A Microscopicopolítica e o Imarginar nos Rituais Íntimos Partilháveis do Projeto CPP_Implicações

Milene Lopes Duenha Sobre o autor

RESUMO

Como sobreviver ao fim de um modelo de mundo? Arriscamos dizer: abrindo espaço para que outros mundos se estabeleçam e segurando este céu com a invenção de uma dança possível ao corpo que se é. Perante um contexto pandêmico e necropolítico, performamos coletivamente e inventamos nossos rituais via plataformas de videoconferência em ações fronteiriças do projeto Corpo, performance e o político em implicação (CPP_Implicações). Em uma investigação artística com influência de autores como Airton Krenak, Davi Kopenawa, Erin Manning, Baruch Spinoza, Jane Bennett e Eduardo Viveiros de Castro, fecundamos cartograficamente dois termos: microscopicopolítica e ato de imarginar.

Palavras-chave:
Dança; Performance; Investigação em Arte; Corpo-Mundo

Universidade Federal do Rio Grande do Sul Av. Paulo Gama s/n prédio 12201, sala 700-2, Bairro Farroupilha, Código Postal: 90046-900, Telefone: 5133084142 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: rev.presenca@gmail.com