Accessibility / Report Error

O processo de esportivização do remo na cidade de São Paulo (1899-1949)

The sportization process of rowing in São Paulo city (1899-1949)

El proceso de deportivización del remo en la ciudad de São Paulo (1899-1949)

RESUMO

O objetivo deste artigo é analisar a esportivização do remo na cidade de São Paulo. O período recortado é aquele em que o remo foi praticado prioritariamente no rio Tietê. Parte-se da hipótese de que os clubes de regatas e as federações foram elementos fundamentais na transformação do remo na cidade. A análise das fontes mostra que paulatinamente os torneios ganharam contornos mais competitivos e regulamentados. Em meio a estes processos, o rio Tietê, com suas particularidades geográficas, configurava-se como um grande impedimento à esportivização do remo. Conclui-se que ao mesmo tempo em que as práticas ganhavam características mais esportivizadas, semelhantes àquelas internacionalmente instituídas, elas esbarravam nas conjunturas locais, expressas pela geografia do rio Tietê.

Palavras-chave:
História do esporte; Esportes aquáticos; Esportivização; História local

Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte Universidade de Brasilia - Campus Universitário Darcy Ribeiro, Faculdade de Educação Física, Asa Norte - CEP 70910-970 - Brasilia, DF - Brasil, Telefone: +55 (61) 3107-2542 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: rbceonline@gmail.com