Da Adolescência à Maturidade: Estudo Prospectivo dos Estudantes de medicina da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

From Adolescence to Maturity: Prospective Study of medical Students from Rio de Janeiro State University

Lêda Maria da Costa-Macedo Stella R. Taquette Fátima de Barros Fonseca Alvarenga Sobre os autores

Resumo:

Com o objetivo de conhecer o estudante de medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, suas expectativas e transformações sobre aspectos sociodemográficos, vida universitária e profissionalização. A adesão foi de 95%no primeiro e de 74% no último ano. Verificou-se que a maioria era de brancos (90%) e mulheres 56%, e que 87,5% dos egressos apresentavam dependências econômicas do país, eram solteiros e sem filhos. Ao final do curso, dominavam o idioma inglês (96,8% e computador 93,7) estudavam mais no sexto ano (90,5%), principalmente por livros, texto (41,4%). O curso atingiu as expectativas de 85,7% deles, como calouros, e dês 56,5%, como interno (p<0,05). A falta de integração teórico-prática, associada a mais prática, foi uma deficiência apontada por 92% no primeiro ano e por 93,7% no sexto ano. Ao final do curso, cerca de 44% dos alunos necessitavam aconselhamento profissional. Os resultados apontam a necessidade urgente de uma reformulação curricular, a fim de tornar o curso mais satisfatório aos alunos e adequados às novas diretrizes curriculares.

Palavras-Chave:
Educação Médica; Estudantes de medicina; Prática profissional

Associação Brasileira de Educação Médica SCN - QD 02 - BL D - Torre A - Salas 1021 e 1023 | Asa Norte, Brasília | DF | CEP: 70712-903, Tel: (61) 3024-9978 / 3024-8013, Fax: +55 21 2260-6662 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: rbem.abem@gmail.com