Fronteiras, violência e o trabalho do tempo: alguns temas wittgensteinianos

Frontiers, violence and time: some wittgensteinian themes

Frontières, violence et le travail du temps: quelques thémes wittgensteiniens

Veena Das

Trabalhos recentes sugerem que, quando se contempla a violência, atinge-se uma espécie de limite da capacidade de representar. O caso da Partição da Índia, em 1947, fornece um desses "dramas de horror", por seus atos hediondos de grande escala. Este ensaio trata da domesticação da violência, atualizada na história de uma família urbana do Punjabi, e da necessidade do "trabalho do tempo" para permitir sua cicatrização. Recuperando idéias de Wittgenstein para a Antropologia, a autora mostra como o trabalho do tempo, não sua imagem ou representação, serve para testar o sentido do que é humano quando a linguagem falha ou simplesmente não existe.

Violence; Anthropology; Wittgenstein; India; Time


Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - sala 116, 05508-900 São Paulo SP Brazil, Tel.: +55 11 3091-4664, Fax: +55 11 3091-5043 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: anpocs@anpocs.org.br