Aspectos Microbiológicos e Demanda de Cloro de Amostras de Água de Dessedentação de Frangos de Corte Coletadas em Bebedouros Pendulares

Microbiological Aspects and Chlorine Demand in the Drinking Water of Broiler Chicken Collected from Bell Shaped Drinkers

Foram analisadas 72 amostras da água de dessedentação de frangos de corte, 18 da entrada e 54 dos bebedouros pendulares. As amostras foram submetidas às mensurações de coliformes totais, coliformes fecais, estreptococos fecais, Escherichia coli e organismos mesófilos, além da detecção da presença de Salmonella sp e da taxa de demanda de cloro. Os resultados evidenciaram uma elevada contaminação bacteriológica, já na primeira semana, com os indicadores na ordem de 10³ a 10(5). Não houve isolamento de nenhuma cepa de Salmonella sp, provavelmente por não haver ave infectada no plantel. A taxa de demanda de cloro mostrou-se elevada, devido ao maior acúmulo de matéria orgânica nos bebedouros, com o ápice na quinta semana (98,7%), seguida de uma leve diminuição na sexta semana (98,5%). As análises dos resultados evidenciam o bebedouro pendular como um instrumento depreciativo e ineficiente em relação às qualidades higiênico-sanitárias das águas fornecidas aos frangos de corte, contribuindo para um alto risco de contaminação por patógenos de veiculação hídrica. Preconizam-se a utilização de modelos de bebedouros menos deletérios e o monitoramento semanal de cloro residual nos bebedouros pendulares, a fim de se obter uma desinfecção satisfatória da água.

água; frangos de corte; bebedouro pendular; qualidade microbiológica; demanda de cloro


Fundação APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas Av. Andrade Neves, 2501 - Castelo, 13070-001 Campinas SP - Brazil, Tel.: (55 19) 3243-6555 / Fax.: (55 19) 3243-8542 - Campinas - SP - Brazil
E-mail: rvfacta@terra.com.br