Atributos físicos do solo e crescimento radicular de soja em latossolo roxo sob diferentes métodos de preparo do solo

Soil physical properties and soybean root growth in an oxisol under different tillage systems

Resumos

A presença de camadas compactadas no solo, resultantes das operações de preparo, pode causar restrição ao crescimento radicular e, conseqüentemente, reduzir a produção. A determinação de atributos físicos do solo, entre eles a densidade e a resistência, tem sido utilizada para avaliar a compactação, visando a recomendações de manejo. Neste estudo, procurou-se determinar a relação entre esses atributos e o crescimento radicular, em um ensaio com cinco sistemas de preparo de solo e cultura de soja (Glycine max L.), localizado no município de Tarumã (SP), em Latossolo Roxo muito argiloso. As avaliações foram realizadas em janeiro de 1993, sete anos após o início do ensaio. Os sistemas de preparo combinaram preparos de verão e de inverno com grade pesada, arado escarificador e semeadura direta. O tratamento com semeadura direta, no verão e no inverno, apresentou valores elevados de resistência e densidade desde a superfície até 0,3 m, enquanto o tratamento com grade pesada apresentou valores elevados para esses parâmetros entre 0,1 e 0,2 m de profundidade, caracterizando camadas compactadas. Nos tratamentos com escarificação no verão, a resistência e a densidade do solo foram menores, com pequena diferença entre as profundidades analisadas. A semeadura direta apresentou maior densidade de raízes, seguida dos tratamentos com escarificação. Cerca de 50% do sistema radicular ficou concentrado na camada superficial do solo no tratamento com grade pesada, 40% no tratamento com semeadura direta e 30% com escarificador. As análises de regressão e correlação indicaram que, com o aumento da densidade do solo, a resistência e a umidade do solo foram maiores e, em decorrência dos valores obtidos no sistema de semeadura direta, a densidade radicular, nessas condições, também foi maior. A relação entre os parâmetros avaliados indicou que o sistema radicular foi reduzido em profundidade, quando a densidade e resistência foram elevadas na camada de 0,1-0,2 m ou quando foi alto o gradiente de densidade e resistência entre as camadas de 0,1-0,2 e 0-0,1 m. Os valores de resistência e densidade de um solo, tomados isoladamente, não puderam ser considerados como indicadores do crescimento de raízes.

sistemas de manejo; compactação; densidade de raízes; resistência do solo; densidade do solo


Soil pans caused by tillage operation may restrict root growth thus reducing yield. Physical properties of soil such as bulk density and soil strength have been used as parameters for management decision in order to promote root growth. This work was carried out to evaluate the relationship among these soil parameters and root growth, in a 7 year field experiment with five soil tillage systems and soybean (Glycine Max L.). The tillage systems combined summer and autumn tillage with disk harrow, chisel plow and no-tillage treatments. Higher soil strength and bulk density were observed in no-tillage system in the 0-0.3 m layer and in conventional tillage in the 0.1-0.2 m layer. Root density was higher in no-tillage treatment compared with disk harrow treatment. Root concentration in the upper 0.1 m were of 50% at the disk harrow, 30% at the chisel plow and 40% in the no-tillage. Below 0.3 m there was no significant difference among the tillage systems for all parameters. Reduction on root growth was found when bulk density and soil strength were higher in the 0.1-0.2 m layer and the rate between 0.1-0.2 and 0-0.1 m layers were high.

tillage systems; compaction; root density; penetration resistance; bulk density


SEÇÃO VI - MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA

Atributos físicos do solo e crescimento radicular de soja em latossolo roxo sob diferentes métodos de preparo do solo(1 (1 ) Trabalho apresentado no XXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, Goiânia (GO), julho de 1993. )

Soil physical properties and soybean root growth in an oxisol under different tillage systems

I. C. de MariaI; O. M. CastroI; H. Souza DiasII

IPesquisador do Instituto Agronômico de Campinas - IAC. Caixa Postal 28, CEP 13001-970 Campinas (SP), bolsista do CNPq

IIEngenheiro-Agrônomo, Centro de Desenvolvimento Agropecuário do Médio Vale do Paranapanema. Caixa Postal 354, CEP 19800-000 Assis (SP)

