Depleção do fósforo inorgânico de diferentes frações provocada pela extração sucessiva com resina em diferentes solos e manejos

Depletion of inorganic phosphorus fractions by successive extraction with resin in different soils and management systems

Resumos

O fósforo disponível no solo é equilibrado por formas menos lábeis, as quais, a longo prazo, podem-se tornar potencialmente disponíveis às plantas. O trabalho teve por objetivo (a) avaliar a depleção do fósforo inorgânico de diferentes frações provocada pela extração sucessiva com resina e (b) efetuar um balanço do fósforo no solo. Coletaram-se amostras de solo (Latossolo Vermelho distroférrico típico, Latossolo Vermelho distrófico típico e Argissolo Vermelho distrófico típico), em três camadas (0-2,5, 2,5-7,5 e 7,5-17,5 cm), de quatro experimentos de longa duração, nos sistemas plantio direto e cultivo convencional com diferentes sucessões de culturas. Efetuou-se o fracionamento do fósforo inorgânico pela técnica de Hedley modificada, antes e depois das extrações sucessivas do fósforo com resina em membrana. A fração de fósforo inorgânico extraída com HCl 1,0 mol L-1 foi indisponível, enquanto as frações de fósforo inorgânico extraídas com NaHCO3 0,5 mol L-1 e NaOH 0,1 mol L-1 foram lábeis, independentemente do tipo de solo, método de preparo e sucessão de cultura. Nos Latossolos, a fração de fósforo inorgânico extraída pelo NaOH 0,5 mol L-1 também foi lábil.

fósforo no solo; formas lábeis; fator quantidade


Available soil phosphorus is maintained by less labile form that, in the long term, can become available to the plants. The aim of this research was to determine the depletion of various inorganic phosphorus fractions after successive extraction with resin. Soil samples were collected in four long-term experiments under no tillage or conventional tillage systems with different crop sequence. The soils (heavy clay Rhodic Hapludox, clay Rhodic Hapludox and clay loam Rhodic Paleudult) were collected from three depths, 0-2.5, 2.5-7.5 and 7.5-17.5 cm. Inorganic phosphorus was fractioned by a modified Hedley technique before and after successive phosphorus extraction by membrane resin. The fraction of phosphorus extracted with 1.0 mol L-1 HCl is not labile. Those extracted with 0.5 mol L-1 NaHCO3 and 0.1 mol L-1 NaOH can be considered labile, regardless the soil type, method of cultivation and crop sequence. In the Oxisols, the inorganic phosphorus fraction extracted by 0.5 mol L-1 NaOH is also labile.

soil phosphorus; labile forms; quantity factor


SEÇÃO IV - FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS

Depleção do fósforo inorgânico de diferentes frações provocada pela extração sucessiva com resina em diferentes solos e manejos(1 (1 ) Trabalho realizado com apoio financeiro do PRONEX-FINEP e FAPERGS. )

Depletion of inorganic phosphorus fractions by successive extraction with resin in different soils and management systems

D. S. RheinheimerI; I. AnghinoniII; J. KaminskiI

IProfessor do Departamento de Solos, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. Caixa Postal 221, CEP 97105-900 Santa Maria (RS). Bolsista do CNPq. E-mail: Danilo@creta.ccr.ufsm.br; kaminski@creta.ccr.ufsm.br

IIProfessor do Departamento de Solos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Caixa Postal 776, CEP 91540-000 Porto Alegre (RS). Bolsista do CNPq

RESUMO

O fósforo disponível no solo é equilibrado por formas menos lábeis, as quais, a longo prazo, podem-se tornar potencialmente disponíveis às plantas. O trabalho teve por objetivo (a) avaliar a depleção do fósforo inorgânico de diferentes frações provocada pela extração sucessiva com resina e (b) efetuar um balanço do fósforo no solo. Coletaram-se amostras de solo (Latossolo Vermelho distroférrico típico, Latossolo Vermelho distrófico típico e Argissolo Vermelho distrófico típico), em três camadas (0-2,5, 2,5-7,5 e 7,5-17,5 cm), de quatro experimentos de longa duração, nos sistemas plantio direto e cultivo convencional com diferentes sucessões de culturas. Efetuou-se o fracionamento do fósforo inorgânico pela técnica de Hedley modificada, antes e depois das extrações sucessivas do fósforo com resina em membrana. A fração de fósforo inorgânico extraída com HCl 1,0 mol L-1 foi indisponível, enquanto as frações de fósforo inorgânico extraídas com NaHCO3 0,5 mol L-1 e NaOH 0,1 mol L-1 foram lábeis, independentemente do tipo de solo, método de preparo e sucessão de cultura. Nos Latossolos, a fração de fósforo inorgânico extraída pelo NaOH 0,5 mol L-1 também foi lábil.

