Prevalência de abandono do tratamento da tuberculose e fatores associados no município de Sapucaia do Sul (RS), Brasil, 2000-2008

OBJETIVO: Estabelecer a prevalência de abandono do tratamento da tuberculose e fatores associados nos pacientes que ingressaram no Programa de Controle de Tuberculose do município de Sapucaia do Sul (RS), entre 2000 e 2008. MÉTODO: Foi realizado estudo transversal com base em dados notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação da Secretaria Municipal de Saúde . RESULTADOS: Dos 632 casos incluídos no estudo, 65 (10,3%; IC 95% 7,9-12,7) foram classificados como abandono do tratamento. Entre 2000 e 2004, a prevalência de abandono foi de 12,7% (IC 95% 9,1-16,2) e no período de 2005 a 2008 diminuiu para 7,0% (IC 95% 4,0-9,9). A análise bruta mostrou associação com sexo, idade e presença de AIDS. A análise ajustada, através da regressão de Poisson, não mostrou diferenças estatisticamente significativas entre as variáveis independentes. CONCLUSÕES: A análise mostrou uma redução das prevalências de abandono do tratamento a partir da criação do Programa Municipal de Controle da Tuberculose, a partir de 2005, embora os intervalos de confiança tenham apresentado superposição. Ainda assim, a prevalência de abandono foi considerada alta e situou-se acima da meta de 5%, pactuada entre os níveis de governo.

tuberculose; estudos transversais; adesão à medicação; recusa do paciente ao tratamento; pacientes desistentes do tratamento; terapêutica


Associação Brasileira de Saúde Coletiva Av. Dr. Arnaldo, 715 - 2º andar - sl. 3 - Cerqueira César, 01246-904 São Paulo SP Brasil , Tel./FAX: +55 11 3085-5411 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revbrepi@usp.br