• Mechanical flower thinning in peach trees Botany and Physiology

    Barreto, Caroline Farias; Antunes, Luis Eduardo Correa; Ferreira, Letícia Vanni; Navroski, Renan; Benati, Jorge Atílio; Pereira, José Francisco Martins

    Resumo em Português:

    Resumo Na produção de pêssegos, o raleio é realizado convencionalmente nos frutos, de forma manual, necessitando ser realizada num curto período de tempo e com mão de obra especializada, o que eleva os custos operacionais desta prática. O raleio mecânico pode ser uma alternativa ao raleio manual de frutos. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do raleio mecânico em flores, com distintos equipamentos, em seleções avançadas de pessegueiros. O experimento foi conduzido nos anos de 2016 e 2017, combinando-se seleções avançadas de pessegueiros e métodos de raleio. As variáveis avaliadas foram: percentagem de raleio de flores, tempo de raleio, número de frutos por planta, produção por planta, produção estimada, massa média dos frutos e classe de diâmetro dos frutos. O raleio mecânico de flores altera os índices produtivos dos pessegueiros. O raleio mecânico em pessegueiros foi eficiente no raleio de flores e reduziu o tempo de execução da prática. Portanto, o raleio mecânico de flores é uma alternativa ao raleio manual de frutos de pessegueiros.

    Resumo em Inglês:

    Abstract In cultivation of peaches, thinning is conventionally performed on fruits by hand, and needs to be done in a short time and with specialized labor, which increases the operational costs of this practice. Mechanical thinning can be an alternative to manual fruit thinning. Thus, the objective of this study was to evaluate the effect of mechanical flower thinning with different equipment in advanced peach orchard. The experiment was conducted in 2016 and 2017, combining advanced selections of peach trees and thinning methods. The evaluated variables were percentage of flowers thinning, thinning time, fruit number per plant, plant production, estimated yield, average fruit mass and fruit diameter class. Flower mechanic thinning alters the yield index of peach trees. Mechanical thinning on peach trees was efficient in flower thinning and reduced the practice execution time. Therefore, mechanical thinning is an alternative to the manual fruit thinning of peach trees.
  • Morfologia polínica e viabilidade do pólen e estigma em syzygium (Myrtaceae) Botany and Physiology

    Nacata, Guilherme; Belonsi, Talita Kely; Gasparino, Eduardo Custódio; Andrade, Renata Aparecida de

    Resumo em Português:

    Resumo O presente estudo teve como objetivo descrever a morfologia polínica de três espécies de jambeiro e testar disponibilidade de pólen e receptividade de estigma. Foram analisados os grãos de pólen de Syzygium aqueum, e Syzygium jambosSyzygium malaccense. Realizou-se a leitura do material por microscopia de luz e varredura, a fim de evidenciar a ornamentação detalhada dos grãos de pólen. A viabilidade polínica foi medida de acordo com dois protocolos. A receptividade estigmática foi testada em diferentes estádios de desenvolvimento da flor. Existem diferenças entre a morfologia polínica para as espécies estudadas, medindo os diâmetros polares e equatoriais, em vista equatorial, dos grãos de pólen, observa-se que o S. jambos é a espécie de maior tamanho nos dois valores dos diâmetros; S. malaccense é a espécie de menor tamanho; S. aqueum é a espécie de maior tamanho em relação ao diâmetro polar em vista equatorial. Já em diâmetro equatorial em vista equatorial, S. aqueum apresentou os menores diâmetros, e S. malaccense, os maiores diâmetros, porém as duas espécies sobrepõem-se nos valores dos diâmetros medidos. Existem variações na quantidade de aberturas nos grãos de pólen. O teste de alexander é mais sensível para avaliação de grãos de pólen, e as espécies S. aqueum e S. jambos têm os mesmos horários de disponibilidade de pólen e de receptividade estigmática.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The present study aimed to describe the pollen morphology in three species of Syzygium, to test pollen availability and stigma receptivity. The pollen was analyzed by light and scanning microscopy to show the detailed ornamentation of the pollen grains. Pollen availability was measured according to two protocols. Stigmatic receptivity was tested at different stages of flower development. There are differences among the pollen morphology for the species studied; when the polar and equatorial diameters are measured in the equatorial view of the pollen grains, it is observed that S. jambos is the largest species concerning the two values of the diameters, S. malaccense is the smallest species and S. aqueum, the largest species in relation to the polar diameter in the equatorial view. For the equatorial diameter in equatorial view, S. aqueum showed the smallest diameters and S. malaccense, the major diameters, but the two species overlap in the values of the measured diameters. There are variations in the number of apertures in the pollen grains. Alexander’s stain is more sensitive to estimate pollen availability and the species S. aqueum and S. jambos have the same schedules of pollen availability and stigma receptivity.
  • Anatomia ecológica foliar da Eugenia punicifolia (Kunth) DC. (MYRTACEAE) na restinga Cearense Botany and Physiology

