Atividades antiinflamatória e antinociceptiva do eugenol em modelos experimentais em animais

Apparecido N. Daniel Simone M. Sartoretto Gustavo Schmidt Silvana M. Caparroz-Assef Ciomar A. Bersani-Amado Roberto Kenji N. Cuman Sobre os autores

Eugenia caryophyllata, popularmente conhecida como "cravo-da-índia", cresce naturalmente na Indonésia e é cultivada em várias partes do mundo, incluindo o Brasil. O cravo-da-índia é utilizado em culinária, em farmácia, perfumaria e cosméticos. O óleo essencial extraído do cravo-da-índia cujo principal componente é o eugenol tem sido utilizado em odontologia como anti-séptico e analgésico. O objetivo deste estudo foi avaliar as atividades antiinflamatória e antinociceptiva do eugenol de uso odontológico, administrado oralmente, em modelos experimentais in vivo. A atividade antiinflamatória do eugenol foi avaliada através do volume de exsudato e migração leucocitária no teste de pleurisia e do edema de pata de rato induzido pela carragenina. A atividade antinociceptiva foi avaliada através dos testes de contorções induzidas pelo ácido acético e da placa quente. O eugenol (200 e 400 mg/kg) reduziu o volume de exsudato pleural sem interferir na contagem de leucócitos totais presentes na pleura. Na dose de 200 mg/kg, o eugenol inibiu significativamente o edema de pata, 2-4 h após a injeção do agente flogístico. No teste da placa quente, a administração do eugenol (100 mg/kg) mostrou atividade significativa à reação de desconforto-tempo dependente, avaliada como a latência da resposta, inibida pela meperidina. Eugenol na doses de 50, 75 e 100 mg/kg apresentou efeito antinociceptivo significativo no teste de contorções abdominais induzidas pelo ácido acético em comparação com o grupo controle. Os dados obtidos indicam que o eugenol apresenta atividade antiinflamatória e antinociceptiva periférica.

Eugenia caryophyllata; Syzygium aromaticum; Myrtaceae; atividade antiinflamatória; atividade antinociceptiva; óleo essencial; cravo-da-índia


Sociedade Brasileira de Farmacognosia Universidade Federal do Paraná, Laboratório de Farmacognosia, Rua Pref. Lothario Meissner, 632 - Jd. Botânico, 80210-170, Curitiba, PR, Brasil, Tel/FAX (41) 3360-4062 - Curitiba - PR - Brazil
E-mail: revista@sbfgnosia.org.br