Termos de indexação: fósforo no solo, formas lábeis, fator quantidade.

SUMMARY

Available soil phosphorus is maintained by less labile form that, in the long term, can become available to the plants. The aim of this research was to determine the depletion of various inorganic phosphorus fractions after successive extraction with resin. Soil samples were collected in four long-term experiments under no tillage or conventional tillage systems with different crop sequence. The soils (heavy clay Rhodic Hapludox, clay Rhodic Hapludox and clay loam Rhodic Paleudult) were collected from three depths, 0-2.5, 2.5-7.5 and 7.5-17.5 cm. Inorganic phosphorus was fractioned by a modified Hedley technique before and after successive phosphorus extraction by membrane resin. The fraction of phosphorus extracted with 1.0 mol L-1 HCl is not labile. Those extracted with 0.5 mol L-1 NaHCO3 and 0.1 mol L-1 NaOH can be considered labile, regardless the soil type, method of cultivation and crop sequence. In the Oxisols, the inorganic phosphorus fraction extracted by 0.5 mol L-1 NaOH is also labile.

Index terms: soil phosphorus, labile forms, quantity factor.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

AGRADECIMENTOS

Ao professor João Mielniczuk (UFRGS) e aos pesquisadores Rainoldo Alberto Kochhann (Embrapa - Centro Nacional de Pesquisa de Trigo), Armando Dalla Rosa e João Becker COTRISA), pela permissão de uso das áreas experimentais as quais serviram de base para este trabalho.

