Dinâmica demográfica da população indígena em áreas urbanas: o caso da cidade de Altamira, Pará* * Os autores agradecem aos pareceristas e ao Comitê Editorial da Rebep pelas valorosas contribuições para o aprimoramento deste trabalho.

Demographic dynamic of indigenous populations in urban areas: a study case of the city of Altamira, Pará, Brazil

Dinámica demográfica de poblaciones indígenas en áreas urbanas: estudio de caso de la ciudad de Altamira, Pará, Brasil

Alessandra Traldi Simoni Ricardo de Sampaio Dagnino Sobre os autores

Este artigo aborda as populações indígenas no município de Altamira, Estado do Pará, com ênfase em sua presença nas áreas urbanas e, principalmente, na sede municipal. O objetivo é compreender os movimentos e dinâmicas destas populações com relação aos dados produzidos sobre/por elas. Para tanto, utilizaram-se informações de campo, dos Censos Demográficos de 2000 e 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, e aquelas provenientes de levantamentos visando a identificação de indígenas na cidade para atender à construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Procurou-se captar os processos pelos quais a população indígena passou e passa, com destaque para as ameaças provocadas pela usina e por forças políticas que têm colocado esta população em risco. Os resultados apontam para uma presença crescente no meio urbano, principalmente de populações das etnias Juruna, Kuruaya e Xipaya que pareciam ter diminuído significativamente, mas passaram por um processo de recuperação demográfica na cidade associado a um movimento político de articulação em torno de sua identidade étnica a partir dos anos 1990.

Palavras-chave:
População indígena; Cidade; Amazônia; Altamira


Associação Brasileira de Estudos Populacionais Rua André Cavalcanti, 106, sala 502., CEP 20231-050 Rio de Janeiro - RJ - Brasil, Fone: 55 31 3409 7166 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: editor@rebep.org.br