Accessibility / Report Error

Continuidade e inovação: conservadorismo e política da comunicação no Brasil

Continuity and innovation: conservatism and the politics of communication in Brazil

Continuité et innovation: conservatisme et politique de communication au Brésil

O artigo procura demonstrar que os meios de comunicação de massa constituem mecanismos de poder que exercem uma função fundamental para a resistência histórica do conservadorismo político no Brasil. Sua contribuição específica é a formulação de uma metodologia baseada na teoria do discurso - teoria pós-estruturalista da comunicação e desconstrução - para contrastar estratégias políticas presentes em manifestos partidários e programas eleitorais na TV. Através desta metodologia a autora demonstra que a mobilização política é dependente de um tipo de discurso secundário ou conotativo. Baseado no marco teórico da teoria do discurso de Derrida e Laclau, o artigo desenvolve a proposição básica de que a mídia eletrônica contribui para uma dinâmica não adversarial na política brasileira mediante o enfraquecimento das possibilidades de construção de fronteiras políticas bem definidas nesta sociedade.

Estratégias políticas; Meios de comunicação de massa; Pós-estruturalismo; Comunicação política; Conservadorismo


Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - sala 116, 05508-900 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 3091-4664, Fax: +55 11 3091-5043 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: anpocs@anpocs.org.br