Redução da emissão de CO2, CH4 e H2S através da compostagem de dejetos suínos

Reduction emissions of CO2, CH4 and H2S through composting of swine manure

Em conjunto com o crescente desenvolvimento da tecnologia para a produção de suínos ocorreu uma forte exploração e degradação do ambiente, razão pela qual a atividade se transformou em fonte poluidora das regiões produtoras. Buscam-se, então, alternativas que minimizem o potencial poluidor do atual sistema de produção. O trabalho proposto foi comparar o perfil de emissão de dióxido de carbono (CO2), metano (CH4) e gás sulfídrico (H2S) do manejo de dejetos suínos nas formas sólida (compostagem) e líquida (esterqueira), e avaliar a eficiência do processo de compostagem através dos parâmetros físico-químicos. O ensaio foi implantado no campo experimental da EMBRAPA Suínos e Aves, localizada no município de Concórdia, SC. Contatou-se, na compostagem, uma redução de 7 vezes na emissão de CH4, com relação à esterqueira; a emissão de CO2 representou 78,5% do carbono total mineralizado. Considerando-se que a emissão de H2S foi expressiva apenas no manejo dos dejetos na forma líquida, pode-se afirmar que o manejo dos resíduos na forma sólida é uma alternativa para a redução dos impactos ambientais pela mitigação do efeito estufa e pela redução de odores.

dejetos suínos; gases de efeito estufa; tratamento de dejetos


Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Av. Aprígio Veloso 882, Bodocongó, Bloco CM, Caixa Postal 10078, 58109-970 Campina Grande PB Brasil, Tel. +55 83 3310-1056, Fax +55 83 3310-1185 - Campina Grande - PB - Brazil
E-mail: agriambi@agriambi.com.br