Anos 1960: Caio Prado Jr. e "A Revolução Brasileira"

O artigo discute a posição de Caio Prado Jr. no interior da corrente marxista da historiografia brasileira, sua interpretação heterodoxa do Brasil dentro do PCB - visão das forças revolucionárias brasileiras - avaliação do passado e expectativas em relação ao futuro do Brasil, além da concepção e reconstrução da temporalidade histórica singular brasileira. A obra selecionada para análise é A Revolução Brasileira, de 1966, escrita e recebida de forma apaixonada no ambiente de derrota das esquerdas pós-golpe de 64. Nessa obra, ele expõe de forma clara e vigorosa as suas teses sobre o Brasil, contrapondo-se ao modelo da revolução democrático-burguesa do PCB, representando o pensamento autocrítico das esquerdas brasileiras durante os anos 1960.

Historiografia Brasileira; Caio Prado Jr.; Marxismo no Brasil


Associação Nacional de História - ANPUH Av. Professor Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, Caixa Postal 8105, 05508-900 São Paulo SP Brazil, Tel. / Fax: +55 11 3091-3047 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rbh@anpuh.org