    Lemos, Viviane de Oliveira Thomaz; Lucena, Eliseu Marlônio Pereira de; Bonilla, Oriel Herrera; Edson-Chaves, Bruno

    Resumo em Português:

    Resumo A espécie Eugenia punicifolia (Kunth) DC. (murta) ocorre em região de litoral, no Estado do Ceará, e possui importância ecológica e medicinal. A presente pesquisa objetivou caracterizar a anatomia foliar da murta (E. punicifolia), nas estações de chuva e seca, bem como ao sol e à sombra, na Restinga cearense, pretendendo contribuir para a compreensão das variações morfoanatômicas em resposta às condições naturais de ocorrência da espécie. Para isso, foram realizadas coletas, no Parque Estadual Botânico do Ceará, de folhas totalmente expandidas e fixadas em FAA70, sendo substituído por etanol a 70%, após 24 horas. Seguiu-se para os procedimentos anatômicos usuais, a fim de analisar qualitativa e quantitativamente as estruturas da lâmina foliar, do pecíolo e da epiderme. Como resultado obteve-se que a murta apresenta características xeromórficas, como cutícula espessa, folha hipoestomática e fibras de esclerênquima nos feixes vasculares da nervura mediana. Portanto, conclui-se que a E. punicifolia possui grande plasticidade por conseguir ajustar-se bem nas condições analisadas.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The species Eugenia punicifolia (Kunth) DC. (myrtle) occurs in the coastal region of the state of Ceará and has ecological and medicinal importance. This study aimed to characterize the leaf anatomy of myrtle (E. punicifolia) in the rainy and dry seasons, as well as in the sun and shade in the restinga region of the state of Ceará and to contribute to the understanding of the morphoanatomic variations in response to the natural conditions of the occurrence of this species. For this, collections of fully expanded leaves were performed at the Botanical Park of Ceará and fixed in FAA70, being replaced by 70% ethanol after 24 hours. The usual anatomical procedures were then performed in order to qualitatively and quantitatively analyze the leaf blade, petiole and epidermis structures. As a result, it was found that myrtle has xeromorphic characteristics such as thick cuticle, hypoestomatic leaf and sclerenchyma fibers in the median vein vascular bundles. It was concluded that E. punicifolia has great plasticity to adjust well under the analyzed conditions.
  • Rootstock-scion interaction:6. Phenology, chilling and heat requirements of Cabernet Sauvignon grapevine Botany and Physiology

    Miele, Alberto

    Resumo em Português:

    Resumo A fenologia da videira depende de vários fatores, como genética, características do solo, condições climáticas, pragas e doenças, e práticas culturais do vinhedo. Dentre estas, o porta-enxerto pode ter influência no comportamento da copa. Devido a isso, este experimento foi conduzido por dois anos para determinar o efeito do porta-enxerto na fenologia e nas necessidades de frio e calor da videira. Os tratamentos consistiram na videira Cabernet Sauvignon (CS) enxertada nos porta-enxertos Rupestris du Lot, 101-14 Mgt, C 3309, 420A Mgt, K 5BB, C 161-49, SO4, Solferino, P 1103, R 99, R 110, Gravesac, Fercal, Dogridge e Isabel. Avaliaram-se a quebra de dormência e a floração da videira, e o início de maturação e a maturidade da uva, determinando as datas de cada fase e o número de dias entre elas. Foram determinados, também, o número de horas de frio (Tbase= 10 °C) necessário para a quebra de dormência e a soma térmica para amadurecer a uva. Os resultados mostraram que as datas das fases fenológicas variaram de acordo com o ano e o porta-enxerto. Na média dos dois anos, CS/C 3309, CS/C 161-49 e CS/101-14 Mgt brotaram mais cedo, enquanto CS/Dogridge, mais tarde. A uva das combinações CS/101-14 Mgt e CS/Rupestris du Lot amadureceu mais cedo, e de CS/Isabel, CS/K 5BB e CS/SO4, mais tarde. As médias entre as fases fenológicas de CS/porta-enxertos foram (em dias), 46,8±3,0 (quebra de dormência-floração), 64,3±2,1 (floração-início da maturação), 54,6±6,1 (início da maturação-maturidade) e 165,7±7,4 (quebra de dormência-maturidade). Em 1998, 50% das gemas brotaram com 615,9±8,0 horas de frio e, em 1999, com 870,6±6,5, sendo que CS/Dogridge foi o que necessitou de mais frio. Da quebra de dormência à maturidade da uva, a soma térmica foi 1.573,4±43,0 °C em 1998/1999 e 1.599,4±25,5 °C em 1999/2000, e os sólidos solúveis totais da uva foram 19,1 e 18,1 °Brix, respectivamente. Apesar de a soma térmica ter sido 1,65% mais elevada no segundo ciclo, os sólidos solúveis totais apresentaram teor menor devido ao volume de chuva ter sido maior durante o período de maturação do fruto.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The grapevine phenology is dependent on several factors, such as genetics, soil characteristics, climate conditions, pests and diseases and vineyard cultural practices. Among these, grafting may have an effect on the scion behavior due to the influence of the rootstock. Therefore, an experiment was carried out for two years to determine the effect of rootstocks on Cabernet Sauvignon (CS) grapevine phenology, chilling and heat requirements. Treatments consisted of vines grafted on the rootstocks Rupestris du Lot, 101-14 Mgt, 3309 C, 420A Mgt, 5BB K, 161-49 C, SO4, Solferino, 1103 P, 99 R, 110 R, Gravesac, Fercal, Dogridge and Isabel. Budbreak and flowering of the vines, veraison and maturity of the grapes were the phenological stages evaluated, determining the dates of each stage and the number of days between them. The chilling hours (Tbase= 10 °C) for budbreak and the heat summation required to ripen the grapes were also determined. The results showed that the dates of each phenological stage varied according to the year and the rootstock. The average of two years showed that CS/3309 C, CS/161-49 C and CS/101-14 Mgt sprouted earlier and CS/Dogridge later. Grape maturity was earlier on seven CS/rootstocks, where CS/101-14 Mgt and CS/Rupestris du Lot ripened first and CS/Isabel, CS/5BB K and CS/SO4 later. The average intervals between the stages of CS/rootstocks were (in days), 46.8±3.0 (budbreak-flowering), 64.3±2.1 (flowering-veraison), 54.6±6.1 (veraison-maturity) and 165.7±7.4 (budbreak-maturity). In 1998, 615.9±8.0 chill hours were needed to achieve 50% budbreak and in 1999, 870.6±6.5 chill hours, where CS/Dogridge required the highest chilling to break dormancy. In order to ripen the grapes, the heat requirement from budbreak to maturity was 1573.4±43.0 °C in 1998/1999 and 1599.4±25.5 °C in 1999/2000, and the juice total soluble solids values were 19.1 and 18.1 °Brix, respectively. Although the heat summation of the second cycle was 1.65% higher, the total soluble solids were lower due to the rainfall that was much higher during its grape ripening period.
  • Number of carpels in the pollination efficiency of sour passion fruit Botany and Physiology

    Esashika, Danilo Akio de Sousa; Faleiro, Fábio Gelape; Junqueira, Nilton Tadeu Vilela

    Resumo em Português:

    Resumo As flores do maracujazeiro-azedo normalmente apresentam três carpelos, porém há indivíduos com maior quantidade de carpelos em suas estruturas reprodutivas e pouco se sabe da influência dessa característica na cultura. Plantas de maracujazeiro-azedo (Passiflora edulis Sims, cultivar BRS Sol do Cerrado), que apresentam flores com três, quatro e cinco carpelos, foram avaliadas quanto: à eficiência de polinização manual e natural; à frequência dos diferentes tipos de flores no pomar; à inclinação dos estiletes. As frequências de flores com três, quatro e cinco carpelos também foram avaliadas nos genitores da referida cultivar. Não foram observadas diferenças estatísticas significativas na eficiência de polinização entre os diferentes tipos de flores, as quais apresentaram médias acima de 90%, destacando-se a média de 100% das flores com cinco carpelos. As flores com três carpelos são predominantes na cultivar estudada, representando 88,93%, porém flores com quatro e cinco carpelos não apresentaram estiletes sem inclinação, enquanto flores com três carpelos apresentaram taxa de 11,83%. Apenas o genitor masculino da cultivar destaca-se quanto à taxa de flores com quatro e cinco carpelos, sendo de 37,33% e 7,33%, respectivamente. Assim, flores com quatro e cinco carpelos representam importantes características para o melhoramento genético do maracujazeiro.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Passion fruit flowers usually have three carpels, but there are individuals with greater amount of carpels in their reproductive structures and little is known about the influence of this characteristic on this crop. Sour passion fruit (Passiflora edulis Sims, ‘BRS Sol do Cerrado’ cultivar) plants presenting flowers with three, four and five carpels were evaluated regarding the following characteristics: manual and natural pollination efficiency; frequency of different types of flowers in the orchard; and inclination of styles. Frequencies of flowers with three, four and five carpels were also evaluated in ‘BRS Sol do Cerrado’ genitors. There were no statistically significant differences in pollination efficiency among the different types of flowers, which presented averages above 90%, especially flowers with five carpels, with 100% efficiency. Flowers with three carpels are predominant in ‘BRS Sol do Cerrado’ cultivar, representing 88.93%, but flowers with four and five carpels did not show styles without inclination, whereas flowers with three carpels presented rate of 11.83%. Only the male genitor stands out for the rate of flowers with four and five carpels, being 37.33% and 7.33%, respectively. Thus, flowers with four and five carpels represent important characteristics for passion fruit breeding programs.
  • Composição centesimal e mineral dos frutos em genótipos brasileiros de goiabeira-serrana (Acca sellowiana) Harvest and postharvest

    Amarante, Cassandro Vidal Talamini do; Souza, Alexandra Goede de; Steffens, Cristiano André; Benincá, Thalita Dal Toé

    Resumo em Português:

    Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar a composição centesimal [matéria seca (MS), matéria mineral (MM), proteína bruta (PB), gordura bruta (GB) e fibra bruta (FB)] e mineral (Ca, Mg, N, P, K, Fe, Zn, Cu e Mn) nos tecidos da casca e da polpa dos frutos de goiabeira-serrana (cultivares Alcântara, Mattos, Helena e Nonante, e acesso 2316). Os genótipos apresentaram, na polpa, MS de 12,10-15,40%, MM de 0,33-0,40%, PB de 0,95-1,45%, GB de 0,56-1,72% e FB de 1,39-2,43%, e na casca MS de 12,80-17,27%, MM de 0,30-1,49%, PB de 0,56-0,88%, GB de 0,57-0,97% e FB de 2,54-3,98%. Os teores de Ca, Mg, K, N e P, na casca, foram de 96-116, 20-30, 1.588-3.635, 1.096-1.643 e 68-83 mg kg-1 de matéria fresca (MF), respectivamente, e na polpa, de 56-92, 17-29, 1.358-2.917, 2.017-3.384 e 255-374 mg kg-1 MF, respectivamente. Dentre os micronutrientes, o Fe apresentou os maiores teores na casca e na polpa (~3,5 mg kg-1 MF). Os resultados mostram que a goiaba-serrana representa importante fonte de PB, GB e FB na dieta humana, bem como de minerais, em especial de N e P na polpa, e de K e Fe na casca e na polpa.

    Resumo em Inglês:

    Abstract This research was carried out to evaluate centesimal [dry matter (DM), ash, and crude contents of proteins (CP), fats (CFt) and fiber (CFb)] and mineral composition (Ca, Mg, N, P, K, Fe, Zn, Cu and Mn) of peel and flesh tissues of feijoa fruit (cultivars Alcântara, Mattos, Helena and Nonante, and accession 2316). The genotypes had, in the flesh, DM of 12.10-15.40%, ash of 0.33-0.40%, CP of 0.95-1.45%, CFt of 0.56-1.72%, and CFb of 1.39-2.43%, and in the peel DM of 12.8-17.27%, ash of 0.30-1.49%, CP of 0.56-0.88%, CFt of 0.57-0.90%, and CFb of 2.54-3.98%. The contents of Ca, Mg, K, N and P in the peel were 96-116, 20-30, 1588-3635, 1096-1643 and 68-83 mg kg-1 FW, respectively, and in the flesh were 56-92, 17-29, 1358-2917, 2017-3384 and 255-374 mg kg-1 FW, respectively. Among the micronutrients, Fe had the highest content in peel and flesh tissues (~3.5 mg kg-1 FW). The results show that feijoa fruit represent a dietary source of CP, CFt and CFb, as well as of minerals, especially of P and N in the flesh, and of K and Fe in the peel and flesh tissues.
  • Diversidade morfológica, patogênica e genética de Botrytis cinerea Pers. em lavouras de amora-preta var. Castilla na Colômbia Plant Protection