RESUMO

A presença de camadas compactadas no solo, resultantes das operações de preparo, pode causar restrição ao crescimento radicular e, conseqüentemente, reduzir a produção. A determinação de atributos físicos do solo, entre eles a densidade e a resistência, tem sido utilizada para avaliar a compactação, visando a recomendações de manejo. Neste estudo, procurou-se determinar a relação entre esses atributos e o crescimento radicular, em um ensaio com cinco sistemas de preparo de solo e cultura de soja (Glycine max L.), localizado no município de Tarumã (SP), em Latossolo Roxo muito argiloso. As avaliações foram realizadas em janeiro de 1993, sete anos após o início do ensaio. Os sistemas de preparo combinaram preparos de verão e de inverno com grade pesada, arado escarificador e semeadura direta. O tratamento com semeadura direta, no verão e no inverno, apresentou valores elevados de resistência e densidade desde a superfície até 0,3 m, enquanto o tratamento com grade pesada apresentou valores elevados para esses parâmetros entre 0,1 e 0,2 m de profundidade, caracterizando camadas compactadas. Nos tratamentos com escarificação no verão, a resistência e a densidade do solo foram menores, com pequena diferença entre as profundidades analisadas. A semeadura direta apresentou maior densidade de raízes, seguida dos tratamentos com escarificação. Cerca de 50% do sistema radicular ficou concentrado na camada superficial do solo no tratamento com grade pesada, 40% no tratamento com semeadura direta e 30% com escarificador. As análises de regressão e correlação indicaram que, com o aumento da densidade do solo, a resistência e a umidade do solo foram maiores e, em decorrência dos valores obtidos no sistema de semeadura direta, a densidade radicular, nessas condições, também foi maior. A relação entre os parâmetros avaliados indicou que o sistema radicular foi reduzido em profundidade, quando a densidade e resistência foram elevadas na camada de 0,1-0,2 m ou quando foi alto o gradiente de densidade e resistência entre as camadas de 0,1-0,2 e 0-0,1 m. Os valores de resistência e densidade de um solo, tomados isoladamente, não puderam ser considerados como indicadores do crescimento de raízes.

Termos de indexação: sistemas de manejo, compactação, densidade de raízes, resistência do solo, densidade do solo.

SUMMARY

Soil pans caused by tillage operation may restrict root growth thus reducing yield. Physical properties of soil such as bulk density and soil strength have been used as parameters for management decision in order to promote root growth. This work was carried out to evaluate the relationship among these soil parameters and root growth, in a 7 year field experiment with five soil tillage systems and soybean (Glycine Max L.). The tillage systems combined summer and autumn tillage with disk harrow, chisel plow and no-tillage treatments. Higher soil strength and bulk density were observed in no-tillage system in the 0-0.3 m layer and in conventional tillage in the 0.1-0.2 m layer. Root density was higher in no-tillage treatment compared with disk harrow treatment. Root concentration in the upper 0.1 m were of 50% at the disk harrow, 30% at the chisel plow and 40% in the no-tillage. Below 0.3 m there was no significant difference among the tillage systems for all parameters. Reduction on root growth was found when bulk density and soil strength were higher in the 0.1-0.2 m layer and the rate between 0.1-0.2 and 0-0.1 m layers were high.

Index terms: tillage systems, compaction, root density, penetration resistance, bulk density.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

LITERATURA CITADA

Recebido para publicação em maio de 1997

Aprovado em abril de 1999.

