Coeficiente de importações pró-cíclico no Brasil

Clarissa Black Sobre o autor

Este artigo tem como objetivo estudar as características dinâmicas e os movimentos conjuntos do coeficiente de penetração de importações (CPI) da indústria de transformação, do investimento e do consumo no Brasil, no intervalo 1997-2015. Para atender a esse propósito, este trabalho decompõe as séries do CPI, do investimento e do consumo em componentes não observáveis, como o nível, a inclinação e o ciclo através do filtro de Kalman em um modelo multivariado do tipo Seemingly Unrelated Time Series Equations (SUTSE). As principais conclusões deste estudo sinalizam para uma elevada relação na inclinação do CPI, do investimento e do consumo. No teste de componentes comuns, foi encontrada uma inclinação comum às três séries, o que significa que suas primeiras diferenças são cointegradas. Quanto ao ciclo, a relação mais relevante ocorre entre o CPI e o investimento.

Palavras-chave
coeficiente de penetração de importações; modelos em espaço de estado; filtro de Kalman


Fundação Getúlio Vargas Praia de Botafogo, 190 11º andar, 22253-900 Rio de Janeiro RJ Brazil, Tel.: +55 21 3799-5831 , Fax: +55 21 2553-8821 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rbe@fgv.br