    Isaza, Liliana; Zuluaga, Yenni Paola; Marulanda, Marta Leonor

    Resumo em Português:

    Resumo A amora-preta (Rubus glaucus Benth) é uma das frutas mais importantes e com a maior projeção comercial da Colômbia. Os fatores que mais afetam sua produção são o ataque de doenças e a pouca informação sobre o seu controle. Uma das doenças mais limitantes no cultivo é o mofo cinzento, produzido pelo fungo Botrytis cinerea. Esta pesquisa apresenta a diversidade de isolados de B. cinereapresentes nas culturas de amora-preta na Colômbia, com base em características morfológicas, patogênicas e genéticas, permitindo ampliar o conhecimento do fitopatógeno para adotar medidas de manejo subsequentes. Frutos de amora-preta com sintomas característicos de mofo-cinza foram coletados em fazendas localizadas em oito departamentos produtores de amora-preta da região andina colombiana. Um total de 50 amostras foram analisadas, encontrando-se dois tipos de crescimento, micelial e esclerodial, diferenças na disposição e no tamanho dos escleródios, bem como diferenças no crescimento diário do micélio. Com relação à caracterização genética com marcadores microssatélites, demonstrou-se que a diversidade genética está concentrada no interior das populações e que há uma tendência de agrupar-se por origem geográfica. Com os testes de patogenicidade, os dois isolados mais patogênicos foram selecionados e ficou evidente que, embora os quatro genótipos possíveis tenham sido encontrados com os elementos transponíveis (Vacuma, Transposa, Boty, Flipper), nenhum deles apresentou alta resistência ao fungicida fenhexamida.

    Resumo em Inglês:

    Abstract The Andean blackberry (Rubus glaucus Benth) is one of the most important fruits with the greatest commercial projection in Colombia. The factors that most affect its production are the attack of diseases and the scarce information about its control. One of the most limiting diseases of the crop is the gray mold, produced by the fungus Botrytis cinerea. This research presents the diversity of B. cinerea isolates from fields of andean blackberry in Colombia, based on the morphological, pathogenic and genetic characteristics allowing broadening the knowledge of the phytopathogen for subsequent management measures. Andean blackberry fruits were collected with characteristic symptoms of gray mold in farms located in eight producing areas of Colombian Andean region. A total of 50 samples were analyzed finding two types of growth, miceliar and sclerocial, differences in the layout and size of the sclerotia, as well as differences in the daily growth of the mycelium. Regarding genetic characterization with microsatellite markers, it was shown that genetic diversity is concentrated within populations and that there is a tendency to group by geographical origin. With the pathogenicity tests, the two most pathogenic isolates were selected and it was found that, although the four possible genotypes were found with the transposable elements (Vacuma, Transposa, Boty, Flipper), none of them presented high resistance to the fungicide fenhexamide.
  • Characterization of tropical viticulture in the fluminense north and northwest regions Economy

    Silva, Jaomara Nascimento da; Ponciano, Niraldo José; Souza, Claudio Luiz Melo; Souza, Paulo Marcelo de; Viana, Leandro Hespanhol

    Resumo em Português:

    Resumo A viticultura é uma atividade recente no Rio de Janeiro, que tem apresentado boa adaptação às condições edafoclimáticas das regiões norte e noroeste do Rio de Janeiro. O objetivo deste presente trabalho foi caracterizar os principais aspectos socioambientais e tecnológicos da produção de uvas nessas regiões. Os dados foram levantados nos anos de 2017 e 2018, a partir da aplicação de questionários aos 16 produtores de uva das regiões, e submetidas à análise estatística descritiva. Em ambas as regiões, os pequenos produtores são os principais investidores. A maior parte deles não participa de associações e tem assistência técnica de forma particular. A região apresenta características edafoclimáticas favoráveis, principalmente ao cultivo de uvas rústicas, predominantemente da cultivar ‘Niagara Rosada’. O controle de doenças é realizado de forma preventiva, com onze aplicações no intervalo entre a brotação até dias antes da colheita. As regiões apresentam mais de uma colheita ao ano, tendo oferta na época da safra e da entressafra nacional. Esses resultados podem subsidiar informações sobre as características da viticultura fluminense, direcionar incentivos para a atividade e servir de base para a realização de outras pesquisas, como programas de planejamento às áreas de produção de uva.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Viticulture is a recent activity in Rio de Janeiro, which has been well adapted to the edaphoclimatic conditions of the north and northwest regions of Rio de Janeiro. The aim of this study was to characterize the main socioenvironmental and technological aspects of grape production in these regions. Data were collected in 2017 and 2018, from the application of questionnaires to 16 grape producers in the regions, for descriptive statistical analysis and preparation of tables and graphs. In both regions small producers are the main investors. Most of them do not participate in associations and have technical assistance in particular. The region has favorable edaphoclimatic characteristics, mainly for the cultivation of rustic grapes, predominantly cultivar ‘Niagara Rosada’. Disease control is carried out in a preventive manner, with eleven applications ranging from sprouting to days before harvest. The regions present more than one harvest per year, having supply in the season and national off season. These results may support information on the characteristics of Rio de Janeiro’s viticulture, direct incentives for the activity and serve as a basis for further research, such as planning programs for grape production areas.
  • Caracterização físico-química e química de frutos de Passiflora cincinnata Mast conduzidos em espaldeira e latada Processing

    D’abadia, Ana Claudia Alves; Costa, Ana Maria; Faleiro, Fábio Gelape; Malaquias, Juaci Vitória; Araújo, Francisco Pinheiro de

    Resumo em Português:

    Resumo Passiflora cincinnata Mast., conhecida como maracujá da caatinga ocorre no Semiárido nordestino, Goiás, Minas Gerais e na Bahia. A região de cultivo e os sistemas de manejo das espécies do gênero Passiflora podem interferir na qualidade físico-química dos frutos. Objetivou-se avaliar características físico-química e química dos frutos de duas progênies (CPEF220 e CBAF2334) selecionadas de P. cincinnata conduzidas em espaldeira e latada. Frutos no estádio de maturação fisiológica foram avaliados quanto à coloração e textura da casca, pH, sólidos solúveis totais, acidez titulável, ratio, flavonoides, antocianinas e polifenóis da polpa sem sementes. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 2 (progênies x sistemas de condução), com três repetições de quatro plantas. Foi realizada a análise de variância, e as médias foram comparadas utilizando o teste de Tukey, a 5% de probabilidade. Os frutos da seleção CBAF2334 apresentaram mais pigmentos verdes e mais flavonoides. Os frutos foram caracterizados de coloração verde com nuances amareladas, com baixa saturação de cor, nas duas populações. O sistema de condução não afetou as características físicas, físico-química e os teores de antocianinas e polifenóis das progênies de P. cincinnata. Os frutos das espaldeiras apresentaram 56,73% a mais de flavonoides em comparação aos obtidos na latada.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Passiflora cincinnata Mast. or Caatinga passion fruit is widely cultivated in the northeastern semi-arid regions of Goiás, Minas Gerais, and Bahia. The system of cultivation and field management of the Passiflora species affects the physicochemical quality of its fruits. In this study, we evaluated the chemical and physico-chemical characteristics of the fruits of 2 progenies (CPEF2220 and CBAF2334) of P. cincinnata species using the vertical and horizontal trellis system. Fruits were collected from the plants at their physiological maturation stage and tested for the fruit skin color and texture and the pH, total soluble solids, titratable acidity, pulp acidity ratio, and the contents of flavonoids, anthocyanins, and polyphenols in the seedless fruit pulp. The experimental design was completely randomized in a 2 x 2 factorial scheme (progenies x conduction system) performed in 3 replications using 4 plants in each. The analysis of variance and the means were compared using the Tukey’s test at 5% probability. The results revealed that the CBAF2334 fruits presented with greener pigments and greater flavonoids. The fruits were characterized by their green color with some yellowish nuances and a low color saturation in both the progenies. The conduction system was not found to affect the physical and physicochemical characteristics as well as the anthocyanin and polyphenol contents of the studied species. The fruits of plants cultivated on vertical trellis presented with 56.73% more flavonoid content than those cultivated on horizontal trellis.
  • Peroxidase activity and initial growth of ‘Barbosa’ peach on clonal rootstocks Propagation

    Oldoni, Chirlene Márcia; Nienow, Alexandre Augusto; Schons, Jurema; Mayer, Newton Alex

    Resumo em Português:

