Accessibility / Report Error

Política editorial e controvérsia científica em Estudos Agrários1 1 * Este trabalho é resultado de pesquisa desenvolvida na Universidade de Brasília (UnB) e contou com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). *

Editorial policy and scientific controversies in Agrarian Studies

RESUMO

Interesses e relações de poder ocorrem na avaliação de trabalhos, em processo editorial realizado em periódicos científicos. Tais processos tornam-se mais evidentes em meio a controvérsias científicas. Argumentamos que a atuação de editoras e editores de periódicos é fundamental para compreender como interesses e relações de poder interferem na política editorial, em disputas por estabelecimento ou encerramento de controvérsias. O artigo analisa como políticas editoriais influenciam controvérsias científicas. A controvérsia proposta é o debate sobre o papel do campesinato na questão agrária, disputa orientada por diferentes pressupostos, e localizada principalmente no programa de pesquisa marxista. O corpus de pesquisa é formado por artigos, editoriais, livros e resenhas publicados em três periódicos internacionais de Estudos Agrários: The Journal of Peasant Studies, Journal of Agrarian Change e Agrarian South: Journal of Political Economy, além de entrevistas semiestruturadas com editores. Analisaram-se os conteúdos, a recorrência de temas e a atuação de editoras e editores no fluxo editorial. Diferentes modos de atuação de editoras e editores operam para omitir ou evidenciar posições na controvérsia, direcionando-a para o encerramento ou a continuidade do debate.

Palavras-chave:
hierarquias epistêmicas; controvérsias científicas; política editorial; periódicos científicos; questão agrária


Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - sala 116, 05508-900 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 3091-4664, Fax: +55 11 3091-5043 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: anpocs@anpocs.org.br