LITERATURA CITADA

Recebido para publicação em junho de 1999

Aprovado em fevereiro de 2000

  • AGBENIN, J.O. & TIESSEN, H. Phosphorus transformations in a toposequence of Lithosols and Cambisols from semi-arid northeastern Brazil. Geoderma, 62:345-362, 1994.
  • AMADO, T.; MIELNICZUK, J.; FERNANDES, S.B. & BAYER, C. Culturas de cobertura, acúmulo de nitrogênio total no solo e produtividade de milho. R. Bras. Ci. Solo, 23:679-686, 1999.
  • ARAÚJO, M.S.B. & SALCEDO, I.H. Formas preferenciais de acumulação de fósforo em solos cultivados com cana-de-açúcar na região do Nordeste. R. Bras. Ci. Solo, 21:643-650, 1997.
  • BALL-COELHO, B.; SALCEDO, I.H.; TIESSEN, H. & STEWART, J.W.B. Short and long-term phosphorus dynamics in a fertilized Ultisol under sugarcane. Soil Sci. Soc. Am. J., 57:1027-1034, 1993.
  • BAYER, C. Dinâmica da matéria orgânica em sistemas de manejo de solos. Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1996. 240 p. (Tese de Doutorado)
  • BECK, M.A. & SANCHEZ, P.A. Soil phosphorus fraction dynamics during 18 years of cultivation on a Typic Paleudult. Soil Sci. Soc. Am. J., 58:1424-1431, 1994.
  • CAMPELLO, M.R.; NOVAIS, R.F.; FERNANDEZ, I.E.; FONTES, M.P.F. & BARROS, N.F. Avaliação da reversibilidade de fósforo não-lábil para lábil em solos com diferentes características. R. Bra. Ci. Solo, 18:157-165, 1994.
  • CHANG, S.C. & JACKSON, M.L. Fractionation of soil phosphorus. Soil Sci., 84:133-144, 1957.
  • CONDRON, L.M.; GOH, K.M. & NEWMAN, R.H. Nature and distribution of soil phosphorus as revealed by a sequential extraction method followed by 31P nuclear magnetic resonance analysis. J. Soil Sci., 36:199-207, 1985.
  • CROSS, A.F. & SCHLESINGER, W.H. A literature review and evaluation of the Hedley fractionation: Applications to the biogeochemical cycle of soil phosphorus in natural ecosystems. Geoderma, 64:197-214, 1995.
  • DALLA ROSA, A. Práticas mecânicas e culturais na recuperação de características físicas de solos degradados pelo cultivo - solo Santo Ângelo (LDR). Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1981. 136p. (Tese de Mestrado)
  • DALLA ROSA, A.; MERTEN, G.H. & MIELNICZUK, J. Produtividade do trigo e da soja em sistemas de culturas e preparos de solo. Trigo Soja, 113:14-18, 1991.
  • DEAN, L.A. Distribution of the forms of soil phosphorus. Soil Sci. Soc. Am. Proc., 2:223-227, 1937.
  • DENARDIN, E. & KOCHHANN, R.A. Efeito de diferentes sistemas de preparo do solo no rendimento da cevada e na população de insetos subterrâneos. Passo Fundo, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, 1998. 28p. ( Relatório Técnico Anual)
  • DICK, W.A. & TABATABAI, M.A. Determination of orthophosphate in aqueous solutions containing labile organic and inorganic phosphorus compounds. J. Environ. Qual., 6:82-85, 1977.
  • GUO, F. & YOST, R.S. Partitioning soil phosphorus into three discrete pools of differing availability. Soil Sci., 163:822-833, 1998.
  • HAGGAR, J.P.; WARREN, G.P.; BEER, J.W. & KASS, D. Phosphorus availability under alley cropping and mulched and unmulched sole cropping systems in Costa Rica. Plant Soil, 137:275-283, 1991.
  • HEDLEY, M.J.; STEWART, J.W.B. & CHAUHAN, B.S. Changes in inorganic and organic soil phosphorus fractions induced by cultivation practices and by laboratory incubations. Soil Sci. Soc. Am. J., 46:970-976, 1982.
  • KROTH, P.L. Disponibilidade de fósforo no solo para plantas e fatores que afetam a extração por resina de troca em membrana. Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1998. 168 p. (Tese de Mestrado)
  • MAGIG, J. Vegetation effects on phosphorus fraction in set-aside soils. Plant Soil, 149:111-119, 1993.
  • McKEAN, S.J. & WARREN, G.P. Determination of phosphate desorption characteristics in soils using successsive resin extractions. Comm. Soil Sci. Plant Anal., 27:2397-2417, 1996.
  • MERTEN, G.H. Rendimento de grãos e distribuição do sistema radicular das culturas sob diferentes sistemas de manejo em um Oxissolo (LDR). Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1988. 178p. (Tese de Mestrado)
  • MURPHY, J. & RILEY, J.P. A modified single solution method for determination of phosphate in natural waters. Anal. Chem. Acta, 27:31-36, 1962.
  • RHEINHEIMER, D.S. & ANGHINONI, I. Distribuição do fósforo inorgânico em sistemas de manejo de solo. Pesq. Agroc. Bras. (enviado para publicação, 1999)
  • SANYAL, S.K. & DATTA, S.K. Chemistry phosphorus transformation in soil. Adv. Soil Sci., 16:1-120, 1991.
  • SCHMIDT, J.P.; BUOL, S.W. & KAMPRATH, E.J. Soil phosphorus dynamics during seventeen years of continuous cultivation: fractionation analyses. Soil Sci. Soc. Am. J., 60:1168-1172, 1996.
  • SELLES, F.; KOCHHANN, R.A.; DENARDIN, J.E.; ZENTNER, R.P. & FAGANELLO, A. Distribution of phosphorus fractions in Brazilian Oxisol under different tillage systems. Soil Till. Res., 44:23-34, 1997.
  • SENGANFREDO, M.L. Sistemas de culturas adaptadas à produtividade do milho e conservação do solo. Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria, 1995. 100p. (Tese de Mestrado)
  • SILVA, F.C. & RAIJ, B.van. Disponibilidade de fósforo em solos avaliada por diferentes extratores. Pesq. Agropec. Bras., 34:267-288, 1999.
  • SMILEY, R.W. Rhizosphere pH as influenced by plants, soils, and nitrogen fertilizers. Soil Sci. Soc. Am. Proc., 38:795-801, 1974.
  • TESTA, V.M. Características químicas de um solo Argissolo Vermelho distrófico Típico, nutrição e rendimento de milho afetados por sistemas de culturas. Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1989. 146 p. (Tese de Mestrado)
  • TIESSEN, H.; STEWART, W.B. & COLE, C.V. Pathways of phosphorus transformations in soils of differing pedogenesis. Soil Sci. Soc. Am. J., 48:853-858, 1984.
  • ZHANG, T.Q. & MacKENZIE, A.F. Changes of soil phosphorus fractions under long-term corn monoculture. Soil Sci. Soc. Am. J., 61:485-493, 1997.

  • (1
    ) Trabalho realizado com apoio financeiro do PRONEX-FINEP e FAPERGS.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    06 Out 2014
  • Data do Fascículo
    Jun 2000

Histórico

  • Aceito
    Fev 2000
  • Recebido
    Jun 1999
Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Secretaria Executiva , Caixa Postal 231, 36570-000 Viçosa MG Brasil, Tel.: (55 31) 3899 2471 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: sbcs@ufv.br