"Dominando" os bárbaros: Barbados, ativismo abolicionista e classificação da pena de morte

"Reigning" in barbarians: Barbados, abolition activism, and death penalty classification

"Dominant" les bárbares: Barbares, activism abolicionnist et classification de la peine de mort

Brackette F. Williams

Contando com a justiça, as organizações internacionais de direitos humanos que trabalham para abolir a pena de morte freqüentemente tratam da questão se suas estratégias fortalecem a dominação imperial. O presente artigo analisa como abolicionistas, comprometidos com uma causa moralmente justa, comemoram vitórias mesmo quando, de outro ponto de vista, suas ações lhes tornam cúmplices em minar o poder constitucional de Estados política e economicamente fracos, os quais, embora inadequadamente, apóiam seus cidadãos em outras lutas pela liberdade e pela justiça. Não tendo poder suficiente para resistir às restrições, na medida em que se expande a infra-estrutura classificatória internacional, cada vez menos pessoas em Estados fracos possuem a autoridade de participar na elaboração das classificações que moldam as visões de interação humanitária no interior de populações e entre elas, e têm que decidir se os direitos conquistados valem o preço da perda da liberdade cognitiva.

Barbados; Ativismo; Pena de Morte; Classificação; Imperialismo


Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - sala 116, 05508-900 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 3091-4664, Fax: +55 11 3091-5043 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: anpocs@anpocs.org.br