Manejo da cobertura do solo: desenvolvimento inicial de pereiras cv. Hosui e efeitos sobre o solo e plantas daninhas

Edina Costa Delonzek Renato Vasconcelos Botelho Marcelo Marques Lopes Muller Cleber Daniel de Goes Maciel Aline José Maia Sobre os autores

Resumo

O manejo do solo é uma prática que pode ter marcante influência no desenvolvimento de frutíferas. Neste sentido, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do uso de diferentes tipos de cobertura de solo no controle de plantas daninhas e no desenvolvimento inicial da pereira cv. Hosui. O experimento foi conduzido durante dois ciclos consecutivos: 2015/2016 e 2016/2017. Os tratamentos consistiram nas seguintes coberturas de solo na linha de plantio das pereiras: cobertura natural, palhada de azevém consorciado com milheto, serragem de pínus, tela de sombreamento (70%), casca de arroz, fibra de curauá e capina. A infestação do solo por plantas daninhas foi avaliada no período de primavera-verão, durante dois anos, assim como o desenvolvimento vegetativo da pereira (altura e diâmetro de plantas e índice de clorofila SPAD). Os manejos com fibra de curauá e com palha de azevém+milheto tiveram os maiores efeitos de supressão sobre as plantas daninhas. A altura e o diâmetro das pereiras foram menores com cobertura natural e serragem de pínus, havendo maior crescimento das plantas com a fibra de curauá e com capina. Índices SPAD mais elevados ocorreram com a fibra de curauá, capina e azevém+milheto. A fibra de curauá também se destacou quanto aos teores foliares de Fe e Mn, enquanto os teores de Zn foram maiores com azevém+milheto e casca de arroz. A palhada de azevém+milheto e a casca de arroz destacaram-se quanto aos atributos químicos de fertilidade do solo e quanto aos índices de macrofauna edáfica. Conclui-se que a fibra de curauá e palhada de azevem+milheto controlam plantas daninhas no pomar, promovendo o desenvolvimento inicial da pereira cv. Hosui.

Termos para indexação
Pyrus spp.; plantas espontâneas; agroecologia; fertilidade do solo; sustentabilidade

Sociedade Brasileira de Fruticultura Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane, s/n , 14884-900 Jaboticabal SP Brazil, Tel.: +55 16 3209-7188/3209-7609 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: rbf@fcav.unesp.br