Accessibility / Report Error

Razão de perdas de solo e fator c para as culturas de soja e trigo em três sistemas de preparo em um cambissolo húmico alumínico

Soil loss ratio and c factor for soybean and wheat crops under tillage systems on inceptisol

I. Bertol J. Schick O. Batistela Sobre os autores

Resumos

Utilizando dados obtidos em experimento de perdas de solo e água sob chuva natural em Lages (SC), de novembro de 1992 a outubro de 1998, calcularam-se a razão de perdas de solo (RPS) e o fator C da equação universal de perda de solo, para três sistemas de preparo do solo e duas culturas. Foram estudados os tratamentos aração+duas gradagens (A + G), escarificação+gradagem (E + G) e semeadura direta (SDI), submetidos à sucessão das culturas de soja (Glycine max) e trigo (Triticum aestivum L.), comparados à aração + duas gradagens sem culturas (SSC), sobre um Cambissolo Húmico alumínico com declividade média de 0,102 m m-1. O ciclo de ambas as culturas foi dividido em cinco estádios, com igual intervalo de tempo entre eles. Tanto as RPS quanto os fatores C variaram ampla-mente entre os sistemas de preparo do solo e entre os estádios durante o ciclo das culturas, bem como entre os ciclos na mesma cultura e entre as culturas, indicando forte efeito do manejo do solo, da época do ano, da cultura e da chuva sobre essas variáveis. Os valores médios de RPS na cultura de soja foram de 0,1711, 0,1061 e 0,0477 Mg ha Mg-1 ha-1, para a A + G, E + G e SDI, respectivamente, enquanto, para o trigo, as referidas RPS, para os respectivos sistemas de preparo do solo, foram de 0,2416, 0,1874 e 0,0883. Os valores médios do fator C, para os respectivos sistemas de preparo do solo, foram de 0,1437, 0,0807 e 0,0455 Mg ha Mg-1 ha-1, para a cultura de soja; de 0,2158, 0,1854 e 0,0588 Mg ha Mg-1 ha-1, para o trigo, e, para a sucessão das referidas culturas, de 0,3713, 0,2661 e 0,1043 Mg ha Mg-1 ha-1.

equação universal de perdas de solo; erosão hídrica; preparo conservacionista


Soil and water loss under natural rainfall in Lages (SC - Brazil), from November 1992 to October 1998, were used to calculate soil loss ratio (SLR) and C factor for the Universal Soil Loss Equation (USLE) under three soil tillage systems and two crops. Treatments studied were plowing followed by two disking (P+D), chiseling plus disking (C+D) and no-tillage (NT), cultivated in succession with soybean (Glycine max) and wheat (Triticum aestivum L.), compared to a check plot: plowing followed by disking without crops (PDW), on an Inceptisol with 0.102 m m-1 slope. Five growing stages of crops were selected with equal interval time among them. The SLR and C factor varied among soil tillage systems, crop stages, same-crop and between-crop cycles, and indicating a strong effect of the soil management and rainfall over those variables. The SLR values for soybean crop were 0.1711, 0.1061 and 0.0477 for the P+D, C+D and NT soil tillage systems, respectively while for wheat crop the referred SLR values for the respective soil tillage systems were 0.2416, 0.1874 and 0.0883. For the above mentioned soil tillage systems, the C factors were 0.1437, 0.0807 and 0.0455 for the soybean crop, 0.2158, 0.1854 and 0.0588 for the wheat crop and, for the soybean/wheat crop succession, 0.3713, 0.2661 and 0.1043.

universal soil loss equation; water erosion; conservation tillage


SEÇÃO VI - MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA

Razão de perdas de solo e fator c para as culturas de soja e trigo em três sistemas de preparo em um cambissolo húmico alumínico(1 (1 ) Parte da Tese de Mestrado do segundo autor. Desenvolvido com recursos da FINEP/UDESC/CAPES. Apresentado na V RELACO, Florianópolis, outubro, 1999. )

Soil loss ratio and c factor for soybean and wheat crops under tillage systems on inceptisol

I. BertolI; J. SchickII; O. BatistelaIII

IProfessor de Uso e Conservação do Solo do CAV, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Avenida Luiz de Camões 2090, Caixa Postal 281, CEP 88520-000 Lages (SC). Bolsista do CNPq. E-mail: a2ib@cav.udesc.br

IIMSc., Faculdade de Agronomia do CAV, UDESC

IIIAluno da Faculdade de Agronomia do CAV, UDESC. Bolsista de iniciação científica UDESC-PIBIC

