Argumentos para reconhecer atletas como trabalhadores públicos civis: Além da dupla carreira

Rodrigo Soto-Lagos Mauro Navarrete Solange Freire Juan Carlos López Simón Martínez Jacinta Vélez Ana Carolina Cortés Natalia Quijada Sobre os autores

RESUMO

O esporte é uma atividade praticada recreativa ou profissionalmente. Quem pratica profissionalmente às vezes recebe contribuições financeiras e consegue estudar uma carreira profissional, conhecida como carreira dupla. No entanto, há quem apresente essa atividade como trabalho. O objetivo do estudo foi analisar os argumentos de atletas chilenos para se referir ao esporte como atividade de trabalho. O objetivo específico foi refletir criticamente sobre o desenvolvimento da carreira dupla no Chile Para entender esses argumentos, foi realizado um estudo qualitativo, por meio de entrevistas ativas semiestruturadas com atletas de alto desempenho (DAR) e atletas recreativos, olímpicos e paralímpicos. Os resultados mostram que os atletas exigem reconhecimento como funcionários públicos por meio de três argumentos: econômico, subordinação e dependência e identidade. As conclusões e discussões sugerem debater seu reconhecimento como funcionários públicos.

Keywords
Atletes; Public policies; Work; Dual career

Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte Universidade de Brasilia - Campus Universitário Darcy Ribeiro, Faculdade de Educação Física, Asa Norte - CEP 70910-970 - Brasilia, DF - Brasil, Telefone: +55 (61) 3107-2542 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: rbceonline@gmail.com