Determinação do máximo déficit acumulado de oxigênio: efeito da duração dos testes submáximos para predição da demanda de oxigênio

Determination of the maximum accumulated oxygen deficit: effects of the submaximal tests duration for prediction of oxygen demand

Henrique Bortolotti Leandro R. Altimari Fábio Y. Nakamura Eduardo B. Fontes Alexandre H. Okano Mara P. T. Chacon-Mikahil Antonio C. Moraes Edilson S. Cyrino Sobre os autores

O objetivo do presente estudo foi verificar a influência de diferentes tempos de análise dos testes submáximos para determinação do máximo déficit acumulado de oxigênio (MAOD), adotando diferentes janelas de tempo 4-6min, 6-8min e 8-10min. Participaram do estudo 10 ciclistas com idade média de 27,5 ± 4,1 anos, massa corporal 74,4 ± 12,7kg e tempo médio de prática de 9,8 ± 4,7 anos. Os atletas realizaram um teste de esforço progressivo para determinação do consumo de oxigênio de pico (VO2pico) e quatro testes retangulares submáximos (60, 70, 80 e 90% VO2pico) com 10min de duração para estimar os valores da demanda de O2 (DEO2). Os valores médios de VO2 obtidos nas cargas para o tempo 4-6min, 6-8min e 8 a 10min foram aplicados em uma regressão linear entre a intensidade e o consumo de O2 para cada janela de tempo. Os sujeitos realizaram ainda um teste retangular supramáximo (110% VO2pico) para a quantificação do MAOD. Não foi constatada nenhuma diferença significativa no VO2 entre os diferentes períodos de tempo dos testes submáximos (P > 0,05). Da mesma forma, nenhuma diferença significativa foi constatada no DEAO2 e MAOD nos diferentes períodos de análise (P > 0,05). Verificou-se ainda que os valores de MAOD obtidos nos três intervalos de tempo apresentaram boa concordância e forte correlação. Dessa forma, os dados sugerem que os testes submáximos utilizados para gerar os valores do MAOD podem ser reduzidos ao menos nesse tipo de amostra e com a utilização de ciclossimulador.

déficit de oxigênio; capacidade anaeróbia; exercício supramáximo


Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Av. Brigadeiro Luís Antônio, 278, 6º and., 01318-901 São Paulo SP, Tel.: +55 11 3106-7544, Fax: +55 11 3106-8611 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: atharbme@uol.com.br