Percepção dos usuários do Sistema Único de Saúde sobre a inserção discente nas Unidades de Saúde da Família

Patricia Driusso Tatiana O. Sato Regina H. V. T. Joaquim Ana S. Moccellin Silvia H. Z. Mascarenhas Tania F. Salvini Sobre os autores

CONTEXTUALIZAÇÃO:

As diretrizes curriculares preconizam a inserção dos alunos das áreas de saúde nos diferentes níveis assistenciais do Sistema Único de Saúde (SUS), surgindo a necessidade de se investigar a percepção dos usuários do SUS a respeito da atuação discente.

OBJETIVO:

Avaliar a percepção dos usuários do SUS sobre a inserção e atuação de estudantes dos cursos da área de saúde nas Unidades de Saúde da Família (USF).

MÉTODO:

Foram entrevistadas 518 pessoas em sala de espera de oito USF do município de São Carlos/São Paulo. As entrevistas foram realizadas pelos estudantes por meio de questionário semiestruturado. Os dados foram analisados descritivamente.

RESULTADOS:

Foram entrevistadas 391 (75,5%) mulheres e 127 (24,5%) homens, com média de idade de 42,0 ± 17,5 anos. Entre os usuários, 33,1% haviam realizado alguma atividade com alunos nas USF, principalmente atendimento clínico (52,1%) e visita domiciliar (20,1%); 55,3% consideraram a atividade como muito boa e 0,6%, como péssima. A maioria (58,2%) avaliou a atividade realizada pelo aluno como resolutiva e 8,2%, como não resolutiva.

CONCLUSÃO:

A inserção discente se deu, prioritariamente, na forma de atividades assistenciais individuais, e houve boa aceitação do atendimento realizado pelos alunos, já que tanto a satisfação quanto as expectativas relatadas foram positivas.

fisioterapia; políticas públicas e saúde; formação acadêmica e profissional


Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Rod. Washington Luís, Km 235, Caixa Postal 676, CEP 13565-905 - São Carlos, SP - Brasil, Tel./Fax: 55 16 3351 8755 - São Carlos - SP - Brazil
E-mail: contato@rbf-bjpt.org.br