Accessibility / Report Error

PINTURA E POESIA: “SEVEN LAKES CANTO” DE EZRA POUND E OITO VISTAS DE XIAO XIANG

Resumo:

Na história das trocas culturais entre a China e o Ocidente, é um feito amplamente louvado que as pinturas chinesas Oito Vistas de Xiao Xiang tenham exercido grande influência na obra poética de Ezra Pound “Seven Lakes Canto” ou “Canto 49”. Ao explorar os detalhes das pinturas e traçar a influência das pinturas na criação do poema, este artigo revela que o uso etimológico e composicional dos ideogramas chineses teve um enorme impacto no pensamento de Pound sobre poesia e assuntos culturais, e na escrita dos Cantos. Pound, ao adotar as imagens da China em Oito Vistas de Xiao Xiang, encontra outro paraíso, de modo que os elementos culturais chineses lhe possibilitaram criar uma nova entidade em seus próprios termos: o poema poundiano. A discussão de “Seven Lakes Canto”, de Pound, a partir de suas teorias poéticas e tradutórias, comprova que o poema pode de fato ser percebido como um modo único de interpretar e apresentar a China.

Palavras-chave:
Ezra Pound; “Seven Lakes Canto”; Vistas de Xiao Xiang

Associação Brasileira de Literatura Comparada Rua Barão de Jeremoabo, 147, Universidade Federal da Bahia, Instituto de Letras, Salvador, BA, Brasil, CEP: 40170-115, Telefones: (+55 71) 3283-6207; (+55 71) 3283-6256, E-mail: abralic.revista@abralic.org.br - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: abralic.revista@abralic.org.br