Avaliação de métodos de extração de silício em solos cultivados com arroz de sequeiro

Evaluation of soil extractants for silicon availability in upland rice

Resumos

Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de quatro métodos de extração (ácido acético 0,5 mol L-1, tampão pH 4,0, cloreto de cálcio 0,0025 mol L-1 e água) em estimar a disponibilidade de silício (Si) no solo para plantas de arroz de sequeiro cultivadas em casa de vegetação. Quatro solos, correspondentes às classes: Latossolo Vermelho-Escuro álico (LEa), Latossolo Vermelho-Amarelo álico (LVa), Latossolo Roxo distrófico (LRd) e Areia Quartzosa álica (AQa), todos da região do Triângulo Mineiro e ainda não cultivados foram utilizados no estudo. Cinco níveis de Si foram estabelecidos em cada um dos solos. Plantas de arroz foram cultivadas em vasos até a maturação. Como resultado deste trabalho, concluiu-se que o ácido acético 0,5 mol L-1 foi o método que apresentou a melhor estimativa do Si disponível no solo para o arroz de sequeiro. O silício da parte aérea do arroz revelou alta correlação com o Si extraível pelo método ácido acético.

disponibilidade; extratores químicos; Latossolos; silicato de cálcio


The suitability of four extraction methods (acetic acid 0.5 mol L-1, buffer pH 4.0, calcium chloride 0.0025 mol L-1 and water) for estimating the amount of available Si in soil for upland rice was determined. Four soil types corresponding to the following classes were used: Typic Acrustox - isohyperthermic (LEa), Typic Acrustox - isohyperthermic (LVa), Rhodic Acrustox - isohyperthermic (LRd) and Ustoxic Quartzipsammentic - isohyperthermic (AQa), all of them from the Triângulo Mineiro region in Minas Gerais, Brazil. Five Si levels were created in each of the soils by applying calcium silicate. Upland rice was grown to maturity in pots of each soil in greenhouse. Among the extractants studied, the acetic acid 0.5 mol L-1 gave the best estimate for the available Si in soil. The silicon content found in the leaves was highly correlated with extractable Si by the acetic acid 0.5 mol L-1 method.

availability; Latosol; extractant; calcium silicate


SEÇÃO IV - FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS

Avaliação de métodos de extração de silício em solos cultivados com arroz de sequeiro

Evaluation of soil extractants for silicon availability in upland rice

G. H. KorndörferI; N. M. CoelhoII; G. H. SnyderIII; C. T. MizutaniIV

IProfessor Titular do Departamento de Agronomia, Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Caixa Postal 593, CEP 38400-902 Uberlândia (MG). Bolsista do CNPq

IIProfessora Adjunta do Departamento de Química, UFU. Uberlândia (MG)

IIIDistinguish Professor. University of Florida. Everglades Research & Education Center. P.O. Box: 8003, Belle Glade, Fl 33430, USA

IVDepartamento de Química, Universidade Federal de Uberlândia

RESUMO

Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de quatro métodos de extração (ácido acético 0,5 mol L-1, tampão pH 4,0, cloreto de cálcio 0,0025 mol L-1 e água) em estimar a disponibilidade de silício (Si) no solo para plantas de arroz de sequeiro cultivadas em casa de vegetação. Quatro solos, correspondentes às classes: Latossolo Vermelho-Escuro álico (LEa), Latossolo Vermelho-Amarelo álico (LVa), Latossolo Roxo distrófico (LRd) e Areia Quartzosa álica (AQa), todos da região do Triângulo Mineiro e ainda não cultivados foram utilizados no estudo. Cinco níveis de Si foram estabelecidos em cada um dos solos. Plantas de arroz foram cultivadas em vasos até a maturação. Como resultado deste trabalho, concluiu-se que o ácido acético 0,5 mol L-1 foi o método que apresentou a melhor estimativa do Si disponível no solo para o arroz de sequeiro. O silício da parte aérea do arroz revelou alta correlação com o Si extraível pelo método ácido acético.

Termos de indexação: disponibilidade, extratores químicos, Latossolos, silicato de cálcio.

