baixa e aclimatização ex vitro de Vriesea inflata, uma bromélia ornamental). O cutivo in vitro iniciado a partir de sementes pode ser utilizado para preservação de espécies ameaçadas porque contribui para o fornecimento de um grande número de plantas com diversidade genética. Vriesea inflata (Wawra) Wawra, uma bromélia ornamental, é extensivamente e ilegalmente coletada da natureza, sendo importante sua preservação. Por meio do cultivo in vitro é possível formar coleções de plantas ameaçadas, sob crescimento lento, ocupando pouco espaço, com redução dos custos de manutenção das culturas. Este trabalho avaliou a influência da temperatura sobre o crescimento e morfologia de plantas de V. inflata mantidas in vitro, com objetivo de diminuir o crescimento, além de verificar a aclimatização destas para a condição ex vitro. Sementes de V. inflata foram germinadas utilizando-se o meio de Murashige and Skoog (MS) com macronutrientes reduzidos à metade (MS/2). Após três meses as plantas foram transferidas para frascos contendo o mesmo meio e mantidos em câmaras de germinação, com temperaturas ajustadas para 15 °C e 28 °C. Após 24 meses essas plantas foram submetidas à analises biométricas, anatômicas e de pigmentos fotossintéticos. Verificou-se que as plantas mantidas a 15 °C foram menores que aquelas cultivadas a 28 °C. A taxa de sobrevivência foi de 100% e não houve alterações no conteúdo de pigmentos e na anatomia. Este trabalho mostrou que plantas dessa espécie podem ser mantida in vitro a 15 °C com o objetivo de se estabelecer uma coleção de crescimento lento visando à preservação, além de mostrar que essas plantas apresentaram uma taxa de 100% de sobrevivência quando transferidas para condições ex vitro.

    Abstract in English:

    (In vitro culture at low temperature and ex vitro acclimatization of Vriesea inflata an ornamental bromeliad). In vitro culture by seeds is a technique for preservation of threatened species because it may provide a large number of plants with genetic diversity. The bromeliad Vriesea inflata (Wawra) Wawra, an ornamental bromeliad, is extensively and illegally collected from the nature and must be preserved. It is possible to form plant threatened collections in vitro by reducing the temperature of culture, while occupying little space, with the consequent reduction of maintenance costs. This work evaluated the influence of temperature on in vitro growth and morphology of plants of V. inflata, with the aim of establishing a slow growth-rate and analyzing the ex vitro acclimatization. Seeds were germinated in vitro in Murashige and Skoog (MS) medium, with macronutrients reduced to 50% (MS/2). After three months the plants were transferred to flasks of new same medium and kept in two germination chambers with the temperature adjusted to 15 °C and to 28 °C. After 24 months the plants were subject to biometric, photosynthetic pigments content and anatomical analyses. Results showed that plants maintained at 15 °C were smaller than those at 28 °C. Nevertheless, there were no alterations in pigments content, anatomy. In both treatments there was a survival rate of 100%. This work showed that plants of this species can be kept in vitro at 15 °C with the aim of forming a slow-growth collection, thereby seeking its preservation, and can be transferred to growth at ex vitro condition to achieved 100% survival rate.
  • Tipos polínicos encontrados em esfingídeos (Lepidoptera, Sphingidae) em área de Floresta Atlântica do sudeste do Brasil: uso da palinologia no estudo de interações ecológicas Artigo de Revisão

    Avila Junior, Rubem Samuel de; Cruz-Barros, Maria Amélia Vitorino da; Correa, Ângela Maria da Silva; Sazima, Marlies

    Abstract in Portuguese:

    (Tipos polínicos encontrados em esfingídeos (Lepidoptera, Sphingidae) em área de Floresta Atlântica do Sudeste do Brasil: uso da palinologia no estudo de interações ecológicas). Foram determinadas as espécies de plantas utilizadas por uma comunidade de esfingídeos (Lepidoptera, Sphingidae) através da avaliação dos tipos polínicos que os espécimes apresentavam sobre seus corpos, em uma área de Floresta Atlântica do Sudeste do Brasil. Foram registrados 63 tipos polínicos de 27 famílias distribuídos assimetricamente ao longo do ano. Houve predomínio de espécies de Rubiaceae, Bromeliaceae e Fabaceae. Pólen do tipo Inga esteve presente em quase todos os meses amostrados e em grande número de espécies de esfingídeos. Tipos polínicos relativos a famílias que não apresentam atributos morfológicos adaptativos ao uso por Sphingidae foram responsáveis pela maior parte das amostras, o que demonstra forte aspecto generalista no comportamento de forrageamento deste grupo de lepidópteros. Este estudo reforça a utilidade do uso da palinologia no entendimento de padrões de interações inseto-planta em ambientes tropicais.

