EditorialI I http://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382216000200001

O presente número está composto por dez artigos inéditos: dois ensaios teóricos, seis relatos de pesquisa e dois artigos de revisão da literatura. Além disso, traz uma resenha.

O primeiro artigo da seção Ensaio trata-se de texto que visa problematizar a questão das diferenças culturais no modo de como construir conhecimento por meio de pesquisa, principalmente quando o campo de estudo é a educação. O texto tem como meta desafiar a noção de que a pesquisa deve estar exclusivamente localizada dentro da academia e clama por uma reavaliação das práticas de trabalho que possam levar a uma abordagem corporativa que, diretamente, influencie o ensino e a aprendizagem.

O segundo artigo da seção Ensaio teve por objetivo analisar as políticas educacionais para o atendimento de alunos com Altas Habilidades/Superdotação no Brasil e nos Estados Unidos. Os autores, fundamentados em documentos, legislação e literatura específica, apresentam os pontos convergentes e divergentes no que se refere a política educacional, em ambos os países, para o atendimento a essa parcela da população da Educação Especial

Seis são os artigos da seção Relatos de Pesquisa. Os dois primeiros tratam do tema altas Habilidades/Superdotação. Um dos artigos investigou as características de altas habilidades/superdotação em aluno precoce. A pesquisa teve o referencial metodológico do estudo de caso e contou com observações e entrevistas. O aluno foi observado em situações de leitura e escrita. Os resultados foram comparados com a literatura da área. O outro artigo teve por objetivo verificar se mães de crianças com deficiência visual identificavam características e comportamentos comuns àquelas com altas habilidades/superdotação. A amostra foi composta por três mães e seus filhos. Os dados foram coletados por uma bateria de testes para avaliar as potencialidades das crianças.

O terceiro artigo dessa seção teve como objetivo identificar a percepção dos pais e dos terapeutas ocupacionais sobre o comportamento lúdico de crianças com Paralisia cerebral. Para realização do estudo, utilizou-se casos múltiplos e a aplicação dos instrumentos: Entrevista Inicial com os Pais, para verificar a percepção dos pais, e a Avaliação do Comportamento Lúdico das crianças, para verificar a percepção dos terapeutas ocupacionais.

O quarto artigo teve objetivo de avaliar o ensino de leitura oral e de leitura com compreensão de três meninos com autismo, não alfabetizados, falantes e estudantes de escolas comuns. Os alunos foram avaliados em relação à nomeação de letras, sílabas, palavras e compreensão de leitura (relação entre figuras e palavras impressas), antes e após cada conjunto de ensino.

O quinto artigo teve objetivo analisar os principais elementos da subjetividade social de uma instituição de ensino público, para refletir sobre os desafios concretos a serem enfrentados ante a inclusão escolar de alunos com desenvolvimento atípico. Participaram da investigação membros do núcleo gestor e professores da escola.

O último artigo da seção Relato de Pesquisa teve objetivo analisar o acesso e a permanência de aluno com autismo na escola e de verificar os serviços aos apoios terapêuticos e educacionais. O estudo analisou os microdados do município de Atibaia, provenientes do Censo da Educação Básica (INEP) entre 2009 e 2012.

A seção Revisão da Literatura está composta por dois artigos. No primeiro, o objetivo foi identificar as abordagens metodológicas e pressupostos epistemológicos adotados pelos autores das teses e dissertações sobre pessoas com deficiência em dois programas de pós-graduação stricto sensu de Educação Física do Brasil. O segundo artigo teve como objetivo analisar a produção científica sobre a educação inclusiva no ensino superior nas bases de dados Lilacs, Scielo, Cochrane, Medline e PubMed, entre 2005 e 2014.

Fecha esse número a resenha do livro Inclusão Escolar e os Desafios para a Formação de Professores em Educação Especial, publicado pela editora da ABPEE em 2015.

Boa leitura a todos!

Eduardo José Manzini (Unesp)
Débora Regina de Paula Nunes (UFRN)
Dirce Shizuko Fujisawa (UEL)
Fabiana Cia (UFSCar)
Márcia Denise Pletsch (UFRRJ)
Editores

  • I
    http://dx.doi.org/10.1590/S1413-65382216000200001

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    Apr-Jun 2016
Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Av. Eng. Luiz Edmundo Carrijo Coube, 14-01 Vargem Limpa, CEP: 17033-360 - Bauru, SP, Tel.: 14 - 3402-1366 - Bauru - SP - Brazil
E-mail: revista.rbee@gmail.com