Atributos do solo adubado com lodo de esgoto e silicato de cálcio e magnésio

Geraldo R. Zuba Junio Regynaldo A. Sampaio Altina L. Nascimento Luiz A. Fernandes Natália N. de Lima João P. Carneiro Sobre os autores

RESUMO

Objetivou-se, neste trabalho, avaliar os atributos químicos de um solo cultivado com mamona (Ricinus communis L.) variedade BRS Energia, adubada com composto de lodo de esgoto e silicato de cálcio e magnésio. O experimento foi conduzido no ICA/UFMG em Cambissolo Háplico, em esquema fatorial 2 x 4, no delineamento em blocos casualizados com três repetições. Este arranjo consistiu em duas doses de silicato de cálcio e magnésio (0 e 1 t ha-1) e quatro doses de composto de lodo de esgoto (0; 23,81; 47,62 e 71,43 t ha-1, em base seca). Foram avaliados o teor de matéria orgânica, pH, Soma de Bases (SB), CTC efetiva (t), CTC potencial (T), saturação por base (V%) e a acidez potencial (H + Al) do solo. Não foram constatadas interações significativas entre as doses de composto de lodo de esgoto e as de silicato de cálcio e magnésio sobre os atributos edáficos do solo e tampouco houve efeito da adubação com silicato sobre esses atributos; no entanto, a adubação com composto de lodo de esgoto promoveu a redução do pH e o aumento da acidez potencial, do teor de matéria orgânica e da capacidade de troca catiônica, sendo a dose de composto de lodo de esgoto de 71,43 t ha-1 a que promoveu melhores condições químicas para o solo.

Palavras-chave:
adubação orgânica; biossólido; resíduos de siderurgia

Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Av. Aprígio Veloso 882, Bodocongó, Bloco CM, Caixa Postal 10078, 58109-970 Campina Grande PB Brasil, Tel. +55 83 3310-1056, Fax +55 83 3310-1185 - Campina Grande - PB - Brazil
E-mail: agriambi@agriambi.com.br