    Abstract in English:

    (Pollen types found on hawkmoths (Lepidoptera, Sphingidae) in the Atlantic Rain Forest area of Southeastern Brazil: use of palinology in studies of ecological interactions). The species of the plants used by a hawkmoth community (Lepidoptera, Sphingidae) were recorded through pollen types collected on the bodies of specimens in an area of the Atlantic Rain Forest of Southeastern Brazil. A total of 63 pollen types of 27 families were recorded, which showed assimetrical temporal distribution during the study. Species of Rubiaceae, Bromeliaceae and Fabaceae predominated in the records. The Inga pollen type was present in almost all the recorded months and in many of the hawkmoths species. Pollen types of species that did not present sphingophilous traits were the most common in the samples, a fact that could be related with the generalist foraging pattern of this group of Lepidoptera. This study demonstrates the utility of palinology on ecological studies of plant-pollinator interactions in the tropics.
  • Ultrastructure of secretory and senescence phase in colleters of Bathysa gymnocarpa and B. stipulata (Rubiaceae) Review Paper

    Miguel, Emilio de Castro; Klein, Denise Espellet; Oliveira, Marco Antonio de; Cunha, Maura da

    Abstract in Portuguese:

    (Ultraestrutura da fase secretora e da senescente dos coléteres de Bathysa gymnocarpa e B. stipulata (Rubiaceae)). Coléteres são estruturas secretoras formadas por um eixo parenquimático que inclui feixes vasculares, circundado por uma camada de células epidérmicas secretoras em paliçada. Em estudos sobre a estrutura dos coléteres tem sido observada a ultraestrutura das células secretoras, mas não discriminam as fases secretora e senescente. Geralmente, em células secretores de mucilagem como os coléteres, o retículo endoplasmático e o complexo de Golgi estão envolvidos na produção e no transporte da secreção. Neste estudo, foram determinadas duas fases baseadas na estrutura dos coléteres de Bathysa gymnocarpa K. Schum. and B. stipulata (Vell.) C. Presl. (Rubiaceae): a fase secretora e a fase senescente. Amostras foram coletadas e processadas utilizando técnicas usuais de microscopia óptica e eletrônica. Os coléteres estudados são constituídos por uma camada epidérmica em paliçada e um eixo central parenquimático com traços vasculares raros. Durante a fase secretora, as células epidérmicas se apresentam com o citoplasma denso, pequenos vacúolos, retículo endoplasmático liso e rugoso evidente e complexo de Golgi próximo a grandes vesículas. Durante a fase senescente, as células epidérmicas apresentaram o sistema endomembranar desorganizado. Nenhuma organela intacta ou vesícula foi observada. A parede celular mais externa exibiu camadas similares às observadas durante a fase secretora. A fase senescente é facilmente definida pela morfologia do coléter, mas não é bem definida em nível subcelular nas células secretoras. Nossa investigação sugere que a morte celular programada se inicia na fase secretora. Contudo, mais evidências são necessárias para avaliar esse fenômeno.

    Abstract in English:

    (Ultrastructure of secretory and senescence phase in colleters of Bathysa gymnocarpa and B. stipulata (Rubiaceae)). Colleters are secretory structures formed by a parenchymatic axis with vascular bundles, bound by a layer of secretory palisade-like epidermis. Some studies regarding the structure of colleters have focused on secretory cells structure, but not distinguished the secretory and senescent phases. Generally, in mucilage-secreting cells such as colleters, the endoplasmic reticulum and Golgi apparatus are involved in secretion production and transport. In these study, colleters structure of Bathysa gymnocarpa K. Schum. and B. stipulata (Vell.) C. Presl. (Rubiaceae) were determined in two phases: a secretory phase and a senescence one. Samples were collected and processed by usual light and electron microscopy techniques. Studied colleters are constituted by an epidermal palisade layer and a central axis formed by parenchymatic cells with rare vascular traces. During the secretory phase, epidermal cells presented a dense cytoplasm, small vacuoles, enhanced rough and smooth endoplasmic reticulum, and a Golgi apparatus close to large vesicles. During the senescence phase epidermal cells presented a disorganized membrane system. No intact organelles or vesicles were observed. The outer cell wall exhibited similar layers to that observed during the secretory phase. The senescent phase is easily defined by the morphology of the colleters, but not well defined at subcellular level. Our research suggests that programmed cell death starts on secretory phase. However, more evidences are needed to evaluate the phenomena.
  • Aspectos estruturais da comunidade arbórea em remanescentes de floresta estacional decidual, em Corumbá, MS, Brasil Artigo de Revisão

    Lima, Michele Soares de; Damasceno-Júnior, Geraldo Alves; Tanaka, Marcel Okamoto

    Abstract in Portuguese:

    (Aspectos estruturais da comunidade arbórea em remanescentes de floresta estacional decidual, em Corumbá, MS, Brasil). Um estudo comparativo da estrutura da comunidade arbórea entre dois remanescentes de floresta decídua foi conduzido em diferentes altitudes: florestas deciduais de terras baixas (FEDTB) e submontana (FEDSM), localizados em Corumbá, MS, Centro Oeste brasileiro. Amostraram-se indivíduos arbóreos com CAP ³ 15 cm, utilizando-se método de quadrantes. Foram demarcados 80 pontos em FEDTB e em FEDSM 78 pontos foram distribuídos por altitude: 180 m (18 pontos), 220, 260 e 300 m de altitude (20 pontos cada). Em FEDTB foram amostradas 34 espécies, sendo que Calycophyllum multiflorum Griseb., Ceiba pubiflora (A. St.-Hil.) K. Schum. e Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan apresentaram os maiores valores de importância. Na área de FEDSM foram amostradas 33 espécies, sendo que Anandenanthera colubrina, Ceiba pubiflora e Acosmium cardenasii H. S. Irwin & Arroyo foram as mais importantes. O padrão de distribuição das espécies variou ao longo do gradiente altitudinal. Em ambas as áreas, o índice de diversidade de Shannon foi de 2,9 e a Equitabilidade de 0,8, onde as famílias mais representativas foram Fabaceae (8 spp.) e Rubiaceae (4 spp). As florestas estudadas apresentaram baixa densidade de indivíduos por hectare em relação a outros estudos, exceto na área a 300 m. A comunidade arbórea apresentou 22,46% de indivíduos perfilhados e em fases iniciais de sucessão. O dossel variou de 6 a 12 m, com indivíduos emergentes de até 18 m. Estes remanescentes representam fonte de diversidade biológica para a região do Pantanal sendo importantes componentes dos corredores naturais da região.

    Abstract in English:

    (Structural features of the arboreal community in remnants of dry forest in Corumbá, MS, Brazil). The structure of the arboreal community of two types of dry forest was compared in an altitudinal gradient of lowland (FEDTB) and submontane (FEDSM) dry forests, in Corumbá, MS, Midwest Brazil. Tree species with circumference at breast height ³ 15 cm were sampled, using the point centered quarter method. In the FEDTB 80 points were demarcated, and in FEDSM 78 points were distributed in the following altitudes: 180 m (18 points), 220, 260 and 300 m (20 points each). In FEDTB 34 species were sampled; Calycophyllum multiflorum Griseb., Ceiba pubiflora (A. St.-Hil.) K. Schum. and Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan have the highest VI values. In FEDSM, 33 species were sampled, and Anandenanthera colubrina, Ceiba pubiflora and Acosmium cardenasii H. S. Irwin & Arroyo were the most important. The distribution pattern of the species varied along the altitudinal gradient. In both forests Shannon's diversity and equitability indexes were 2.9 and 0.8, respectively, and the most representative families were Fabaceae (8 species) and Rubiaceae (4 species). The studied forests have low density of individuals in relation to other studies, except for the track at 300 m. About 22.46% of the individuals of arboreal community had basal ramifications and were in the initial phases of succession. The canopy varied from 6 to 12 m, and emergent individuals of up to 18 m. These remnants represent a source of biodiversity for the Pantanal, being an important part of the natural forest corridors of the region.
  • Diversidade e estrutura comunitária de cerrado sensu stricto em afloramentos rochosos no parque estadual dos Pireneus, Goiás Artigo de Revisão

