Comportamento ou instituições? A evolução histórica do neo-institucionalismo da ciência política

Behavior or institutions? The historical basis of the neo-institutionalism in the political sciences

Comportement ou institutions? Les bases historiques du néo-institutionnalisme de la science politique

Meu objetivo neste texto é fazer uma breve reconstrução histórica do paradigma neo-institucionalista da ciência política, com a finalidade de destacar dois pontos. O primeiro é que houve dois fatores que concorreram para a "revolução neo-institucional", quais sejam, a emergência, a partir dos anos de 1950, da análise econômica dos fenômenos políticos sob a ótica dos paradoxos das decisões coletivas e a crise do behaviorismo a partir da segunda metade da década de 1960. O segundo é que a abordagem neo-institucional tem como característica teórica central a síntese epistemológica e metodológica de parte do comportamentalismo com parte do "antigo" institucionalismo.

Neo-Institucionalismo; Comportamentalismo; História da Ciência Política; Instituições Políticas


Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - sala 116, 05508-900 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 3091-4664, Fax: +55 11 3091-5043 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: anpocs@anpocs.org.br