O uso da artéria torácica interna no idoso: indicações e resultados imediatos

The use of the internal mammary artery in the elderly: indications and immediate outcome

OBJETIVO: A artéria torácica interna é o enxerto de eleição para revascularização do ramo interventricular anterior. Entretanto, a incidência de sua utilização nos pacientes idosos acima de 70 anos, varia amplamente nos Serviços. Este estudo revisa as indicações de sua utilização nesta população e apresenta os resultados imediatos obtidos em nosso Serviço. CASUÍSTICA E MÉTODOS: Foram analisados 163 pacientes, dos quais 40 (24,53%) possuíam mais de 70 anos (Grupo 2), revascularizados no período de julho de 1999 a dezembro de 2000. Os dados pré-operatórios avaliados foram sexo, fatores de risco para aterosclerose, classe funcional, classificação da angina, infarto prévio e função ventricular esquerda. Os dados operatórios estudados foram número de vasos revascularizados, tipos de enxertos, e intercorrências cirúrgicas. Foram também analisadas as complicações pós-operatórias até 30 dias. RESULTADOS: Todos os ramos interventriculares anteriores dos pacientes do Grupo 1 foram revascularizados com a artéria torácica interna e 95% dos pacientes do Grupo 2 receberam este enxerto. Não houve diferença estatística entre as características pré e pós-operatórias entre os dois grupos. CONCLUSÃO: Embora os pacientes idosos apresentem maior risco de complicações cirúrgicas, a utilização da artéria torácica interna não traz aumento da morbidade e inclusive melhora a sobrevida precoce e tardia, devendo portanto ser considerada como enxerto de primeira escolha para esta população.

Coronary disease; Myocardial revascularization; Internal mammary artery; Cardiac surgical procedures; Cardiac surgical procedures


Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular Rua Afonso Celso, 1178 Vila Mariana, CEP: 04119-061 - São Paulo/SP Brazil, Tel +55 (11) 3849-0341, Tel +55 (11) 5096-0079 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjcvs@sbccv.org.br