RESUMO

Utilizando dados obtidos em experimento de perdas de solo e água sob chuva natural em Lages (SC), de novembro de 1992 a outubro de 1998, calcularam-se a razão de perdas de solo (RPS) e o fator C da equação universal de perda de solo, para três sistemas de preparo do solo e duas culturas. Foram estudados os tratamentos aração+duas gradagens (A + G), escarificação+gradagem (E + G) e semeadura direta (SDI), submetidos à sucessão das culturas de soja (Glycine max) e trigo (Triticum aestivum L.), comparados à aração + duas gradagens sem culturas (SSC), sobre um Cambissolo Húmico alumínico com declividade média de 0,102 m m-1. O ciclo de ambas as culturas foi dividido em cinco estádios, com igual intervalo de tempo entre eles. Tanto as RPS quanto os fatores C variaram ampla-mente entre os sistemas de preparo do solo e entre os estádios durante o ciclo das culturas, bem como entre os ciclos na mesma cultura e entre as culturas, indicando forte efeito do manejo do solo, da época do ano, da cultura e da chuva sobre essas variáveis. Os valores médios de RPS na cultura de soja foram de 0,1711, 0,1061 e 0,0477 Mg ha Mg-1 ha-1, para a A + G, E + G e SDI, respectivamente, enquanto, para o trigo, as referidas RPS, para os respectivos sistemas de preparo do solo, foram de 0,2416, 0,1874 e 0,0883. Os valores médios do fator C, para os respectivos sistemas de preparo do solo, foram de 0,1437, 0,0807 e 0,0455 Mg ha Mg-1 ha-1, para a cultura de soja; de 0,2158, 0,1854 e 0,0588 Mg ha Mg-1 ha-1, para o trigo, e, para a sucessão das referidas culturas, de 0,3713, 0,2661 e 0,1043 Mg ha Mg-1 ha-1.

Termos de indexação: equação universal de perdas de solo, erosão hídrica, preparo conservacionista.

SUMMARY

Soil and water loss under natural rainfall in Lages (SC - Brazil), from November 1992 to October 1998, were used to calculate soil loss ratio (SLR) and C factor for the Universal Soil Loss Equation (USLE) under three soil tillage systems and two crops. Treatments studied were plowing followed by two disking (P+D), chiseling plus disking (C+D) and no-tillage (NT), cultivated in succession with soybean (Glycine max) and wheat (Triticum aestivum L.), compared to a check plot: plowing followed by disking without crops (PDW), on an Inceptisol with 0.102 m m-1 slope. Five growing stages of crops were selected with equal interval time among them. The SLR and C factor varied among soil tillage systems, crop stages, same-crop and between-crop cycles, and indicating a strong effect of the soil management and rainfall over those variables. The SLR values for soybean crop were 0.1711, 0.1061 and 0.0477 for the P+D, C+D and NT soil tillage systems, respectively while for wheat crop the referred SLR values for the respective soil tillage systems were 0.2416, 0.1874 and 0.0883. For the above mentioned soil tillage systems, the C factors were 0.1437, 0.0807 and 0.0455 for the soybean crop, 0.2158, 0.1854 and 0.0588 for the wheat crop and, for the soybean/wheat crop succession, 0.3713, 0.2661 and 0.1043.

Index terms: universal soil loss equation, water erosion, conservation tillage.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

