Atuação de movimentos sociais e entidades na pandemia da COVID-19 no Brasil: O cuidado à pessoa idosa em Instituições de Longa Permanência

Daiane de Souza Fernandes Roberta Cristina Cintra Taveira Luípa Michele Silva Luciana Kusumota Karla Cristina Giacomin Rosalina Aparecida Partezani Rodrigues Sobre os autores

Resumo

Objetivo

analisar o conteúdo de documentos propostos por movimentos sociais e entidades de classe para orientar o cuidado em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) durante a pandemia da COVID-19 no Brasil.

Método

Pesquisa documental, retrospectiva, descritiva e exploratória. Foram identificados quatro websites de movimentos sociais e entidades e analisados seus respectivos documentos para orientar o cuidado à pessoa idosa que vive em ILPI no contexto da pandemia no Brasil. A análise foi do tipo temática, com auxílio do software IRaMuTeQ

Resultados

Foram selecionados 28 textos para análise. O movimento social Frente Nacional de Fortalecimento à ILPI apresentou o maior quantitativo de produções. Na análise temática emergiram três classes: (1) O cuidado como estratégia de prevenção de contágio pela COVID-19 na ILPI; (2) O suporte dos gestores públicos enquanto direito da pessoa idosa que reside em ILPI; e (3) A preservação do vínculo sociofamiliar do residente da ILPI durante a pandemia.

Conclusão

Os movimentos sociais e entidades tiveram um lépido desempenho no suporte às ILPI no Brasil por meio da divulgação de documentos que contribuíram para nortear o cuidado à pessoa idosa institucionalizada em situação de vulnerabilidade. Faz-se necessário maior envolvimento dos gestores públicos na proteção e direito à vida dessa população idosa.

Palavras-Chave:
Saúde do Idoso; Instituição de Longa Permanência para Idosos; Infecções por Coronavírus; Covid-19; Pandemias

Universidade do Estado do Rio Janeiro Rua São Francisco Xavier, 524 - Bloco F, 20559-900 Rio de Janeiro - RJ Brasil, Tel.: (55 21) 2334-0168 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revistabgg@gmail.com