    Resumo Na produção de mudas de pessegueiro é frequente o uso de porta-enxertos de identidade genética desconhecida, obtidos a partir de caroços nas indústrias de conservas. A hipótese testada foi de que existem porta-enxertos que expressam maior compatibilidade, possibilitando maior sobrevivência e melhor crescimento, e que a atividade da peroxidase pode ser empregada como indicativo de incompatibilidade. O objetivo do trabalho foi avaliar a sobrevivência, a eficiência da atividade da peroxidase em identificar incompatibilidades e o crescimento do diâmetro do tronco do pessegueiro ‘Barbosa’ enxertado sobre 18 porta-enxertos clonais do gênero Prunus, propagados por estaquia herbácea, comparados com a copa autoenraizada. O delineamento foi em três blocos casualizados, com uma planta por parcela. Foram avaliados os três primeiros ciclos vegetativos de plantas conduzidas em “Y duplo” (5,0m x 2,0m), sem irrigação. O maior crescimento em diâmetro de tronco foi proporcionado pelos porta-enxertos ‘Okinawa’, ‘Tsukuba-1’, ‘Tsukuba-2’, México F1 e ‘Flordaguard’, sem diferir de ‘Barbosa’ autoenraizado. A atividade da peroxidase difere por efeito dos porta-enxertos no início do período de dormência, e é mais elevada que no crescimento vegetativo, principalmente em combinações interespecíficas de enxertia. A atividade da peroxidase é um indicador bioquímico de estresse, mas não deve ser utilizada sozinha e generalizada para a caracterização da incompatibilidade de enxertia.

    Resumo em Inglês:

    Abstract In the peach nursery trees production, the use of rootstocks with unknown genetic identity obtained from peach seeds in the canning industry is frequent. The hypothesis tested was that there are rootstocks that express greater graft compatibility, enabling greater survival and growth, and that peroxidase activity can be used as indication of graft incompatibility. The aim of this study was to evaluate the survival and the peroxidase activity efficiency in identifying graft incompatibility and the trunk diameter growth of ‘Barbosa’ peach grafted onto 18 Prunus clonal rootstocks, propagated by herbaceous cuttings, compared to own-rooted scion trees. The experimental design was three randomized blocks, with one tree per plot. The first three vegetative cycles of trees conducted in double Y (5.0m x 2.0m) without irrigation were evaluated. The highest trunk diameter growth was provided by ‘Okinawa’, ‘Tsukuba-1’, ‘Tsukuba-2’, Mexico F1 and ‘Flordaguard’ rootstocks, without differing from own-rooted ‘Barbosa’ peach. Peroxidase activity differs by rootstock effect at the beginning of the dormancy period, and is higher than in vegetative growth, especially in interspecific graft combinations. Peroxidase activity is a biochemical indicator of stress, but should not be used alone and generalized to characterize graft incompatibility.
  • Advances in citrus propagation in Brazil Propagation

    Carvalho, Sérgio Alves de; Girardi, Eduardo Augusto; Mourão, Francisco de Assis Alves; Ferrarezi, Rhuanito Soranz; Coletta, Helvécio Della

    Resumo em Português:

    Resumo A citricultura é uma atividade agrícola de grande expressão mundial, ocupando posição de destaque no Brasil entre as frutíferas com elevado volume e valor de produção para o mercado interno de frutas frescas e para exportação de suco concentrado. Considerando as limitações de ordem técnica do agronegócio dos citros, principalmente as ameaças fitossanitárias, os avanços no sistema de produção de mudas e de material básico de citros nas duas últimas décadas foram essenciais para garantir a competitividade e eficiência da citricultura brasileira. A implementação e aprimoramento de normas e técnicas envolvendo a produção de mudas e material básico em ambientes protegidos de vetores de doenças como clorose variegada dos citros e huanglongbing no Estado de São Paulo, proporcionou o estabelecimento de um sistema produtivo de referência mundial. São apresentados e discutidos nesta revisão os aspectos mais relevantes destas mudanças, envolvendo técnicas de propagação, variedades copa e porta-enxerto, caracterização e certificação genética, legislação e manejo para produção de material de propagação e muda, bem como as ferramentas de gestão do viveiro.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Citriculture is an important agricultural activity worldwide, occupying a relevant position in Brazil among fruit tree production for both the fresh fruit market and the processing industry for concentrated orange juice export. Recent advances in the country’s citrus nursery tree production system have been essential to guarantee the efficiency and competitiveness of Brazilian citriculture. The implementation of strict laws and regulations to produce trees in protected environments and improvements in production techniques for basic citrus propagation materials and nursery trees in São Paulo state has excluded the insect vectors of destructive diseases such as citrus variegated chlorosis and huanglongbing, making this an innovative reference system for citrus propagation around the globe. The main aspects of these advances are presented and discussed in this review, including advances in propagation techniques, scion and rootstock selection, genetic characterization and certification, tree size standards, cultural practices such as irrigation and fertilization for the production of citrus propagation materials and nursery trees, and nursery management tools.
  • Adubação fosfatada e nitrogenada na produção de mudas de barueiro (Dipteryx alata Vog.) Soils and Plant Nutrition