LITERATURA CITADA

Recebido para publicação em fevereiro de 2000

Aprovado em janeiro de 2001

  • (1
    ) Parte da Tese de Mestrado do segundo autor. Desenvolvido com recursos da FINEP/UDESC/CAPES. Apresentado na V RELACO, Florianópolis, outubro, 1999.
    • BERTOL, I. Índice de erosividade (EI30) para Lages (SC) - 1a aproximação. Pesq. Agropec. Bras., 28:515-521, 1993.
    • BERTOL, I. Erosão hídrica em Cambissolo Húmico distrófico sob diferentes preparos do solo e rotação de culturas. R. Bras. Ci. Solo, 18:267-271, 1994.
    • BERTOL, I. & ALMEIDA, J.A. Tolerância de perda do solo por erosão para os principais solos do estado de Santa Catarina. R. Bras. Ci. Solo, 24:657-668, 2000.
    • CATANEO, A.; CASTRO FILHO, C. & ACQUAROLE, R.M. Programa para cálculo de índices de erosividade de chuvas. R. Bras. Ci. Solo, 6:236-239, 1982.
    • COGO, N.P. Uma contribuição à metodologia de estudo das perdas de erosão em condições de chuva natural. I. Sugestões gerais, medição dos volumes, amostragem e quantificação de solo e água da enxurrada (1a aproximação). In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA SOBRE CONSERVAÇÃO DO SOLO, 2., Passo Fundo, 1978. Anais. Passo Fundo, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, 1978. p.75-98.
    • DEDECEK, R.A.; RESK, D.V.S. & FREITAS Jr., E. Perdas de solo, água e nutrientes por erosão em Latossolo Vermelho-Escuro dos cerrados em diferentes cultivos sob chuva natural. R. Bras. Ci. Solo, 10:265-272, 1986.
    • DECHEN, S.C.F.; LOMBARDI NETO, F. & CASTRO, O.M. Gramíneas e leguminosas e seus restos culturais no controle da erosão em Latossolo Roxo. R. Bras. Ci. Solo, 5:133-137, 1981.
    • DeMARIA, I.C. & LOMBARDI NETO, F. Razão de perdas de solo e fator C para sistemas de manejo da cultura do milho. R. Bras. Ci. Solo, 21:263-270, 1997.
    • FOSTER, G.R.; McCOOL, D.K.; RENARD, K.G. & MOLDENHAUER, W.C. Conversion of the universal soil loss equation to SI metric units. J. Soil Water Conserv., 36:355-359, 1981.
    • HERNAI, L.C.; SALTON, J.C.; FABRÍCIO, A.C.; DEDECEK, R. & ALVES Jr., M. Perdas por erosão e rendimentos de soja e de trigo em diferentes sistemas de preparo de um Latossolo Roxo de Dourados (MS). R. Bras. Ci. Solo, 21:667-676, 1997.
    • LEVIEN, R.; COGO, N.P. & ROCKENBACH, C.A. Erosão na cultura do milho em diferentes sistemas de cultivo anterior e métodos de preparo do solo. R. Bras. Ci. Solo, 14:73-80, 1990.
    • MARGOLIS, E.; SILVA, A.B. & JACQUES, F.O. Determinação dos fatores da Equação Universal de Perdas de Solo para as condições de Caruaru (PE). R. Bras. Ci. Solo, 9:165-169, 1985.
    • McGREGOR, K.C. & MUTCHLER, C.K. C factors for no-till and reduced-till corn. Trans. Am. Soc. Agric. Eng., 26:785-794, 1983.
    • MURPHREE, C.E. & MUTCHLER, C.K. Cover and management factors for cotton. Trans. Am. Soc. Agric. Eng., 23:585-595, 1980.
    • NASCIMENTO, P.C. & LOMBARDI NETO, F. Razão de perdas de solo sob cultivo de três leguminosas. R. Bras. Ci. Solo, 23:121-125, 1999.
    • PUNDEK, M. Utilização prática da equação universal de perdas de solo para as condições de Santa Catarina. In: SANTA CATARINA. Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Manual de uso, manejo e conservação do solo e da água: projeto de recuperação, conservação e manejo dos recursos naturais em microbacias hidrográficas. 2.ed. Florianópolis, EPAGRI-Empresa de Pesquisa Agropecuária e Difusão de Tecnologia de Santa Catarina, 1994. p.99-129.
    • SCHICK, J.; BERTOL, I.; BATISTELA, O. & BALBINOT Jr., A.A. Erosão hídrica em Cambissolo Húmico alumínico submetido a diferentes sistemas de preparo e cultivo do solo - I: perdas de solo e água. R. Bras. Ci. Solo, 24:427-436, 2000.
    • WISCHMEIER, W.H. A rainfall erosion index for a universal soil-loss equation. Soil Sci. Soc. Am. Proc., 23:246-249, 1959.
    • WISCHMEIER, W.H. Cropping-management factor for a universal soil-loss equation. Soil Sci. Soc. Am. Proc., 24:322-326, 1960.
    • WISCHMEIER, W.H. & SMITH, D.D. Predicting rainfall erosion losses - a guide to conservation planning. Washington, USDA, 1978. 58p. (Agricultural Handbook, 537)

    (1 ) Parte da Tese de Mestrado do segundo autor. Desenvolvido com recursos da FINEP/UDESC/CAPES. Apresentado na V RELACO, Florianópolis, outubro, 1999.

    Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      02 Out 2014
    • Data do Fascículo
      Jun 2001

    Histórico

    • Aceito
      Jan 2001
    • Recebido
      Fev 2000
    Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Secretaria Executiva , Caixa Postal 231, 36570-000 Viçosa MG Brasil, Tel.: (55 31) 3899 2471 - Viçosa - MG - Brazil
    E-mail: sbcs@ufv.br