Aprendendo uns com os Outros: Respeitando Diferenças Culturais em uma Agenda de Pesquisa Internacional

Richard ROSE Sobre o autor

RESUMO

como oportunidades de colaboração de pesquisa internacional aumentaram, tornou-se importante reconhecer a relevância do respeito às diferenças culturais de nossas tradições e às abordagens para o processo de pesquisa. Discutindo essas diferenças e também estabelecendo um campo comum, é possível fortalecer a capacidade de pesquisar e basear-se em uma variedade de expertise metodológica e filosófica. Tal processo deve também permitir que pesquisadores da educação reconsiderem suas relações com outros profissionais e, conjuntamente, comprometam-se a assegurar que a disseminação subsidie políticas e práticas. Isso requer a promoção de parcerias mais amplas para pesquisa, que respeitem as habilidades profissionais de professores e outros usuários da pesquisa educacional. Este artigo desafia a noção de que a pesquisa deve estar exclusivamente localizada dentro da academia e clama por uma reavaliação das práticas de trabalho que possam levar a uma abordagem corporativa que, diretamente, influencie o ensino e a aprendizagem.

PALAVRAS-CHAVE:
Educação Especial; Pesquisa Intercultural; Pesquisa Internacional

Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Av. Eng. Luiz Edmundo Carrijo Coube, 14-01 Vargem Limpa, CEP: 17033-360 - Bauru, SP, Tel.: 14 - 3402-1366 - Bauru - SP - Brazil
E-mail: revista.rbee@gmail.com