QUESTIONÁRIO PARA AVALIAÇÃO DA DOR MUSCULOESQUELÉTICA EM PRATICANTES DE EXERCÍCIO (Q-ADOM)

QUESTIONNAIRE FOR EVALUATION OF MUSCULOSKELETAL PAIN IN EXERCISE PRACTITIONERS (Q-ADOM)

CUESTIONARIO PARA LA EVALUACIÓN DEL DOLOR MUSCULOESQUELÉTICO EN PRACTICANTES DE EJERCICIO (Q-ADOM)

Daiane Pereira Lima Sabrina Weiss Sties Ana Inês Gonzáles Daiana C. Bundchen Isabela Gomes Aquino Tales de Carvalho Almir Schmitt Neto Yolanda Gonçalves da Silva Fontes Sobre os autores

RESUMO

Introdução:

As doenças cardiovasculares têm sido associadas à presença de desordens musculoesqueléticas. A dor presente nessas comorbidades pode constituir fator limitante para prática de exercício. No entanto, não foram encontrados instrumentos que proporcionem mensuração mais criteriosa e com informações precisas, que possam ser facilmente utilizados na prática clínica. Neste sentido, torna-se relevante a construção e validação de um instrumento mais específico para obtenção de informações detalhadas sobre a presença e gravidade desses sintomas e sua interferência nos aspectos funcionais, custos e fatores psicossociais, em diferentes momentos, resultando em uma avaliação mais precisa. Com isso, profissionais da equipe multidisciplinar envolvidos nos programas de reabilitação cardiopulmonar e metabólica (RCPM) podem utilizá-lo na prática clínica e abrir mão de estratégias especificamente direcionadas a essas afecções.

Objetivo:

Construir e validar um instrumento para avaliação da dor musculoesquelética em repouso e durante o exercício em participantes de RCPM.

Métodos:

Foram realizados procedimentos teóricos, empíricos e analíticos. A análise de concordância entre avaliadores (juízes) foi verificada pelo teste W de Kendall, a consistência interna dos itens, por meio do alfa de Cronbach e a reprodutibilidade e estabilidade de medidas, por meio do teste e reteste (coeficiente de correlação intraclasse - CCI e coeficiente de Kappa). Resultados: A concordância entre avaliadores foi significativa (p = 0,001) e a consistência interna apresentou valores satisfatórios (alfa de Cronbach > 0,82). O teste-reteste sinalizou boa reprodutibilidade e estabilidade de medidas (CCI < 0,40 e Kappa < 0,60).

Conclusão:

O questionário para avaliação da dor musculoesquelética em praticantes de exercício (Q-ADOM) mostrou-se válido, reprodutível e confiável para ser utilizado na avaliação da dor musculoesquelética de participantes de RCPM.

Descritores:
doenças cardiovasculares; dor; reabilitação

Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Av. Brigadeiro Luís Antônio, 278, 6º and., 01318-901 São Paulo SP, Tel.: +55 11 3106-7544, Fax: +55 11 3106-8611 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: atharbme@uol.com.br