Aderência ao controle colonoscópico nos pacientes submetidos à ressecção endocóspica de adenomas

Colonoscopic control adherence in patients submitted to endoscopic adenoma resection

OBJETIVOS: Analisar a aderência de pacientes ao controle colonoscópico após ressecção endoscópica de pólipos adenomatosos. PACIENTES E MÉTODOS: Foram avaliados 74 pacientes que realizaram colonoscopia e apresentaram pólipos adenomatosos. Estes indivíduos foram orientados a realizar colonoscopia de controle após 1 ano, de acordo com o número de adenomas, diâmetro e classificação histológica. Além da orientação na consulta, os pacientes foram avisados por ligação telefônica no período indicado para colonoscopia de controle. RESULTADOS: No período de outubro de 2000 até abril de 2006 foram acompanhados 74 pacientes. Destes 51% eram do sexo masculino, sendo que a idade média foi de 52 anos. A aderência à colonoscopia de controle neste grupo foi de 82 %, sendo que no sexo feminino foi de 94% e no masculino, de 71%, demonstrando diferença estatisticamente significante (P= 0,023). Quanto à faixa etária, não houve diferença estatística entre os grupos, porém com uma tendência a menor aderência no grupo acima de 60 anos que poderá ser confirmada com aumento da amostra. CONCLUSÃO: Devido à recorrência de pólipos adenomatosos após a primeira polipectomia, está indicado o acompanhamento periódico desses pacientes. A colonoscopia, acompanhada de polipectomia das lesões adenomatosas, é a melhor ferramenta para a prevenção do câncer colorretal nestes indivíduos. Este trabalho demonstra que pacientes do sexo masculino possuem uma menor aceitação ao acompanhamento endoscópico, estando indicadas neste grupo medidas que promovam uma maior aderência a este tipo de prevenção.

Adherence; prevention; colonoscopy; polypectomy; adenomas


Cidade Editora Científica Ltda Av . Marechal Câmara, 160- sala 916 - Ed Orly - 20020-080 - Rio de Janeiro - Rj , Tel 2240 8927 , Fax 21 22205803 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: sbcp@sbcp.org.br