  • ALVARENGA, R.C.; COSTA, L.M.; MOURA FILHO, W. & REGAZZI, A.J. Crescimento de raízes de leguminosas em camadas de solo compactadas artificialmente. R. Bras. Ci. Solo, 20:319-326, 1996.
  • BACCHI, O.O.S. Efeitos da compactação sobre o sistema solo-planta em cultura de cana-de-açúcar (Saccharum spp.). Piracicaba, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, 1976. 67p. (Tese de Mestrado)
  • BLEVINS, R.L.; SMITH, M.S.; THOMAS, G.W. & FRYE, W.W. Influence of conservation tillage on soil properties. J. Soil Water Conserv., 38:301-305, 1983.
  • CAMARGO, O.A. Compactação do solo e o crescimento das plantas. Campinas, Fundação Cargill, 1983. 44p.
  • CANNEL, R.Q. Soil cultural practices related to root development. In: RUSSEL, R.S.; IGUE, K. & MENTA, Y.R., eds. The soil/root system in relation to brazilian agriculture. Londrina, Fundação Instituto Agronômico do Paraná, 1981. p.61-80.
  • CASTRO, O.M.; CAMARGO, O.A.; VIEIRA, S.R.; DECHEN, S.C.F. & CANTARELLA, H. Caracterização química e física de dois Latossolos em plantio direto e convencional. Campinas, Instituto Agronômico, 1987. 23p. (Boletim científico, 11)
  • CENTURION, J.F. & DEMATTÊ, J.L.I. Efeitos de sistemas de preparo nas propriedades físicas de um solo sob cerrado cultivado com soja. R. Bras. Ci. Solo, 9:263-266, 1985.
  • CINTRA, F.L.D. & MIELNICZUK, J. Potencial de algumas espécies vegetais para a recuperação de solos com propriedades físicas degradadas. R. Bras. Ci. Solo, 7:197-201, 1983.
  • DERPSCH, R.; SIDIRAS, N. & ROTH, C.H. Results of studies made from 1977 to 1984 to control erosion by cover crops and tillage techniques in Paraná, Brazil. Soil Till. Res., 8:253-263, 1986.
  • EHLERS, W.; KÖPKE, U.; HESSE, F. & BÖHM, W. Penetration resistance and root growth of oats in tilled and untilled loess soil. Soil Till. Res., 3:261-275. 1983.
  • FUJIWARA, M.; KURACHI, S.A.H.; ARRUDA, F.B.; PIRES, R.C.M. & SAKAI, E. A técnica de estudo de raízes pelo método do trado. Campinas, Instituto Agronômico, 1994. 9p. (Boletim técnico, 153)
  • LAL, R. Influence of within and between row mulching on soil temperature, soil moisture root development and yield of maize (Zea mays L.) in a tropical soil. Field Crops Res., 1:127-129, 1978.
  • MERTEN, G.H. & MIELNICZUK, J. Distribuição de sistema radicular e dos nutrientes em Latossolo Roxo sob dois sistema de preparo do solo. R. Bras. Ci. Solo, 15:369-374, 1991.
  • RICHARDS, L.A. Physical condition of water in soil. In: BLACK, C.A., ed. Methods of soil analysis. I. Physical and mineralogical properties including statistical of measuring and sampling. Madison, American Society of Agronomy, 1965. p.128-151. (Agronomy Series, 9)
  • ROSOLEM, C.A.; ALMEIDA, A.C.S. & SACRAMENTO, L.V.S. Sistema radicular e nutrição da soja em função da compactação do solo. Bragantia, 53:259-266, 1994.
  • SIDIRAS, N.; HENKLAIN, J.C. & DERPSCH, R. Comparation of three different tillage system with respect to aggregate stability, the soil and water conservation and the yields of soybean and wheat on an oxisol. In: CONFERENCE OF THE INTERNATIONAL SOIL TILLAGE RESEARCH ORGANIZATION, 9., Osijek, 1982. Anais. Osijek, ISTRO, 1982. p.537-544.
  • STOLF, R. Teoria e teste experimental de fórmulas de transformação dos dados de penetrômetro de impacto em resistência do solo. R. Bras. Ci. Solo, 15:229-235, 1991.
  • TORMENA, C.A. & ROLOFF, G. Dinâmica da resistência à penetração de um solo sob plantio direto. R. Bras. Ci. Solo, 20:333-339, 1996.
  • VIEIRA, M.J. Propriedades físicas do solo. In: FUNDAÇÃO INSTITUTO AGRONÔMICO DO PARANÁ. Plantio direto no estado do Paraná. Londrina, 1981. p.19-32. (Circular IAPAR, 23)
  • VIEIRA, M.J. & MUZILLI, O. Características físicas de um Latossolo Vermelho-Escuro sob diferentes sistemas de manejo. Pesq. Agropec. Bras., 19:873-882, 1984.

  • (1
    ) Trabalho apresentado no XXIV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, Goiânia (GO), julho de 1993.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    07 Out 2014
  • Data do Fascículo
    Set 1999

Histórico

  • Recebido
    Maio 1997
  • Aceito
    Abr 1999
Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Secretaria Executiva , Caixa Postal 231, 36570-000 Viçosa MG Brasil, Tel.: (55 31) 3899 2471 - Viçosa - MG - Brazil
E-mail: sbcs@ufv.br