AVALIAÇÃO AGRONÔMICA DE BANANEIRAS EM TRÊS CICLOS DE PRODUÇÃO NO SUDOESTE DA BAHIA

ALESSANDRO DE MAGALHÃES ARANTES SÉRGIO LUIZ RODRIGUES DONATO TÂNIA SANTOS SILVA VAGNER ALVES RODRIGUES FILHO EDSON PERITO AMORIM Sobre os autores

RESUMO

O ensaio foi conduzido na área experimental do Instituto Federal Baiano, Câmpus Guanambi- BA. Objetivou-se avaliar características agronômicas de cultivares de bananeira com frutos tipo Prata, Cavendish, Gros Michel e Maçã, em três ciclos de produção. Os 72 tratamentos, 24 cultivares e três ciclos de produção foram dispostos em esquema de parcela subdividida no tempo, em um delineamento inteiramente casualizado, com cinco repetições e quatro plantas úteis por parcela. As 24 cultivares, Prata-Anã, Maravilha, FHIA-18, BRS FHIA-18, BRS Platina, JV42-135, Pacovan, Japira, PV79-34, Pacovan-Ken, Preciosa, Garantida, Maçã, Caipira, BRS Tropical, BRS Princesa, YB42-03, YB42-07, YB42-47, Grande-Naine, Calipso, Bucaneiro, FHIA-23 e FHIA-17 constituíram as parcelas; e os três ciclos de produção as subparcelas. Os dados mensurados foram submetidos à análise de variância. As médias das cultivares foram agrupadas pelo critério de Scott-Knott (p<0,05) e dos ciclos de produção comparadas pelo teste de Tukey (p<0,05). As ‘JV42-235’, ‘Japira’ e ‘Pacovan-Ken’ apresentam maior porte, e ‘Grande Naine’, menor. A ‘Prata-Anã’ tem maior número de folhas na colheita, com índice de área foliar similar às demais. A ‘BRS Platina’ é mais precoce para florescimento e colheita. ‘Maravilha’, ‘BRS Platina’, ‘FHIA-23’, ‘BRS Tropical’ e ‘BRS Princesa’ apresentam maior potencial de utilização pelo agricultor.

Termos para indexação
genótipos; produção; vigor

Sociedade Brasileira de Fruticultura Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane, s/n , 14884-900 Jaboticabal SP Brazil, Tel.: +55 16 3209-7188/3209-7609 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: rbf@fcav.unesp.br