    Moura, Iona'i Ossami de; Gomes-Klein, Vera Lúcia; Maria Felfili, Jeanine; Ferreira, Heleno Dias

    Abstract in Portuguese:

    (Diversidade e estrutura comunitária de cerrado sensu stricto em afloramentos rochosos no Parque Estadual dos Pireneus, Goiás). Este estudo foi realizado no Parque Estadual dos Pireneus e tem como objetivo analisar a composição florística e a estrutura comunitária do componente lenhoso do cerrado sensu stricto sobre afloramentos de rochas e comparar os resultados com outros locais. A área localiza-se entre as coordenadas 15°48'42"-47" S e 48°52'40"-63" W, a 1.310 m de altitude média. Dez parcelas de 20 m × 50 m (1.000 m²) foram alocadas aleatoriamente onde mediu-se todos os indivíduos lenhosos com diâmetro do tronco igual ou superior a 5 cm, tomado a 30 cm do solo. O estudo registrou 65 espécies, pertencentes a 51 gêneros e 35 famílias. As famílias mais representativas quanto ao número de espécies foram: Myrtaceae (oito spp.), Fabaceae (sete spp.) e Melastomataceae (seis spp.). As doze primeiras espécies em VI foram responsáveis por mais de 50% da dominância e densidade totais. A densidade foi de 1.105 indivíduos ha-1 e a área basal 11,03 m² ha-1. O índice de diversidade de Shannon (H') foi de 3,65 nats ind-1e encontra-se dentro da faixa de variação de estudos em cerrado sensu stricto. Os agrupamentos das parcelas do parque gerados pela análise de classificação mostraram que este cerrado é composto por espécies características do local como Schwartzia adamantium (Cambess.) Bedell ex Giraldo-Cañas, Alchornea triplinervia (Spreng.) Müll. Arg. e Clusia burchellii Engl., espécies generalistas das fisionomias de cerrado e também espécies mais comuns em mata de galeria, e apresenta estrutura similar a esta vegetação em outras condições edáficas.

    Abstract in English:

    (Diversity and community structure of cerrado sensu stricto on rocky outcrops of the Pireneus State Park, Goiás). This study was conducted within the Pireneus State Park and its objective was to analyse the floristic composition and community structure of the woody layer of the cerrado sensu stricto on rocky outcrops and to compare with other places. The study area is located at 15°48'42"-47" S and 48°52'40"-63" W, with average altitude of 1,310 m. Ten 20 m × 50 m (1,000 m²) plots were randomly located and all woody individuals of 5 cm diameter at 30 cm from the ground level were identified and measured. Sixty five species belonging to 51 genera and 35 families were found. The richest families in species were: Myrtaceae (eight spp.), Fabaceae (seven spp.) and Melastomataceae (six spp.). The 12 species with highest VI were responsible for more than 50% of total density and dominance. The density was 1105 individuals ha-1 and basal area was 11.03 m² ha-1. Shannon's diversity index (H') was 3.65 nats ind-1. These values are high and are within the range of other studies in cerrado sensu stricto. TWINSPAN classification of the Pireneus State Park's plots showed that this cerrado is composed by species characteristics of the site like Schwartzia adamantium (Cambess.) Bedell ex Giraldo-Cañas, Alchornea triplinervia (Spreng.) Müll. Arg. and Clusia burchellii Engl., generalist species of "cerrado region" and also by species more common in gallery forests, and present similar structure to this vegetation in other edaphic conditions.
  • Fenologia de floração e polinização de espécies ornitófilas de bromeliáceas em uma área de campo rupestre da Chapada Diamantina, BA, Brasil Artigo de Revisão

    Santana, Cyrio Silveira; Machado, Caio Graco

    Abstract in Portuguese:

    (Fenologia de floração e polinização de espécies ornitófilas de bromeliáceas em uma área de campo rupestre da Chapada Diamantina, BA, Brasil). Beija-flores são os principais polinizadores de bromeliáceas e a floração sequencial propicia a manutenção local destas aves. Neste estudo investigamos as estratégias fenológicas de floração e os visitantes florais de cinco bromeliáceas ornitófilas em uma área de campo rupestre na Chapada Diamantina, Bahia. Os dados sobre fenologia de floração foram coletados pelo acompanhamento mensal da fenofase de floração de indivíduos no período entre julho de 2006 e dezembro de 2007. Os visitantes florais foram registrados em observações naturalísticas de fevereiro de 2002 a dezembro de 2003 e de julho de 2006 a dezembro de 2007. A maioria das espécies floresceu no fim da estação seca e no início da estação chuvosa; Hohenbergia ramageana Mez apresentou floração contínua na área. A comunidade de bromélias estudada apresentou floração seqüencial e contínua, proporcionando recursos para a manutenção dos polinizadores na área ao longo do ano. Seis troquilídeos, um cerebídeo e três espécies de abelhas visitaram flores das bromélias. Chlorostilbon lucidus (Shaw, 1812), Phaethornis pretrei (Lesson & Delattre, 1839) e Coereba flaveola (Linnaeus, 1759) foram os principais polinizadores das plantas na área. Neoregelia bahiana (Ule) L. B. Sm., de corola de tubo longo é a espécie mais especializada, tendo P. pretrei como seu único polinizador, enquanto H. ramageana, com corola de tubo curto, é a mais generalista, considerada como um importante recurso para os beija-flores da área

    Abstract in English:

    (Flowering phenology and pollination of ornitophilous bromeliads in the campo rupestre of Chapada Diamantina, Bahia, Brazil). Hummingbirds are the major pollinators of bromeliads and the sequential flowering can potentially provide the maintenance of their local populations. In this study we investigated the phenological flowering strategies and the floral visitors of five ornitophilous bromeliads on the high altitude rocky field (campos rupestres) areas of the Chapada Diamantina, Bahia. Flowering phenology data were collected in monthly monitored individuals, from July 2006 to December 2007. Floral visitors were recorded by naturalistic observations from February 2002 to December 2003 and from July 2006 to December 2007. Most species flowered at the end of the dry season and the beginning of the rainy season, but Hohenbergia ramageana Mez showed continuous flowering. The community showed a sequential and continuous flowering, providing feeding resources for the maintenance of pollinators in the area throughout the year. Six hummingbirds, the perching bird, and three species of bees visited the bromeliads flowers. Chlorostilbon lucidus (Shaw, 1812), Phaethornis pretrei (Lesson & Delattre, 1839), and Coereba flaveola (Linnaeus, 1759) were their major pollinators. Neoregelia bahiana (Ule) L. B. Sm., with its long corolla tube is the most specialized species, and P. pretrei was its only pollinator, while H. ramageana, with its short corolla tube is the most generalist, considered an important resource for the hummingbirds of the area.
  • The genus Stachybotrys (anamorphic fungi) in the semi-arid region of Brazil Review Paper

    Izabel, Tasciano dos Santos Santa; Cruz, Alisson Cardoso Rodrigues da; Barbosa, Flávia Rodrigues; Ferreira, Sheila Miranda Leão; Marques, Marcos Fábio Oliveira; Gusmão, Luís Fernando Pascholati

    Abstract in Portuguese:

    (O gênero Stachybotrys (fungos anamórficos) na região semi-árida do Brasil). Stachybotrys é caracterizado por apresentar conidióforos macronemáticos, mononemáticos simples ou ramificados, células conidiogênicas evidentes, terminais e fialídicas e conídios asseptados, reniformes, elipsóides a esféricos, lisos ou verrucosos, produzidos em mucilagem. No Brasil já foram relatadas oito espécies, ocorrendo no solo, no ar e em material vegetal em decomposição. Durante investigação de fungos conidiais associados à serapilheira em áreas do semi-árido brasileiro foram encontradas nove espécies: S. bisbyi (Sriniv.) G.L. Barron, S. chartarum (Ehrenb.) S. Hughes, S. globosa P. C. Misra & S. K. Srivast., S. kampalensis Hansf., S. longispora Matsush., S. nephrospora Hansf., S. nilagirica Subram., S. parvispora S. Hughes e S. verrucispora Matsush., dentre estas S. nilagirica constitui um novo registro para o Brasil. Descrições, comentários, distribuição geográfica e ilustrações são apresentadas para as espécies citadas. Chave de identificação para as espécies registradas no Brasil é apresentada.