SUMMARY

The suitability of four extraction methods (acetic acid 0.5 mol L-1, buffer pH 4.0, calcium chloride 0.0025 mol L-1 and water) for estimating the amount of available Si in soil for upland rice was determined. Four soil types corresponding to the following classes were used: Typic Acrustox - isohyperthermic (LEa), Typic Acrustox - isohyperthermic (LVa), Rhodic Acrustox - isohyperthermic (LRd) and Ustoxic Quartzipsammentic - isohyperthermic (AQa), all of them from the Triângulo Mineiro region in Minas Gerais, Brazil. Five Si levels were created in each of the soils by applying calcium silicate. Upland rice was grown to maturity in pots of each soil in greenhouse. Among the extractants studied, the acetic acid 0.5 mol L-1 gave the best estimate for the available Si in soil. The silicon content found in the leaves was highly correlated with extractable Si by the acetic acid 0.5 mol L-1 method.

Index terms: availability, Latosol, extractant, calcium silicate.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

LITERATURA CITADA

Recebido para publicação em março de 1998

Aprovado em outubro de 1998

  • ANDERSON, D.L.; SNYDER, G.H. & MARTIN, F.G. Multi-year response of sugarcane to calcium silicate slag on Everglades Histosols. Agron. J., 8:870-874, 1991.
  • BROWN, T.H. & MAHLER, R.L. Relationships between soluble silica and plow pans in Palouse silt loam soils. Soil Sci., 145:359-364, 1988.
  • DATNOFF, L.E.; RAID, R.N.; SNYDER, G.H. & JONES, D.B. Effect of calcium silicate on blast and brown spot intensities and yields of rice. Plant Disease, 75:729-732, 1991.
  • ELLIOTT, C.L. & SNYDER, G.H. Autoclave - induced digestion for the colorimetric determination of silicon in rice straw. J. Agric. Food. Chem., 39:1118-1119, 1991.
  • EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. Manual de Métodos de Análise de Solo. Rio de Janeiro, 1979. 80p.
  • EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Serviço Nacional de Levantamento e Conservação de Solos. Levantamento de média intensidade dos solos e avaliação da aptidão agrícola das terras do Triângulo Mineiro. Rio de Janeiro, 1982. 526p. (Boletim Técnico, 1)
  • FOX, R.L.; SILVA, J.; YOUNGE, R.; PLUCKNETT, D.L. & SHERMAN, G.G. Soil and plant silicon and silicate response by sugar cane. Proc. Soil Sci. Soc. Am., 31:775-779, 1967.
  • GIBSON, J.A.E. Kinetics of silicon and aluminum release from soils during extration with 0,01 M calcium chloride. Comm. Soil Sci. Plant Anal., 25:3393-3403, 1994.
  • KILMER, V.J. Silicon. In: BLACK, C.A., ed. Methods of soil analysis. Madison, American Society of Agronomy, 1965 p.959-962. (Monograph 9)
  • McKEAGUE, J.A. & CLINE, M.G. Silica in soil solution. II. The adsorption of monosilicic acid by soil and by other substances. Can. J. Soil Sci. 43:83-96, 1963.
  • MILLER, R.W. Soluble silica in soil. Proc. Soil Sci. Soc. Am., 31:46-50, 1967.
  • NONAKA, K. & TAKAHASHI, K. A method of assessing the need of silicate fertilizers in paddy soils. In: INTERNATIONAL CONGRESS SOIL SCIENCE, 14., Kioto, 1990. Proceedings. Kioto, 1990. 513-514.
  • RAIJ, B. van & CAMARGO, A.O. Sílica disponível em solos. Bragantia, 32:223-236, 1973.
  • SHIUE, J.J. The silicon content in soil of taiwan sugarcane fields. Rep. Taiwan Sug. Exp. Sta., 36:109-116, 1964.
  • SNYDER, G.H. Development of a silicon soil test for Histosol-grown rice. Belle Glade, Univ. Florida, 1991. (EREC Res. Report.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    07 Out 2014
  • Data do Fascículo
    Mar 1999

Histórico

  • Aceito
    Out 1998
  • Recebido
    Mar 1998
Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Secretaria Executiva , Caixa Postal 231, 36570-000 Viçosa MG Brasil, Tel.: (55 31) 3899 2471 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: sbcs@ufv.br