Cromatografia líquida com fase quiral aplicada na separação enantiomérica de fármacos cardiovasculares

Applied chiral phase liquid chromatography in enantiomeric separation of cardiovascular drugs

A maioria dos agentes terapêuticos, freqüentemente prescritos, é formulada e comercializada sob a forma racêmica, embora, para alguns deles, já tenha sido demonstrado que os efeitos farmacológicos e/ou tóxicos estejam relacionados apenas a um dos enantiômeros. Além disso, é conhecido o fato de que os enantiômeros podem apresentar perfis farmacocinéticos e farmacodinâmicos diferentes. Neste trabalho foram selecionados compostos que fazem parte de um importante grupo de fármacos muito empregados na terapêutica. São fármacos freqüentemente prescritos em doenças cardiovasculares. As separações enantioméricas diretas do atenolol, betaxolol, metoprolol e nadolol foram obtidas utilizando-se fase estacionária quiral do tipo carbamato de celulose tris-3,5-dimetilfenil, Chiralcel OD®, (250 x 4.6 mm, 10 µm). Os enantiômeros do pindolol foram separados com fase estacionária quiral derivada de dinitrobenzoil (DNB), a-Burke 2®, (250 x 4.6 mm, 10 µm). Os fármacos foram cromatografados à temperatura ambiente, com volume de injeção de 20 µL. A detecção foi efetuada em 276 nm exceto para o pindolol, que foi detectado em 220 nm. Os métodos propostos neste trabalho empregando CLAE-FEQs oferecem vantagens sobre as técnicas clássicas de separação de enantiômeros e podem ser empregados na análise quantitativa dos enantiômeros em preparações farmacêuticas e amostras biológicas.

Cromatografia líquida; Fase estacionária quiral; Separação enantiomérica; beta-Bloqueadores


Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo Av. Prof. Lineu Prestes, 950 , Caixa Postal 66083 , 05315-970 - São Paulo - SP - Brasil , Tel.: (011) 3091.3804 , Fax: (011) 3097.8627 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: bjps@usp.br