Acumulação e translocação de zinco em mudas de espécies do gênero Eucalyptus e Corymbia

Accumulation and translocation of zinc in seedlings of species from genera Eucalyptus and Corymbia

Rodrigo F. da Silva Sidinei W. Weirich Clovis O. Da Ros Douglas L. Scheid André L. Grolli Patricia Viel Sobre os autores

RESUMO

O acúmulo e a compartimentalização de zinco são distintos entre as espécies florestais. O objetivo do trabalho foi, portanto, avaliar a capacidade de acumulação e de translocação de zinco em mudas de Eucalyptus e Corymbia em solo contaminado com zinco. O experimento foi conduzido no período de outubro de 2011 a março de 2012, em casa de vegetação, em delineamento experimental inteiramente casualizado, com arranjo fatorial (4 x 8), com doze repetições. Foram utilizadas quatro espécies: Eucalyptus. grandis W. Hill ex Maid., Eucalyptus. salignaSmith, Eucalyptus. dunnii Maiden e Corymbia citriodora (Hook.) K.D. Hill & L.A.S. Johnson, e oito doses de zinco (0, 140, 280, 420, 560, 700, 840 e 980 mg kg-1 de solo). As mudas das espécies florestais mostraram comportamento diferenciado em relação às doses de zinco aplicadas no solo com redução na massa seca da parte aérea. O E. dunnii apresenta maior redução na altura de planta, volume radicular, área foliar e massa seca radicular em relação às demais espécies. O C. citriodora apresenta maior acumulação de zinco na parte aérea e índice de translocação e baixo coeficiente de impacto do teor relativo com as doses aplicadas no solo, indicando tolerância em solos contaminados.

Palavras-chave:
eucalipto; solo contaminado; absorção de zinco

Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Av. Aprígio Veloso 882, Bodocongó, Bloco CM, Caixa Postal 10078, 58109-970 Campina Grande PB Brasil, Tel. +55 83 3310-1056, Fax +55 83 3310-1185 - Campina Grande - PB - Brazil
E-mail: agriambi@agriambi.com.br