Conhecimento das Diretrizes de Ressuscitação Cardiopulmonar por Estudantes do Curso de Medicina

Felipe Scipião Moura Felipe Veiga de Carvalho Maria do Carmo de Carvalho e Martins Gerardo Mesquita Vasconcelos Patrícia Machado Veiga de Carvalho Mello Sobre os autores

RESUMO

Introdução

A morte súbita representa um problema substancial de saúde pública, sendo causa importante de mortalidade. O atendimento inicial adequado é essencial para o bom prognóstico desses pacientes.

Objetivo

Avaliar o conhecimento dos estudantes de Medicina no último ano da graduação sobre as diretrizes de ressuscitação cardiopulmonar (RCP) publicadas em 2010.

Métodos

Estudo de corte transversal com amostra de 217 estudantes do sexto ano de cursos de Medicina de universidades brasileiras credenciadas pelo Ministério da Educação. Um questionário estruturado com 27 itens foi utilizado para registrar as características sociodemográficas dos participantes, bem como avaliar o conhecimento das diretrizes de RCP do ILCOR publicadas em 2010.

Resultados

Apenas 50 (23,04%) dos 217 alunos obtiveram resultado considerado satisfatório na avaliação teórica. A média geral na avaliação foi de 56,74% de acertos. Dezessete por cento dos estudantes nunca realizaram manobras básicas de RCP e 83,8% nunca realizaram cardioversão e/ou desfibrilação.

Conclusão

O nível de conhecimento dos estudantes sobre as diretrizes de RCP é baixo. Considerando que a população estudada se encontra no último ano de sua graduação, revela-se um cenário preocupante.

Ressuscitação Cardiopulmonar; Parada Cardíaca; Educação Médica; Estudantes de Medicina; Morte Súbita; Massagem Cardíaca

Associação Brasileira de Educação Médica SCN - QD 02 - BL D - Torre A - Salas 1021 e 1023 | Asa Norte, Brasília | DF | CEP: 70712-903, Tel: (61) 3024-9978 / 3024-8013, Fax: +55 21 2260-6662 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: rbem.abem@gmail.com