    Abstract in English:

    (The genus Stachybotrys (anamorphic fungi) in the semi-arid region of Brazil). Stachybotrys is characterized by macronematous, mononematous, unbranched or branched conidiophores, with discrete terminal and phialidic conidiogenous cells, and aseptate, reniform, ellipsoidal to spherical, smooth or verrucose conidia, which are produced in a slimy mass. Eight species have been reported from Brazil, occurring in the soil, air and leaf litter. During investigation of conidial fungi on decaying leaf litter in semi-arid areas of Brazil nine species were found: S. bisbyi (Sriniv.) G.L. Barron, S. chartarum (Ehrenb.) S. Hughes, S. globosa P. C. Misra & S. K. Srivast., S. kampalensis Hansf., S. longispora Matsush., S. nephrospora Hansf., S. nilagirica Subram., Stachybotrys parvispora S. Hughes and S. verrucispora Matsush. Stachybotrys nilagirica is a new record from Brazil. Descriptions, comments, geographic distribution and illustrations are presented for above mentioned species. A key for all species recorded in semi-arid region of Brazil is presented.
  • Coléteres foliares e calicinais de Temnadenia violacea (Apocynaceae, Apocynoideae): estrutura e distribuição Artigo de Revisão

    Martins, Fabiano Machado; Kinoshita, Luiza Sumiko; Castro, Marilia de Moraes

    Abstract in Portuguese:

    (Coléteres foliares e calicinais de Temnadenia violacea (Apocynaceae, Apocynoideae): estrutura e distribuição). Este trabalho descreve a origem, estrutura e posição dos coléteres dos ápices vegetativos e florais de Temnadenia violacea (Vell.) Miers e comprova a presença de mucilagem na secreção produzida por estas estruturas. O número de coléteres foliares varia de 9 a 11 por primórdio e de 18 a 22 por nó; apenas um tem origem axilar, sendo os demais de origem marginal. Quanto à posição, cinco coléteres são peciolares e os demais interpeciolares. Os coléteres foliares são dos tipos standard e séssil, sendo constituídos por uma porção alongada, formada por um núcleo central de células parenquimáticas, revestido por epiderme secretora em paliçada uniestratificada e cutícula delgada. Tricomas tectores e tecido vascular ocorrem apenas nos coléteres marginais distais. No ápice floral, os coléteres calicinais têm origem na base do cálice, sendo três coléteres opostos a cada uma das lacínias. Todos os coléteres calicinais possuem um núcleo central de células parenquimáticas, epiderme secretora em paliçada uniestratificada, cutícula delgada e são sésseis; o eixo parenquimático destes coléteres é destituído de vascularização e os laticíferos observados são de pequeno calibre. A mucilagem foi detectada tanto na secreção dos coléteres foliares quanto dos calicinais.

    Abstract in English:

    (Foliar and calycine colleters of Temnadenia violacea (Apocynaceae, Apocynoideae): structure and distribution). The present work describes the origin, structure and position of the colleters on vegetative and floral apices of Temnadenia violacea (Vell.) Miers and confirms the presence of mucilage in the secretion produced by those structures. The number of foliar colleters ranges from 9 to 11 per primordium and from 18 to 22 per node; only one has an axilar origin, while the others originate along the margins. Concerning position, five of them are petiolar and the others are interpetiolar. There are two types of foliar colleters: standard and sessile, and they consist of a main body composed of a central core of elongated parenchyma cells surrounded by a secretory palisade epidermis and a thin cuticle. Tector trichomes and vascular tissue occur only on the distal marginal colleters. On the floral apices, the calycine colleters are formed at the base of the calyx, three of them opposite the sepals. All of the calycine colleters have a central core of elongated parenchyma cells, a secretory palisade epidermis, a thin cuticle, and are sessile. The calycine colleters are not vascularized and the laticifers are narrow. Mucilage was detected in the secretion of both foliar and calycine colleters.
  • Distribuição da comunidade de epífitas vasculares em sítios sob diferentes graus de perturbação na Floresta Nacional de Ipanema, São Paulo, Brasil Artigo de Revisão