    Pinho, Erika Katianne Costa; Costa, Ana Claudia; Vilar, Cesar Crispim; Souza, Manoel Euzébio de; Silva, Aline Borges Vilela; Oliveira, Carlos Henrique Gomes de

    Resumo em Português:

    Resumo O barueiro (Dipteryx alata Vog.), frutífera nativa do cerrado, tem despertado o interesse de produtores e consumidores devido a suas múltiplas possibilidades de uso. Para a obtenção de mudas de barueiro com qualidade, é fundamental a realização de adubações equilibradas, destacando-se o fornecimento de fósforo e nitrogênio, essenciais para o crescimento da muda e o estabelecimento no campo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento de mudas de barueiro sob adubação fosfatada e nitrogenada, em Nova Xavantina - MT. O experimento foi instalado e conduzido no viveiro da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), Câmpus de Nova Xavantina-MT, durante os meses de dezembro de 2017 a abril de 2018. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados (DBC), em esquema fatorial 5 × 2, correspondendo a 5 concentrações de fósforo e 2 concentrações de nitrogênio, com dez tratamentos, quatro blocos e dez plantas por parcela. As concentrações aplicadas foram 0; 150; 300; 450 e 600 mg kg-1 de P2O5 e 0 e 250 mg kg-1 de N. Foram avaliadas as variáveis: altura de plantas, diâmetro do caule, número de folhas, número de folíolos, massas fresca e seca da parte aérea e do sistema radicular, e Índice de Qualidade de Dickson. Ocorreu interação significativa entre as concentrações de fósforo e nitrogênio para todas as características avaliadas, exceto para a massa seca da raiz. O maior crescimento das mudas de barueiro foi obtido quando se utilizou a maior concentração de fósforo (600 mg kg-1 de P2O5), associada à adubação nitrogenada 250 mg kg-1 N. Não houve efeito isolado da adubação fosfatada no crescimento de mudas de barueiro sem aplicação de nitrogênio.

    Resumo em Inglês:

    Abstract Barueiro (Dipteryx alata Vog.), a fruit tree native to the Brazilian cerrado, has aroused the interest of producers and consumers due to its almond highly appraised and valued by local markets. To obtain quality barueiro seedlings, balanced fertilization is required, with special attention to the supply of phosphorus and nitrogen, essential for seedling growth and establishment in the field. The aim of this study was to evaluate the growth of barueiro seedlings produced with different phosphate and nitrogen concentrations in Nova Xavantina – MT. The experiment was conducted at the seedling nursery of the Mato Grosso State University (UNEMAT), Campus of Nova Xavantina - MT, from December 2017 to April 2018. The experimental design was randomized blocks (DBC), in a 5 × 2 factorial scheme, corresponding to 5 phosphorus concentrations and 2 nitrogen concentrations, with 10 treatments, 4 blocks and 10 plants per plot, totalizing 400 seedlings. The applied concentrations were 0, 150, 300, 450 and 600 mg kg-1 P2O5 and 0 and 250 mg kg-1 N. The following variables were evaluated: plant height, plant stem diameter, number of leaves, number of leaflets, fresh and shoot and root dry mass and Dickson’s Quality Index. Significant interaction between phosphorus and nitrogen concentrations for all traits evaluated was observed, except for root dry mass. The greatest growth of barueiro seedlings was obtained when the highest phosphorus concentration (600 mg kg-1de P2O5) was used, associated to nitrogen fertilization of 250 mg kg-1. There was no isolated effect of phosphate fertilization on the growth of barueiro seedlings without nitrogen application.
  • Erratum Erratum

  • Erratum Erratum

  • Erratum Erratum

Sociedade Brasileira de Fruticultura Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane, s/n , 14884-900 Jaboticabal SP Brazil, Tel.: +55 16 3209-7188/3209-7609 - Jaboticabal - SP - Brazil
E-mail: rbf@fcav.unesp.br