ÉPOCAS DA PODA EM DOIS SISTEMAS DE PRODUÇÃO NO CONTROLE DA SECA BACTERIANA DA GOIABEIRA

CELSO KATSUHIRO TOMITA CARLOS HIDEMI UESUGI LUIZ EDUARDO BASSAY BLUM MARISA ALVARES DA SILVA VELLOSO FERREIRA Sobre os autores

RESUMO

Foram comparados dois sistemas de produção cultural (orgânico = OR; convencional = CO) e seus efeitos no controle da seca dos ponteiros (Erwinia psidii) da goiabeira (Psidium guajava). O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, em arranjo de parcelas subsubdivididas, onde foram mensuradas a bacteriose e a produção de frutos nas safras de 2005/2006, 2006/207 e 2007/2008. Nas safras, foram avaliados os efeitos das quatro épocas de poda (setembro, dezembro, março e junho) em ambos os sistemas de produção. Tais sistemas constituíram-se de: OR - tratamentos com composto bioativo (CB), CB líquido e cobertura morta; e CO - adubação química, fungicida e herbicida. Em 2007/2008, a Área Abaixo da Curva de Progresso da Doença (AACPD) de todos os tratamentos no sistema OR foi menor (~54-107) que em CO (~233-298). Na safra de 2007/2008 o número de frutos por planta para todos os tratamentos em OR foi maior (~146-204) do que aqueles em CO (~57-103). Em todas as safras, considerando todos os tratamentos dentro de cada sistema, houve significativamente menor AACPD (~93-184) e maior produção de frutos (~158-188) em OR do que em CO (AACPD: ~208-476; frutos: ~81-104). Poda induziu maior AACPD e menor produção de frutos em ambos os sistemas de produção.

Termos para indexação
Erwinia psidii; Psidium guajava; época de poda

Sociedade Brasileira de Fruticultura Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane, s/n , 14884-900 Jaboticabal SP Brazil, Tel.: +55 16 3209-7188/3209-7609 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: rbf@fcav.unesp.br