    Bataghin, Fernando Antonio; Barros, Fábio de; Pires, José Salatiel Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    (Distribuição da comunidade de epífitas vasculares em sítios sob diferentes graus de perturbação na Floresta Nacional de Ipanema, São Paulo, Brasil). Apesar da importância de epífitas vasculares em refletir o grau de preservação local, existem poucas pesquisas sobre o tema. Esta pesquisa foi desenvolvida na Floresta Nacional de Ipanema, Iperó, SP, e teve por objetivo caracterizar e analisar a comunidade epifítica vascular em sítios sob diferentes graus de perturbação. Foram determinados três sítios: RIA - remanescente isolado/alterado, FAB - floresta avançada/borda e FAI - floresta avançada/interior e, em cada sítio, foram amostrados 90 forófitos com DAP ³ 20 cm. Foram estimamos os parâmetros de freqüência, dominância e diversidade com base na ocorrência das epífitas nos estratos e nos forófitos. No levantamento foram encontradas 21 espécies, 14 gêneros e seis famílias. O índice de diversidade Shannon (H') para toda a comunidade epifítica foi de 2,172, a equabilidade (J) = 0,713 e a riqueza de Margalef (d) = 2,467. A riqueza e a diversidade dos sítios foram de: 18 espécies, H' = 2,159, J = 0,747 e d = 2,180 para o Sítio RIA; sete espécies, H' = 1,270, J = 0,652 e d = 1,017 para o Sítio FAB; e 13 espécies, H' = 1,587, J = 0,618 e d = 1,919 para o Sítio FAI. Embora existam diferenças significativas entre os sítios RIA e FAB, e entre os sítios RIA e FAI, não houve variação significativa entre os sítios FAB e FAI. Essa pesquisa destaca a influência das alterações ambientais sobre as comunidades epifíticas e a importância de remanescentes florestais alterados ou mesmo árvores isoladas para a manutenção das epífitas vasculares.

    Abstract in English:

    (Distribution of the community of vascular epiphytes in sites under different degrees of disturbance in the Ipanema National Forest, São Paulo, Brazil). Despite the importance of vascular epiphytes to indicate the degree of local conservation, there is little research on this subject. The present research was performed in the Ipanema National Forest, Iperó, São Paulo, Brazil, aiming to characterize the vascular epiphytic community, to analyze their vertical distribution and to analyze the correlation among different sites. Three sites were considered: RIA - remnant isolated/modified, FAB - advanced forest/border, and FAI - advanced forest/inside. On each site 90 assorted trees (DBH ³ 20 cm) were sampled. Frequency, abundance and diversity parameters based on the occurrence of epiphytes in the strata and in the assorted trees were estimated. In the present survey 21 species belonging to 14 genera and six families were found. The Shannon index of diversity (H') for the whole epiphytic community was 2.272, the equability (J) = 0.713 and Margalef's richness (d) = 2.467. The richness and diversity of sites were: 18 species, H' = 2.159, J = 0.747 and d = 2.180 for the RIA site, seven species, H' = 1.270, J = 0.652 and d = 1.017 for the FAB site, and 13 species, H' = 1.587, J = 0.618 and d = 1.919 for the FAI site. Although there are significant differences among RIA to FAB and FAI, there is no difference between FAB and FAI. This research highlights the influence of environmental changes over epiphytic communities and the importance of disturbed forest remnants or even isolated trees to sustain the vascular epiphytes.
  • Germinação de megásporos e desenvolvimento esporofítico inicial da filicínea Regnellidium diphylum (Marsileaceae) sob deficiências minerais Nota Científica

    Wunder, Denise Angela; Droste, Annette; Windisch, Paulo Günter

    Abstract in Portuguese:

    (Germinação de megásporos e desenvolvimento esporofítico inicial da filicínea Regnellidium diphylum (Marsileaceae) sob deficiências minerais). Regnellidium diphyllum Lindm. é uma filicínea heterosporada da família Marsileaceae, de distribuição restrita ao sul do Brasil e algumas localidades do Uruguai e da Argentina. A espécie se encontra na lista de espécies ameaçadas de extinção do Rio Grande do Sul, como vulnerável. No presente estudo, verificou-se o efeito da ausência de nutrientes minerais na germinação de megásporos e no desenvolvimento inicial de esporófitos de R. diphyllum in vitro. O efeito de soluções nutritivas de Meyer modificadas pela ausência de NH4NO3, NaCl, FeCl3·6H2O, MgSO4·7H2O, KH2PO4 ou CaCl2 foi analisado na germinação e na formação de esporófitos de R. diphyllum. A germinação dos megásporos foi reduzida na ausência de CaCl2 (52%), quando comparada ao controle (77,3%). Houve baixa porcentagem de gametófitos com formação de esporófitos na ausência de MgSO4·7H2O (38,6%) e de KH2PO4 (33,8%), sendo que na ausência de CaCl2 não houve formação de esporófitos. O comprimento da raiz primária e das folhas primária e secundária foi reduzido significativamente na ausência de MgSO4·7H2O e de KH2PO4, destacando-se que na ausência de KH2PO4 não ocorreu desenvolvimento da folha secundária após cinco semanas em cultura. Os demais tratamentos não comprometeram o processo de germinação dos megásporos e o desenvolvimento inicial dos esporófitos, demonstrando que a espécie pode se estabelecer mesmo sob baixas concentrações desses nutrientes.

    Abstract in English:

    (Megaspore germination and initial sporophytic development of the fern Regnellidium diphyllum (Marsileaceae) under mineral deficiencies). Regnellidium diphyllum Lindm. is a heterosporous fern in the Marsileaceae family with restricted distribution to Southern Brazil and some adjoining localities in Uruguay and Argentina. The species has been listed as vulnerable in the endangered species list of the State of Rio Grande do Sul. In the present study we verified the effect of absence of mineral nutrients on megaspore germination and initial development of R. diphyllum sporophytes in vitro. The effect of Meyer's nutrient solutions modified by the absence of NH4NO3, NaCl, FeCl3·6H2O, MgSO4·7H2O, KH2PO4 or CaCl2 was analyzed in the germination and sporophyte formation of R. diphyllum. Megaspore germination decreased in absence of CaCl2 (52%) when compared to the control (77.3%). A low percentage of gametophytes gave rise to sporophytes in the absence of MgSO4·7H2O (38.6%) and KH2PO4 (33.8%). Without CaCl2 in the solution, no sporophytes were formed. The length of the primary root and of the primary and secondary leaves was significantly reduced without MgSO4·7H2O and KH2PO4. Without KH2PO4 in the solution, no secondary leaf was formed after five weeks of culture. The other treatments did not inhibit the megaspore germination process and the initial development of sporophytes, showing that the species may establish itself even under low levels of these nutrients.
  • IR - spectroscopic characterization of biominerals in marattiaceaeus ferns Scientific Note

    Baran, Enrique J.; Rolleri, Cristina H.

    Abstract in Portuguese:

    (Caracterização de biominerais por espectroscopia infravermelha em Marattiaceae). Mostras de frondes dos fetos eusporangiados dos gêneros Angiopteris, Christensenia, Danaea e Marattia (Marattiaceae), foram investigadas por espectroscopia infravermelha sob diferentes condições experimentais. Os resultados confirmaram relatos anteriores sobre a acumulação de sílica biogênica (SiO2), em tecidos desses fetos e também mostraram, pela primeira vez, a presença de oxalato de cálcio nesse grupo de plantas, provavelmente na forma de weddellite. A capacidade de mineralizar SiO2, para produzir e acumular sílica biogênica, sugere que esta característica seja uma propriedade genérica dos membros da família Marattiaceae.

    Abstract in English:

    (IR - spectroscopic characterization of biominerals in marattiaceaeus ferns). Frond samples of the eusporangiate ferns Marattiaceae genera Angiopteris, Christensenia, Danaea and Marattia were investigated by infrared spectroscopy, under different experimental conditions. The results confirmed the previously reported accumulation of biogenic silica (SiO2) in tissues of these ferns and also showed, for the first time, the presence of calcium oxalate in this group of plants, probably as weddellite. The ability to biomineralize SiO2, to produce and accumulate biogenic silica, is suggested now to be a general family trait of the Marattiaceae.
  • Correção gramatical e clareza afetam a qualidade do texto científico? Coluna Opinião

    Filgueiras, Tarciso S.
Sociedade Botânica de São Paulo Caixa Postal 57088, 04089-972 São Paulo SP - Brasil, Tel.: (55 11) 5584-6300 - ext. 225, Fax: (55 11) 577.3678 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: brazbot@gmail.com