A pesquisa sobre a atividade pedagógica: contribuições da teoria da atividade

Research on pedagogical activity: contributions from the theory of activity

O objetivo deste artigo é apresentar algumas contribuições da Teoria Psicológica da Atividade (Vigotski, Leontiev, Luria, Davidov, entre outros) à pesquisa sobre a atividade pedagógica docente. O foco desses autores, especialmente Leontiev e Davidov, é o estudo da atividade humana, entendida como unidade de constituição do psiquismo, e sua intervinculação com a consciência. Para eles, na sociedade de classes, a consciência humana caracteriza-se como fragmentada, desintegrada; significações sociais e sentidos pessoais, componentes estruturais da consciência, apresentam uma relação de exterioridade e tornam-se contraditórios. Partindo dessas reflexões, nos questionamos qual seriam as implicações da ruptura significado e sentido na atividade pedagógica do professor e quais seriam as possibilidades de coincidência dessas duas dimensões da consciência humana no trabalho pedagógico. Para responder a essas questões, buscamos, primeiramente, delimitar o significado da atividade pedagógica do professor tendo em vista as proposições da psicologia histórico-cultural e da pedagogia histórico-crítica. Essa etapa foi condição necessária para que se pudesse pesquisar o sentido pessoal da atividade do professor, ou seja, o que motiva a atividade docente. Depois, analisamos brevemente as implicações da ruptura entre o significado e o sentido pessoal da atividade pedagógica. Por último, apontamos, no plano teórico, algumas possibilidades de resistência a essa ruptura.

teoria da atividade; sentido pessoal; atividade pedagógica


ANPEd - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação Rua Visconde de Santa Isabel, 20 - Conjunto 206-208 Vila Isabel - 20560-120, Rio de Janeiro RJ - Brasil, Tel.: (21) 2576 1447, (21) 2265 5521, Fax: (21) 3879 5511 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rbe@anped.org.br